Em catavento:

CENA – Banda Catavento, de Caxias, inicia pelo Sul a turnê do (da) Ansiedade

>>

1 - cenatopo19

Prepare-se para vê-los “everywhere”. Carregando debaixo do braço seu recém-lançado “Ansiedade na Cidade”, inclusive divulgado com exclusividade pela Popload (cóf.) na semana passada, os gaúchos da Catavento iniciam hoje uma turnê nacional com datas por todos os cantos do Brasil, começando em Caxias do Sul. Da terra natal, o septeto indie-psicodélico e jazzy parte para uma sequência de lançamentos oficiais do seu disco nas principais capitais do país, além de algumas outras datas que engrossam o caldo da nova tour, inclusive, pareeeeeece, abrindo shows internacionais.

cata

Dois anos após o lançamento do “Cha”, segundo disco da banda, os gaúchos serranistas da Catavento e também atuantes do importante selo Honey Bomb (tudo ao mesmo tempo) se reuniram, buscaram novas referências e passaram por uma imersão sabática trancafiados em seu estúdio para dar vida ao novo rebento. “Ansiedade na Cidade” traz o início de mais um ciclo da banda, mais maduros, experientes e preparados para irem mais longe do que foram com sua discografia anterior.

A tour nova da banda começa em casa mesmo. Ela se apresenta nesta noite no Sesc de Caxias do Sul e amanhã, sexta, no Agulha, na capital Porto Alegre. Logo após as apresentações no estado, a trupe vem “para cima”, para tocar no dia 16 em São Paulo, no CCSP, com a Camarones Orquestra Guitarrística; repetir a dose no tradicional Asteroid, em Sorocaba; e fechar o Sudeste no dia 23 no Rio de Janeiro, na Aparelho, junto do mineiro JP.

Mais datas estão para serem confirmadas. Sabe-se que, em novembro, a Catavento integrará o line-up da edição gaúcha do MECA Festival, que conta também com Warpaint, Mallu Magalhães, Trabalhos Espaciais Manuais, Teto Preto e Supervão.

Segundo Jonas Bender, responsável pela percussão da banda, eles devem fechar mais uma data em São Paulo durante o início de setembro e duas agendas para a metade de novembro no Nordeste.

O que temos, por enquanto, é assim:

09/08 – Caxias do Sul/RS – Sesc CXS – Lançamento Oficial: “Ansiedade na Cidade”

10/08 – Porto Alegre/RS – Agulha – Lançamento Oficial: “Ansiedade na Cidade”

16/08 – São Paulo/SP – CCSP – Lançamento Oficial: “Ansiedade na Cidade”

19/08 – Sorocaba/SP – Asteroid – Catavento com Camarones Orquestra e Ventilas

23/08 – Rio de Janeiro/RJ – Aparelho – Lançamento Oficial: “Ansiedade na Cidade”

>>

CENA – Veja o disco novo do incrível Catavento, do Sul. Ou ouça o novo vídeo do disco, como quiser

>>

1 - cenatopo19

image (1)

* Saiu hoje, para streaming, o terceiro álbum da banda gaúcha Catavento. Mas não é uma banda da capital gaúcha, Porto Alegre, mas sim de Caxias do Sul, da serra. O disco não é exatamente um disco indie apesar da alma independente da banda estar ali, permeando as dez faixas, com um cheiro da Honey Bomb Records. Mas só um cheiro agora. O álbum tem “costas quentes”, porque virou um dos projetos selecionados pela marca de cosméticos Natura, que o bancou com seu braço apoiador, o Natura Musical, além de contar com apoio financeiro também de órgãos culturais do estado deles, o Rio Grande do Sul. Com tudo o que esses apoio$$$ trazem em produção e produtores.

Talvez por conta de tudo isso, amarrado, o nome do disco traga um título-confesso, “Ansiedade na Cidade”, que permeou também o primeiro vídeo-single do novo trabalho, lançado aqui mesmo há algumas semanas, o Panca Úmida, muito bons tanto o vídeo quanto a música.

Catavento por Rodolfo Cemin 04

Conceitos filosóficos à parte, porque isso já foi falado aqui, a Popload vai além do streaming do novo Catavento lançado. Publicamos aqui, neste post, o álbum visual de “Ansiedade na Cidade”, discão rico e evolutivo de uma banda que construiu bom nome no indie nacional traficando na psicodelia, que vai dos anos 70 brasileiro até a pegada Tame Impala/Boogarins que marca a atualidade do indie nacional algo viajante, algo longe dos centros mais urbanos (com o que isso tem de bom e ruim).

