Em ceu:

Heineken forma uma Super Banda e cria uma Jukebox que toca músicas ao vivo para aquecer os intervalos dos shows no Popload Festival!

>>

É isso mesmo que você leu ali em cima. Achou que o lineup do Popload Festival tinha acabado, né? Vocês sabem que a gente adora uma surpresinha de última hora (quem lembra do show da AlunaGeorge no Heineken Hidden Stage, no ano passado?)!

Neste ano, a Heineken criou (apenas!) uma Jukebox para a música não parar nem nos intervalos dos shows! Mais: as músicas serão tocadas ao vivo. Mais: apresentadas por um pequeno-grande-lineup de estrelas da #CENA nacional, como Liniker, O Terno, Céu e Tropkillaz! Calma que ainda não acabou: o setlist quem escolhe é você, dentro de uma lista de grandes sucessos de bandas que já passaram pelo festival.

Respira.

Screen Shot 2018-11-08 at 22.58.34

O Terno

Em sua sexta e maior edição, o Popload Festival acontece no dia 15 de novembro, no Memorial da América Latina, em São Paulo, com grandes nomes nacionais e internacionais, como Blondie, MGMT, Lorde, Mallu Magalhães & Tim Bernardes, Letrux, entre outros.

A Heineken, patrocinadora do evento, contará com o palco Jukebox, que comandará os intervalos dos shows do festival. Para animar o público entre as três últimas atracões, a marca convidou Céu e Tropkillaz + Liniker e O Terno para tocarem as músicas escolhidas por meio do Wi-Fi do evento (disponibilizado pela Heineken no Memorial da América Latina) ou acessando em www.heineken.com/popload (tanto a página do link como a enquete estarão disponíveis somente no dia do evento!)!

Já no último intervalo, teremos a “SuperBanda”, que tocará as músicas mais votadas pelo público ao longo do dia!

tropkillaz

Tropkillaz

A configuração dos horários ficou assim: o palco Jukebox estreia com Liniker, da banda Liniker e os Caramelows, cantando ao lado do grupo paulistano O Terno! No próximo intervalo, a cantora Céu se une ao projeto de música eletrônica Tropkillaz. No último break, a “SuperBanda” formada por Martin Mendezz, Michele Cordeiro, Edimar Filho, Cris Botarelli, Emmily Barreto, Brvnks, Jaloo, Luiza Lian e Chuck Hipolitho encerra a noite de apresentações no Jukebox:

POST_horarios_jukebox

POPLOAD FESTIVAL 2018

Data: 15 de novembro
Local: Memorial da América Latina
Abertura das portas: 12h
Início dos shows: 12h15
Classificação etária: a partir de 16 anos desacompanhados. Menores entre 14 e 16 anos somente acompanhados de um responsável legal.
Proibida a entrada de menores de 14 anos.
Acesso: Portão 1 (Pista) e Portão 2 (Pista Premium)
Ponto de venda: Cine Joia @ Praça Carlos Gomes, 82 (próximo ao Metrô Sé e Liberdade). Funcionamento de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 14h e das 15h às 18h.

COMPRE O SEU INGRESSO AQUI

***
O Popload Festival é apresentado por Heineken! Aprecie com moderação.
#LiveYourMusic
***

EHR_LogoGreenPMS

>>

CENA – Bananada 5 de 7 – Baiana System, Céu, Ventre, Hierofante Púrpura…

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia. Dando continuidade à…

poploadbananada2017

Vamos encerrar, então, a cobertura do Bananada 2017, evento capilar da cena indie nacional que se encerrou no último domingo na destemida Goiânia, no setor dos indies. Tudo devia estar aqui na sexta passada, mas o mundo ficou meio louco neste último final de semana, então capitulamos. E agora retomamos o especial.

