Em caetano veloso:

CENA: Festival indie MECA anuncia edição em Inhotim, um dos maiores museus do mundo, com Liniker e Caetano

>>

cena

* Opa, opa. O festival gaúcho MECA, que há tempos deixou de ser só gaúcho e só um festival (é uma plataforma de lifestyle e entretenimento), é bacana por suas ousadias indies. Mas agora ele se superou.

O MECA, que costuma agregar ao seu nome as várias ações e aproximações da galera atuante (MECACafe, MECAfamily, MECALove, MECAJournal…), lançou hoje o MECAInhotim, que é a realização, em um final de semana de novembro, de uma programação multicultural para o mundialmente famoso Instituto Inhotim, em Brumadinho (Minas Gerais), o maior centro de arte ao ar livre da América Latina, a aproximadamente uma hora de carro de Belo Horizonte.

nho

A parte musical será comandada por um show do Caetano Veloso, de uns anos para cá nome forte da transitação indie. Dentre os programados sete shows intimistas de diferentes gerações da música brasileira estão também anunciadas as performances do tão-falado Liniker (que toca de graça no Popload Festival da sexta-feira), Jaloo e Mahmundi. Outras atrações estão para serem confirmadas.

Fora a parte de shows, o MECA vai também ocupar 23 pavilhões e 7 jardins temáticos de Inhotim com 45 workshops, 13 palestrantes, performances, experiências gastronômicas, feira, mostra de filmes.

Sobre as conferências, entre os destacados Bernardo Paz, Marko Brajovic e Valentine Giraud-Robben está o francês Vincent Moon, cineasta indie e videomaker que foi por anos o principal nome do incrível La Blogotheque, website francês de experiências digitais e musicais que serve bastante a gente aqui na Popload, com vídeos e sessions absurdas de boa, sempre ligado à música independente.

O MECAInhotim será realizado nos dias 5 e 6 de outubro. Para o evento, o parque contará com uma infraestrutura de camping e restaurante dia e noite. Para comprar passaporte para os dois dias ou ingressos a vulso, consultar o site MECALove.

O MECA já levou, no ano passado, dois shows indies gringos para dentro do Instituto Inhotim, no chamado MECASpecial, uma edição especial do MECAFestival. Aconteceu em janeiro de 2015 e teve performances do duo AlunaGeorge e da banda Citizens!

Desta vez, o MECA vai realmente fazer uma ocupação da monumental sede da principal coleção d arte contemporânea brasileira.

Olha só onde essa movimentação atual do indie nacional está nos levando.

MECAInhotim - Card programacao

** A foto de Liniker da home da Popload é de Gabriel Quintão.

>>

Bang!!! O novo "blues" do Bonde do Rolê. Ok?

>>

Orgulho Indie-Brazil-zil, o Bonde do Rolê está preparando sua grande volta. “Tropicalbacanal”, novo e bem bom álbum do grupo, sai no próximo dia 31 via Mad Decent, o selo do Diplo, que além de fazer as vezes de cowboy no clipe de “Kilo”, o primeiro single, é também um dos produtores do disco, junto com Filip Nikolic, do Poolside.

Com participações de Caetano Veloso, Rizzle Kicks, Death Set e do combo de hip hop Das Racist, o Bonde do Rolê dá sequência ao seu indie irreverente, causador e tropical.

“Bang”, uma das grandes faixas do álbum, com participação do Das Racist, pode ser ouvida aqui. É meio um “Bonde do Rolê Blues”. Canta aê, Laurinha.

>>

Metido em mil projetos nos últimos anos, Diplo se expressa em causa própria

>>

Um dos DJ’s e produtores mais onipresentes do hip hop e electro-indie, o americano Diplo prepara o lançamento de “Express Yourself”, seu primeiro projeto solo desde “Florida”, lançado em 2004 (!!!).

Nome constante em todo tipo de álbuns, músicas, remixes e mixtapes lançadas nos últimos anos, Diplo ficou conhecido por ser uma das metades do ótimo Major Lazer, por ser um dos caras que reverbera ritmos esquisitos fora do eixo EUA-Inglaterra (funk carioca incluído), e por botar a mão em canções e álbuns de gente variada desde o pop Chris Brown às inrotuláveis Santigold e Azealia Banks.

Bem ligado à cena brasileira, fã de Caetano Veloso, Diplo recentemente fez uma ponta no vídeo de “Kilo”, do Bonde do Rolê, vestido de cowboy.

“Express Yourself” deve seguir a linha dancehall jamaicano baticum, tem seis canções e será lançado no próximo dia 12 de junho, via Mad Decent, selo próprio do Diplo. Ouça “Set It Off”, com participação do duo Lazerdisk Party Sex.