Mais robusta sonoramente e na formacão (hoje um septeto), a Catavento arrisca mais e agora atinge timbres jazzísticos sem descambar, porque o indie moderno, deve ser o espírito do tempo, deste tempo, anda jazzie, groovie. Vivemos a era que o novo jazz lota clubes em São Paulo, festivais indies lá fora.

Mas voltando ao álbum visual, para o disco também falar a linguagem do Youtube, a banda botou uma menina para sair de casa e percorrer ruas de Caxias do Sul até chegar no QG da banda e de boa parte do bom rock novo do Rio Grande do Sul, o da gravadora Honey Bomb. Num deslocamento que leva o mesmo tempo de duração do disco, a ideia aqui é dar um movimento e uma diversidade de visuais que combina com o ritmo sonoro de “Ansiedade na Cidade”.

Um dos diretores do vídeo, Breno Dallas, conta um pouco sobre “a mensagem” e o aspecto ténico do disco visual.

“A ideia que tivemos para o vídeo que acompanha o álbum é de um lance ininterrupto, algo que conversasse com o álbum, que tem uma sonoridade bastante conceitual, com canções muito relacionáveis entre si. Assim este álbum visual foi produzido através de um único plano sequência de base, que mostra uma garota caminhando pelas ruas de Caxias do Sul. O vídeo é acompanhado por intervenções visuais de inúmeras origens, desde outras imagens do caminho da personagem captadas com uma segunda câmera até gifs e desenhos feitos pela própria banda, que também acompanham o encarte do álbum. As intervenções visuais mesclam noções de realidade aumentada e realidade diminuta: por vezes um segundo ângulo de um objeto se destaca no cenário, como se estivesse em um relevo tridimensional; em outras usamos croquís para “pixar” a imagem, diminuindo o campo de visão do espectador. Essas intervenções visuais buscam dialogar também com as músicas e com o sentimento passado por elas”.

O melhor mesmo é ver logo o novo disco do Catavento.

>>

CENA – Catavento, de Caxias do Sul, respirando ares ansiosos em novo e bonito vídeo. Álbum sai em agosto

>>

1 - cenatopo19

image (1)

* De Caxias do Sul direto para Cubatão. Grande banda das pequenas da cena brasileira, o septeto gaúcho Catavento lança agora, via Popload, sua música nova, “Panca Úmida”, som e vídeo, apontando para seu próximo álbum, o encorpado (já explico) “Ansiedade na Cidade”. Single sai hoje. Disco cheio, dia 3 de agosto.

Catavento por Rodolfo Cemin 03

“Panca Úmida”, a música, traz tipo um novo Catavento, antes um exemplar da nova psicodelia brasileira, principalmente a que vem da cena muito jovem do sul do país, principalmente ainda a que é propagada pelo excelente selo gaúcho Honey Bomb Records, hoje em dia mais “brasileiro” no alcance do que sulista na geografia. O que dá pinta com esse primeiro single da nova fase do grupo, rumo ao terceiro álbum, é que o som da banda “cresceu”, assim como sua formação. O Catavento, do primeiro disco (2014) e especialmente de “CHA” (2016) para cá, está mais universal, digamos. Ouve-se inclusive metais na canção.

CAPA_PancaUmida

Acima, a capa do single “Panca Úmida”, do Catavento. Abaixo, a capa do novo álbum, “Ansiedade na Cidade”, o terceiro da banda indie da Serra Gaúcha

CAPA_AnsiedadeNaCidade

“Panca Úmida”, o vídeo, tem uma história visual aflitiva para dar imagens à música nova do Catavento. E aí entra a citada Cubatão. Enquanto o som fala de enxergar na sombra, talvez uma pegada de conhecer além do que se vê, o vídeo traz uma menina com problemas respiratórios que busca uma cura através de outras respirações, enquanto que anda de moto inalando o ar na poluidaça cidade industrial da Baixada Santista.

Driblar problemas e inquietudes de opções urbanas não é fácil para ninguém, conta o Catavento no belo vídeo dirigido por Manoela Cezar e Pedro Geraldo, que também foi filmado em São Paulo. Curioso o fato de a banda, de uma das prováveis áreas mais respiráveis do Brasil, a Serra Gaúcha, escolher tal tema e tal cenário para o primeiro vídeo do novo álbum. Ansiedade?

A fase encorpada da Catavento se dá também nos selos que bancam o vídeo e o disco novos da banda gaúcha, como está bem mostrado nos créditos. Além da Honey Bomb Records, o selo Natura Musical em parceria com dois órgãos de cultura estatais, no caso do Rio Grande do Sul, financiam a pequena grande banda indie, cujas ambições agora não cabem mais na altitude do RS.