A sexta-feira do Bananada (falamos de 12 de maio) deu início ao festival “de verdade”, grande, cheio de palcos, tudo concentrado no lindo Centro Cultural Oscar Niemeyer. Parou a fase South by Southwest, entrou a fase Primavera Sound. Dois palcões responsa intercalava as atrações principais do dia, apresentados pelo “compere” Carlos Eduardo Miranda. Neles tocaram Baiana System, Céu (foto abaixo), Ventre, Fióti, Barro e mais uma galera.

ceu2

Do outro lado do festival, outros dois palcos representavam o “verdadeiro Bananada”, mais indie, menos gigantesco. O palco Slap, que perto da meia-noite virava o El Club, com DJs e performers para botar o povo para dançar (Jaloo, Selvagem). E, em frente, tinha o palco que reproduzia a Casa do Mancha (casa-clube de São Paulo), com shows do bom Raça, do meio-boogarins Luziluzia, o deslocador de tempo e espaço E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante e o Hierofante Púrpura, que, olha, perdi algumas coisas, vi parte de outras, mas o grupo de Mogi das Cruzes periga ter feito o show mais legal da sexta-feira. Talvez. Esses dois palcos “alternativos” tinham as atrações apresentadas pela incrível radialista Roberta Martinelli.

Abaixo, alguns dos momentos da sexta no Bananada 2017, em vídeos feitos por mim e fotos incrí do Ariel Martini, do I Hate Flashzaço.

Captura de Tela 2017-05-16 às 11.51.21 PM

O show ao vivo mais explosivo da cena brasileira, um “Asian Dub Foundation meets Major Lazer meets Carnaval baiano”, o Baiana System agitou o Bananada

***

***

Captura de Tela 2017-05-16 às 11.48.38 PM

Público do Bananada 2017 no Centro Cultural Oscar Niemeyer, durante show do Baiana System

***

***

Captura de Tela 2017-05-16 às 11.44.15 PM

A MPB do gueto de Evandro Fióti foi um dos destaques do primeiro dia “grande” do festival goiano

***

***

Captura de Tela 2017-05-16 às 9.14.38 PM

O trio carioca Ventre e seu show politizado em ação na 19ª edição do maior evento indie do Centro Oeste

***

***

Captura de Tela 2017-05-16 às 11.48.09 PM

Mais público do Bananada, mais Oscar Niemeyer, mais Baiana System

***

* A foto que ilustra a chamada deste post, na home da Popload, traz a baterista Larissa Conforto, do Ventre.

>>

CENA – E atenção, o Bananada “começa” hoje

>>

popload_cena_pq

* Popload desbravando Goiânia.

poploadbananada2017

Vista do Palco Chilli Beans, o segundo maior do Bananada, em show de Orquestra Sinfônica de Goiás, no dia gratuito do festival. Foto de Ariel Martini, do I Hate Flash

Depois de muito shows bons em casas legais, desde segunda à noite, mais o “teste” ontem com orquestra e o internacional Boogarins no enorme Centro Cultural Oscar Niemeyer, a sede oficial do evento, o festival Bananada 2017 realmente começa hoje à noite numa área com cinco palcos e quase 30 atrações.

O bombadão Baianasystem é a grande atração do primeiro dia, que ainda vai ter Céu, Ventre, Plutão Já Foi Planeta, Jaloo, Luziluzia e a bagunça disco dance da dupla Selvagem.

Captura de Tela 2017-05-12 às 5.02.45 PM

O lugar, cheio de edifícios geométricos, tem num canto dele uma deliciosa área com dois espaços de shows, longe dos dois palcos enormes. Um que reproduz a Casa do Mancha, de São Paulo, lugar para bandas indies do indie (Raça, Luziluzia, E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante e Hierofante Púrpura tomam conta do palco, e um outro com uma que tem bandas até 23h (The Baggios toca ali), depois vira palco dance com performance e DJs (Jaloo, Selvagem). Uma parede gigante branca, toda mapeada, dá o tom de qual hora é hora por ali.

Esse bonito parque de diversões indie projetado pelo Niemeyer, que tem até pista de skate no meio, recebe o público a partir das 18h. Os shows começam 19h e só terminam 5h. Ainda tem ingressos, disponíveis para a compra no site do festival.

