Em bruxelas:

Prepare o seu coração: The National libera primeira amostra de disco ao vivo na Bélgica, do show especial do “The Boxer”

>>

Fotos: Gary Mather

Fotos: Gary Mather

Um dos principais mimos lançados no Record Store Day, o disco ao vivo do National ganhará comercialização mundial no mês de julho. O projeto é de um show especial em comemoração aos 10 anos do belíssimo “The Boxer”, quarto álbum de estúdio da banda norte-americana, que comemorou 10 anos de vida bem vividos ano passado.

O show especial, gravado em Bruxelas em 9 de novembro de 2017, tem o National tocando o disco de cabo a rabo. Sendo assim, as 12 canções originais estarão bonitas e limpinhas tocando em nossos dispositivos em breve.

Para dar uma noção do que vem por aí, o National soltou a linda versão do hino indie “Fake Empire”. A banda que adoramos, e que veio ao Brasil há mais ou menos dois meses via Lollapalooza, lançou ano passado o disco de inéditas “Sleep Well Beast”.

220518_nationalcapa

>>

A volta e a nova ordem do New Order

>>>

Aconteceu ontem na Bélgica a celebrada volta do New Order, banda cult eterna que toca dia 3 de dezembro em São Paulo, no Ultra Music Festival. A famosa veterana banda de Manchester, continuação dance do Joy Division sem o Ian Curtis, retornou aos palcos agora sem o baixista fanfarrão Peter Hook, que está em pé-de-guerra com seus ex-amigos.

 

 

Para compensar, o New Order teve de volta, pela primeira vez em dez anos, a tecladista Gillian Gilbert. O show, ontem no Ancienne Belgique, em Bruxelas, teve 15 músicas e fechou com a trinca espetacular “Temptation”, “Blue Monday” e “Love Will Tear Us Apart”, do Joy Division. A banda toca hoje no Bataclan, em Paris. Ambos os shows foram beneficentes.

Os pôsteres dos shows de Bruxelas e de Paris são assinados pelo artista Peter Saville, que trabalhou nos anos 70/80 na lendária gravadora Factory e fez reconhecidas capas de ambos Joy Division e New Order. Os posteres tambem estao a venda por razões de ajuda a um amigo do grupo, com uma doença rara (o diretor de filmes e vídeos Michael Shamberg). Os cartazes são inspirados na capa do álbum coletânea “Substance”, de 1987.