Em bunny wailer:

POPNOTAS – St. Vincent em cartaz, o vídeo da Japanese Breakfast, R.I.P. Bunny Wailer e R.I.P. Primavera Sound 2021

>>

* Há alguns dias começaram a rolar cartazes da St. Vincent por aí com a mensagem: “St. Vincent está de volta com um disco de canções totalmente novas”. No cartaz, a data de lançamento divulgada é 14 de maio. O novo álbum vai se chamar “Daddy’s Home”. Alimentando as expectativas, a própria St. Vincent fez um tweet com uma espécie de trailer do álbum.

* Japanese Breakfast, projeto musical da meio-americana, meio-coreana Michelle Zauner (foto na home), soltou o primeiro single de “Jubilee”, seu novo álbum, que saí no dia 4 de junho. “Be Sweet” é uma parceria de Michelle com Jack Tatum, da banda Wild Nothing. Nas palavras da própria compositora, uma música alegre após tantas músicas sobre luto. Realmente, vale sacar o balanço de “Be Sweet”, o primeiro single, que vem com este simpático vídeo, abaixo. Além disso, ela prepara um livro de memórias que vai explorar sua experiências como única coreana-americana em sua escola, a forma como lidou com as expectativas de sua mãe, histórias de sua adolescência e a vida na música.

* Ano difícil para os fãs de reggae. Após a perda de U-Roy, o músico Bunny Wailer, um dos fundadores dos Wailers, ao lado de Bob Marley e Peter Tosh, morreu aos 73 anos. A causa da morte não foi informada. Wailer sofreu um derrame em 2018. Próximo de Marley de maneira familiar, já que seu pai teve uma filha com a mãe de Marley, Wailer saiu da banda ainda em 1973, quando o grupo começava a ganhar o mundo com os álbums “Catch a Fire” e “Burnin'”, por divergências de princípios. O auge foi quando ele não quis participar de uma turnê da banda por “freak clubs” dos Estados Unidos alegando que aquilo ia contra os princípios Rastafári. Longe do Wailers, Bunny continuou com uma sólida carreira solo e ganhou três vezes o prêmio Grammy de Melhor Álbum de Reggae. R.I.P. pesado esse do Bunny.

* Não teve jeito. O Primavera Sound, que estava remarcado para acontecer em 2 de junho em Barcelona, Espanha, está novamente adiado. A edição de 2020, que seria em 2021, agora só rola em 2022. Isso se tudo correr bem. As razões são a pandemia e a manutenção da incerteza quanto ao cenário da crise sanitária até o momento do evento, na Europa. Com atrações como Pavement, Strokes, Bad Bunny, Tyler The Creator, Tame Impala, Charli XCX, entre outros, o festival vai usar a data de 2 de junho como a de apresentação das atrações que estarão na edição de 2022.

>>