Captura de Tela 2017-05-12 às 5.06.17 PM

Untitled-1

Captura de Tela 2017-05-12 às 5.16.48 PM

>>

CENA – Bananada 2017 rola nesta semana em Goiânia. Popload monta QG no festival

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia, terra de Fabríco Nobre. A partir de hoje e por toda a semana, até domingo, vamos ter a…

poploadbananada2017

Começa “pequeno” hoje, às 20h, em cinco lugares espalhados por Goiânia, Centro Oeste do Brasilzão, o 19º festival Bananada, um dos mais importantes festivais independentes do Brasil em uma de suas mais importantes edições. Até domingo, a cidade, prosaicamente conhecida como a terra do sertanejo, vai ser inundada por rock, eletrônico e nova-MPB e hip hop dos bons, até soul e funk, conduzidos por um line-up de respeito que terá do clássico Os Mutantes até os sanguinhos novos Rakta e Plutão Já Foi Planeta, de Selvagem a Barro, de Mano Brown e Karol Conka a Ventre e FingerFingerrr. Céu, Liniker, Hierofante Púrpura, Luiza Lian e Terno Rei. Maria Gadú, JP Cardoso, DJ Patife, Tulipa Ruiz, Far from Alaska e Forgotten Boys. Tem a esquadra goiana jogando em casa: Boogarins, Carne Doce, Black Drawing Chalks, Brvnks, Hellbenders e Overfuzz. E tem muito mais.

mutantes

As principais atrações farão suas performances em palcos espalhados no epicentro do festival, o suntuoso Centro Cultural Oscar Niemeyer.

A programação desta noite de estreia do Bananada está assim disposta:

Captura de Tela 2017-05-08 às 6.01.32 PM

Além da música, o Bananada montou programação que inclui artes visuais, ação de moda, cultura urbana (encontro de skate e tattoo) e um circuito gastronômico (Goiânia Rock City) que já está em sua quinta edição e conta com 30 espaços gastronômicos alimentando os locais e os visitantes que vieram à cidade para o Bananada.

A Popload já está instalada no centro nervoso da inteligência do Bananada, no espaço cultural Centopéia, em Goiânia, para cobrir o festival. E a batelada de shows começa daqui a pouco.

Ingressos para o Bananada, que vai crescer dia-a-dia no número de shows e tamanho das atrações, são encontrados no site do festival, que ainda traz todas as informações sobre esta 19ª edição. Acompanhe o Bananada pelo Instagram do festival.

>>

CENA – No Ar Coquetel Molotov turbina edição de Salvador com Ventre, Bagum e Céu

>>

cena

Banda Ventre, do Rio de Janeiro

Banda Ventre, do Rio de Janeiro

O ano de 2017 vai começar agitado em Salvador. E nem é por causa do Carnaval. Vem aí a edição baiana do grande No Ar Coquetel Molotov, evento pernambucano em doses especiais de expansão de domínio nacional, a primeira grande movimentação indie do ano que vem.

O evento acontece no Museu du Ritmo, dia 14 de janeiro, e adicionou novas atrações para sua programação. Além de Ava Rocha, Boogarins e OQuadro, que já estavam no line-up, a organização confirmou que Céu, Giovani Cidreira, Ventre, Lívia Nery e Bagum estão na programação de shows no local, que terá dois palcos e apresentação começando a partir das 17h.

Além dos shows, vai ter ainda algo parecido com uma feira-desfile da transgressora marca de roupas (e casa, ateliê, selo, experiência e processos multilinguísticos) recifense ACRE, do estilista Cassio Bomfim.

Os ingressos para o No Ar Coquetel Molotov em Salvador já estão à venda no site sympla.com.br pelos valores de R$ 20 (meia), R$ 40 (inteira) e R$ 30 (social). Para ter direito a ingresso pelo valor Social, é preciso doar um livro infantil (não didático) no dia do evento. As doações serão entregues após o evento à Biblioteca do Lalá no Rio Vermelho.

Banda Bagum, de Salvador

Banda Bagum, de Salvador

Serviço – No Ar Coquetel Molotov – Edição Salvador
Atrações: Céu, Ava Rocha, OQuadro, Boogarins, Giovani Cidreira, Ventre, Lívia Nery e Bagum
Quando: Sábado, dia 14 de janeiro de 2017, a partir das 17h.
Onde: Museu Du Ritmo (Travessa do Cais do Ouro – Comércio), em Salvador.
Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 30 (social) e R$ 20 (meia-entrada).
À venda pelo site www.sympla.com.br | Ingresso social com doação de livro infantil não-didático.
Realização: Maré Produções Culturais e Coda Produções Artísticas.
Patrocínio: Skol e Governo da Bahia, através do Fazcultura
Apoio: Spotify
Mais informações: www.facebook.com/noarcm e www.coquetelmolotov.com.br

>>