* “Express Yourself”, o tracklist
1. Express Yourself feat. Nicky Da B
2. Barely Standing feat. Datsik & Sabi
3. No Problem feat. Flinch & My Name Is Kay
4. Move Around feat. Elephant Man & GTA
5. Butters Theme feat. Billy The Gent & Long Jawns
6. Set It off feat. Lazerdisk Party Sex


“O Diplo é lindo”, aponta Caê

As mulheres frutas do indie e o Diplo vestido de cowboy: veja o novo vídeo do Bonde do Rolê, amigo do Caetano Veloso

>>

Orgulho brasileiro em terras indies gringas, o Bonde do Rolê está de volta. A banda lança “Tropicalbacanal” no próximo dia 26 de junho pelo selo Mad Decent, também conhecido como o selo do Diplo, um dos produtores do álbum, ao lado de Filip Nikolic (do incrível duo californiano Poolside).

“Tropicalbacanal” conta também com as participações especiais do grupo de hip hop Das Racist, Cecile, Poolside em si, Rizzle Kicks, Death Set e… Caetano Veloso. Avalanche Tropicália.

O primeiro single do álbum, “Kilo”, sai dia 22 de maio. O vídeo, impagável, tem um monte de mulheres frutas e o Diplo de cowboy.

Música boa, vídeo bom: Bem-vindo de volta, Bonde do Rolê.

“Tropicalbacanal”, tracklist
1 Arrastao
2 Kilo
3 Brazilian Boys [ft. Cecile]
4 Dança Especial [ft. Rizzle Kicks]
5 Puco
6 Bang [ft. Das Racist]
7 Picole
8 Baby Don’t Deny It [ft. Caetano Veloso and Poolside]
9 Kanye
10 Banana Woman
11 Tilelê
12 Baile Punk [ft. The Death Set]

>>

EXPLOSÃO TROPICALIENTE: requebra, 2011! rebola, 2012!

>>

* VAI VOAR BANANA PRA TODO LADO.

* 2011 anda tão confuso (musicalmente) que já estou quase desistindo de acompanhar. O Rap é o novo Rock, o Dubstep é o novo Punk, o Sambinha é a nova MPB e agora o techno-brega (misturado com axé e afro-beat e qualquer outra batucada dançante) é a nova… Tropicália?

* Desde que o Holger entrou na onda da lambada, o indie-rock brasileiro não foi o mesmo. “Sunga”, o último disco do grupo, está mais para Luís Caldas que Pavement, influência do primeiro trabalho do grupo. A festa Explode, do bar NEU e comandada pelo DJ Dago, virou o lugar das celebrações afro-qualquer-coisa. Vale de techno-brega de Goiânia, a funk curitibano e axé paulista, basta ser dançante. E alegre, com cara de verão. Aliás, faz parte da brincadeira fazer uma contagem regressiva musical para que o verão chegue logo, o 54321paraoverão. Nessa, surge o “Avalanche Tropical”, grupo que une os DJs Dago e Andre Paste, a Banda UÓ, o Bonde do Rolê, o Drunk Disco e claro, o próprio Holger.

* Acima, a Avalanche dominando o Rio de Janeiro com o Diplo-himself, ontem, misturando toda a bagunça axé-afro-batucada com funk carioca e o que mais der certo. A festa já roda o Brasil há um tempo e o ano acaba com a escalação do Dago para tocar no Sónar Br, olha só. Já o Drunk Disco abre para Rapture e BreakBot no Popload Gig 10, em janeiro.

* A semana tropicaliente foi agitada. No twitter, integrantes da banda UÓ postaram fotos com o Luís Caldas (parceria para o projeto Compacto Petrobras, com produção do Bonde), enquanto os integrantes do Bonde do Rolê almoçaram na casa do Caetano (com Diplo a tiracolo):

* Desses encontros, a gente só terá mais notícias em janeiro, mas a Popload apurou que o Caê emprestou a voz para a música “Baby Doll de Nylon”, do… Robertinho do Recife, que o Bonde do Rolê vai fazer uma nova versão “bonderolezada”, claro:

* Por falar em Caê, em Londres rola o movimento Caô. O TropiCaô (nome ótimo). Não é mera coincidência, não: do lado de lá do oceano, quem levanta a bandeira da New Tropicália é a Marina Gasolina, ex-Bonde do Rolê, com a cantora Cibelle e com o papa do mashup, João Brasil-il (mais “Fake Tropical DJs”). Uou:

*quando o New Tropicalismo encontra o Ciganismo

* E daí, para dar mais consistência à mistureba toda, o Adriano Cintra -ex-CSS e futuro-Ah-Va- resolve se juntar com a Marina ex-Bonde e formar uma nova banda. Ainda sem nome, ainda sem gênero. Mas com disco (quase) pronto. Ótimo, na palavra de quem já ouviu.

* Ufa. Que calor, não está sentindo?