Em bon iver:

Hello, Wisconsiiiiiin. Vai votar, cacete! É o que pede o Arcade Fire, em session caseira

>>

arcfire

* Integrantes da banda canadense Arcade Fire, puxada aqui pelos pianos do casal Win Butler e Régine Chassagne, fizeram uma bonita versão caseira (mesmo) para a música “Culture War”, faixa do marcante álbum “Suburbs”, que em agosto completou 10 anos.

“Culture War”, na real, só aparece em uma versão deluxe do “Suburbs”, tratado como uma das “faixas especiais” do disco e uma espécie de contraponto a “Suburban War”, esta sim “titular” do famoso disco do grupo de Montreal.

A performance da música, agora, deste jeito, tem a finalidade de participar da campanha que o músico bamba Bon Iver (Justin Vernon) lançou em setembro, de chacoalhar a galera dele de Wisconsin, seu estado natal, para mexer a bunda e ir votar. O Wisconsin é um dos estados americanos que menos votam nos EUA.

>>

Com o Bruce Springsteen e tudo, Bon Iver divulga a inédita “AUATC”. Tem a Jenny Lewis também

>>

050820_boniver2

Depois de cravar sua participação especial em “folklore”, o disco indie e hypado da Taylor Swift, Justin Vernon voltou suas atenções para a vida enquanto Bon Iver e soltou uma nova música.

“AUATC”, que na verdade se chama “Ate Up All Their Cake”, chega abalizada por um time pesado de convidados, que inclui nada menos que o boss Bruce Springsteen. Além dele, cantam na faixa a fofura Jenny Lewis e ainda Elsa Jensen e Jenn Wasner.

A canção foi apresentada em um vídeo dirigido por Aaron Anderson e Eric Carlson e mostra um homem, de máscara, dançando por ruas abandonadas. “AUATC” foi descrita também como “Episode 2” do projeto “Bon Iver: Season Five”, acompanhando a canção “PDLIF”, a “Episode 1”, lançada em abril.

>>

Com nomes relevantes do Indie e com “folk” no nome, Taylor Swift anuncia novo disco de surpresa para amanhã

>>

170919_taylor

Uma das maiores estrelas do pop, Taylor Swift pegou o mundo de surpresa ao anunciar para meia-noite, na virada de hoje para amanhã, o lançamento de um novo disco de inéditas.

“folklore”, oitavo álbum da cantora norte-americana, já pinta diferente não só pelo nome, que pode mostrar um novo direcionamento musical de Taylor, mas também pela turma envolvida.

Ela entregou que Aaron Dessner, do The National, participou de 11 das 16 faixas. Quem também aparece em “folklore” é o Bon Iver e o produtor Jack Antonoff, que tem trabalhos ligados a Lana Del Rey, Lorde, Grimes e a própria Taylor.

“Escrevi e gravei essas músicas em isolamento, mas colaborei com alguns dos meus heróis musicais; Aaron Dessner (co-autor ou produtor de 11 das 16 músicas), Bon Iver (que escreveu e foi incrivelmente gentil para cantar uma música comigo), William Bowery (que escreveu duas canções comigo) e Jack Antonoff (que basicamente faz parte da família musical a essa altura). Antes desse ano eu provavelmente teria pensado mil vezes sobre quando lançar essas músicas na ‘hora perfeita’, mas o período em que a gente está vivendo me lembra de que nada está garantido. O meu instinto me diz que se você faz algo que ama, deveria compartilhar com o mundo. Esse é o lado da incerteza com o qual eu posso concordar. Amo muito todos vocês”, disse a cantora.

A capa, linda, é esta abaixo.

taylor_capa

folklore – Tracklist
the 1
cardigan
the last great american dynasty
exile (feat. Bon Iver)
my tears ricochet
mirrorball
seven
august
this is me trying
illicit affairs
invisible string
mad woman
epiphany
betty
peace
hoax
the lakes

>>

Em showmício virtual de Bernie Sanders, Justin Vernon mostra música inédita do Bon Iver

>>

060420_boniver2

Em tempos de coronavírus, Bernie Sanders, um dos postulantes na próxima corrida presidencial dos Estados Unidos, tem feito suas conferências de maneira virtual.

Na noite do último sábado, a grande novidade na parte final do vídeo ficou por conta de uma apresentação de Justin Vernon, que tocou canções como “Towers”, “Blood Bank” e uma cover de “With God on Our Side”, de Bob Dylan.

No entanto, a cereja do bolo ficou por conta de “Things Behind Thing Behind Things”, uma música inédita do Bon Iver. Vernon tem sido uma das figuras do indie mais atuantes na campanha de Sanders, tendo participado inclusive de um showmício em Clive, Iowa.

A performance solo de Justin Vernon começa mais ou menos no minuto 62 do vídeo.

>>

Uma session diferente do Bon Iver, no Brooklyn, com quase 20 mil pessoas presentes

>>

211019_boniver2

Com disco novo na praça, o Bon Iver está na estrada divulgando este seu “i,i”, o primeiro deles em três anos, lançado em agosto deste ano.

Em uma das recentes apresentações pelos Estados Unidos, Justin Vernon e sua trupe foram registrados pelo programa CBS This Morning no Barclays Center, no Brooklyn, em apresentação com quase 20 mil ingressos esgotados.

Do show, o programa de TV mostrou os recortes de “Salem”, “iMi” e Blood Bank”, além de uma entrevista com a banda.

Gravado em estúdio de West Texas e Wisconsin, “i,i”, conta com participações ecléticas de James Blake, Channy Leaneagh, Moses Sumney, TU Dance e a dupla Aaron e Bryce Dessner, do The National. O álbum fecha um ciclo iniciado em 2007, com “For Emma, Forever Ago” (2007), passando por “Bon Iver, Bon Iver” (2011), e “22, A Million” (2016).

>>