Como podemos ver por todos os lados de “Panca Úmida”, o novo vídeo, abaixo, em um lançamento Popload.

**

* As fotos do Catavento, a deste post e a da home da Popload que chama para este texto, são de Rodolfo Cemin.

>>

CENA – Festival Enxame oxigena a cena gaúcha (e não só) em camping ecológico

>>

popload_cena_pq

* Desde 2013 sempre (hiper)ativos, os gaúchos do selo Honey Bomb Records, de Caxias do Sul, vão dar um novo passo em sua história no próximo dia 4 de novembro, sábado agora. Junto de alguns importantes parceiros locais, eles irão realizar o Enxame, um dos primeiros festivais da serra gaúcha e também um dos recortes mais precisos do que de interessante está acontecendo na cena indie do Sul do país.

festival-enxame

A produção que acontece um mês antes do maior festival independente da região, o Morrostock, vai reunir algumas das principais bandas independentes da nova safra do sul do país. Supervão (foto da chamada para esta nota na home da Popload) de São Leopoldo, Catavento de Caxias, Cora de Curitiba e Musa Híbrida de Pelotas são alguns dos nomes que formam esse time de revelações recentes da cena, que vai do RS até Curitiba e ainda faz escala em Brasília. É, no Distrito Federal mesmo.

Mais do que apenas uma porção de shows de bandas do Sul, a Honey Bomb Records fortalece suas conexões nacionais com a participação de um dos destaques da cena do DF, os garotos do Supervibe. A banda, que se apresentou na última edição do Picnik e foi um dos achados da Popload em meio ao bom line-up do evento, viaja até o interior do RS junto de Miguel, uma das cabeças por trás do Picnik e atração confirmada com seu DJ Set localmente famoso, sob o nome de The Miguelitos.

Essa parceria entre Honey Bomb e Picnik não é de hoje, já que há algumas edições do clássico festival de Brasília quem auxilia na curadoria das bandas que integram o line-up do evento são os gaúchos do selo. Winter e The Blank Tapes da Califórnia e os Night Beats de Seattle são alguns dos nomes que surgiram da conexão HBR e Miguel.

Voltando à programação, o Enxame também vai seguir a onda dos festivais/conferências de música, trazendo uma série de painéis para tratar o futuro da produção independente nacional e todo aquele papo necessário que está rodando o país. Todos esses bate-papos acontecem em paralelo aos shows e avançam no início da noite.

Para quem quiser experimentar esse dia inteiro de imersão na cena indie do Sul, pode adquirir seu ingresso através deste link e conferir mais informações no site oficial do evento.

22499119_1962374760445739_4316125811970739208_o

O Enxame acontece, então, no sábado, a partir das 14 horas, no Cheiro de Mato Eco Camping (foto acima), no interior do Rio Grande do Sul. Logo abaixo você confere o vídeo promocional com a lista das atrações:

>>

CENA – Banda Catavento, de Caxias, estreia coletânea freak do selo FREAK, de SP

>>

popload_cena_pq

* E, como se não bastasse, a Freak, selo, produtora de festas e festivais, destacado estúdio superequipado e agitadores em geral do indie nacional apronta agora o Freaky Hits, coletânea de sons e vídeos gravados e produzidos em seu novo estúdio, na Vila Madalena.

freakyhits_1

O recorte é amplo. Comparecem à coletânea bandas como Catavento, do Sul, a paulistana Papisa, o projeto indie-elevado de Rita Oliva, o grupo Trombone de Frutas, do Paraná, e as gringas Alto Guiso (argentina) e Sonido Satanás (mexicana), todas bandas ou artistas que tocaram em festas recentes da produtora (XXXbórnia, na Trackers, Eu Quero É Te Ver Dançando e Premiera Freak, no Z) ou no festival CRIA, que aconteceu em 2016 na Casa das Caldeiras.

Todas as bandas passaram pelo equipadíssimo estúdio da Freak para gravarem uma faixa, que será lançada quinzenalmente aqui na Popload, com música e um vídeo de making of, este produzido pela Rústica Filmes.

O primeiro lançamento da Freak Hits é a boa banda psicodélica de Caxias do Sul, o Catavento, do interessantíssimo selo Honey Bomb Records, também de Caxias. A música do Catavento é a inédita “Ana Quarium”, de várias fases e duas línguas”. Ouça a canção, veja o vídeo “making of”.

>>