Em breve:

CENA – Costura indie brasileira traz o homem-banda californiano The Blank Tapes para nove shows no país. O primeiro é hoje em SP

>>

popload_cena_pq

A articulação independente brasileira arma mais um evento bacana e de bom porte. A gauchada de um dos selos independentes mais ativos do Brasil, o Honey Bomb Records, de Caxias do Sul, armou parceria com o importante festival brasiliense Picnik para trazer ao Brasil o multiinstrumentista Matt Adams, que atende pelo nome de seu projeto The Blank Tapes. O primeiro da turnê de nove shows acontece em São Paulo, hoje, sexta-feira, na Trackers, dentro da festa XXXbórnia, edição junina, armada pela galera do selo Freak! Sente só toda a costura.

A tour é nacional, por que não? Três cidades do interior paulista, três apresentações em SP, mais o show do Picnik Festival em Brasília e performances em Goiânia e Curitiba marcam essa terceira passagem do artista pelo país.

A relação de Adams com o Brasil iniciou em 2010, quando uma faixa do seu projeto acabou virando trilha sonora de um comercial do bombom Sonho De Valsa. A campanha de marketing bem-sucedida abriu algumas portas para uma tímida turnê do californiano pela América do Sul no mesmo ano, além de uma segunda vinda em 2011.

Passados mais de dez lançamentos do artista, entre EPs, singles e discos completos, ele iniciou uma nova aproximação com o Brasil, agora através do contato com o selo psicodélico, hippie e garageiro Honey Bomb Records. Sem pisar no país, seu disco de 2016, “Ojos Rojos”, chegou em vinil para ser distribuído pelos sulistas e iniciar um processo novo com o Blank Tapes por aqui, sem trilha sonora ou campanha de marketing, mas sim através de um som 100% alinhado à estética do coletivo.

“Ojos Rojos” teve boa repercussão entre os ouvidos que foram capturados pela vibe garagem psicodélica do californiano e preparou o terreno para a sua nova vinda às terras tupiniquins. Arquitetada pelo selo de Caxias e apoiada pelo Picnik de Brasília, a turnê contará com uma formação diferente da habitual, tendo Matt nas guitarras e vocais, Veronica Bianqui na guitarra e teclados, além dos brasileiros Marco Antônio Gallo (da banda Leza) no baixo e o produtor Francisco Maffei (dos grupos Catavento e Descartes) acompanhando o trio em todas as datas, como tour manager.

Segundo Jonas Bustince, um dos fundadores da HBR e também responsável pela vinda do gringo, a logística da turnê vai seguir os mesmos moldes de outras que o selo vem organizando desde o ano passado: alugando um carro e fazendo todos os trajetos pela terra. A história do coletivo com as longas horas de estrada já vem de muito tempo, desde o caso da primeira turnê nacional da banda Catavento com uma Kombi, até a gringa Winter intercalando suas datas entre ônibus, vans e carros carregados de equipamentos.

Musicalmente, o show do norte-americano é um prato cheio para quem gosta de bandas como Allah-Las, The Brian Jonestown Massacre e sonoridades mais folk psicodélicas sujas. Seus últimos lançamentos mergulham nos riffs de guitarra e em timbres bem garageiros, tudo isso com uma estética ensolarada vinda da sua origem praiana, algo que carrega desde o primeiro dos mais de 20 trabalhos lançados até aqui.

Quem quiser conhecer mais de perto o som do norte-americano e sua banda pode conferir o cartaz da turnê e a agenda completa com todos os links para os eventos aqui embaixo

hoje – São Paulo @ Trackers
amanhã – Limeira @ Coletivo King Chong
domingo – Sorocaba @ Complexo Mofo
20/06 São Paulo @ Breve
22/06 Curitiba @ Teatro Antônio Carlos Kraide
23/06 Piracicaba @ Casarão Music Studio
25/06 Brasília @ Picnik Festival
30/06 Goiânia @ Rock
02/07 São Paulo @ Submundo 177

BLANKTAPESTOUR-final-certo

>>

CENA – O inglês Charly Coombes toca hoje em sua São Paulo

>>

cena

Feriadão de shows em São Paulo, com a CENA até que bem movimentada para quem está na cidade. Tem Dr. Hank (RS) e Goldenloki amanhã no Z Palco, Maglore sábado e domingo na Casa do Mancha, Holger na segunda.

Mas, antes, nesta noite de quinta pré-greve, no Breve, na Pompeia, o inglês Charly Coombes, de altas ligações com o britpop no geral e na grande banda Supergrass, se apresenta em show marcado para as 21h. Britânico com jeitão paulistano, por estar radicado há três anos no Brasil, o multiinstrumentista faz o show em cima de seu terceiro disco, o “belo e cheio de texturas” “Run”, recém-lançado.

Captura de Tela 2017-04-27 às 5.44.44 PM

>>

CENA – Ventre e E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante se apresentam juntos e misturados em SP

>>

cena

* Duas instituições indies de nossa CENA se juntam para promover uma bela noite de shows nesta quinta-feira, no clube Breve, na Pompeia, em São Paulo. O Dia da Música, evento nacional que nos próximos dias anuncia 300 shows em 24 estados brasileiros, em parceria com a brava Balaclava Records, realizam em conjunto um encontro no palco das bandas Ventre, (foto na home da Popload) trio multiinfluências do Rio de Janeiro, e a E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante (foto abaixo), post-rock paulistano.

Captura de Tela 2017-04-12 às 4.27.47 PM

Ventre e EATNMPTD, ambas do cast da Balaclava, senão geograficamente, são bandas próximas, amigas de turnês. Amanhã no Breve tocam uma atrás da outra. As bandas ainda não decidiram quem toca primeiro, haha.

Mas as duas farão em maio em Goiânia, dentro do festival Bananada, no dia 10 de maio, um show colaborativo inédito misturando seus repertórios.

Não está divulgado, mas bem possível que amanhã, no Breve, role algum “rascunho” desse projeto especial para o Bananada, com os grupos se apresentando juntos em algum momento.

O Breve fica na rua Clélia, 470, pertinho da linda Arena do Palmeiras. Os ingressos custam R$ 15 (antecipado) e R$ 20 na porta.

As portas da casa abrem 19h. O primeiro show acontece às 20h, horário previsto.

Captura de Tela 2017-04-12 às 4.23.41 PM

>>