Em chic:

Que Chic! Nile Rodgers reúne sua trupe e lança primeiro disco em mais de 25 anos. Com direito a Lady Gaga e Elton John entre os convidados

>>

280918_chic2

O virtuoso guitarrista e produtor Nile Rodgers, adorado por ninguém menos que David Bowie, finalmente lançou nesta sexta-feira o primeiro disco de seu Chic em, atenção, mais de 25 anos. O título é sugestivo: “It’s About Time”.

A última vez que a trupe soul/funk/rock e tudo o mais soltou um álbum de inéditas foi láaaa em 1992. E este retorno vem em grande estilo, afinal o projeto conta com special guests da linhagem de Lady Gaga, Elton John, Emeli Sandé, Anderson .Paak, Vic Mensa, Craig David, entre outros.

Emeli e Elton John cantam juntos na faixa “Queen”. Já Gaga aparece em uma versão atualizada do hit “I Want Your Love”, lançado originalmente pelo Chic em 1979.

Tudo isso pode ser conferido nas plataformas de streaming, tipo o Spotify.

>>

Popload Radio – Hoje tem a volta do programa SOMA, com Chic e Maria Beraldo, entre outros destaques

>>

* A Popload Radio, depois de umas interrupções para ajustes técnicos digamos, com uma Copa do Mundo no meio, vai começar hoje à noite a retomar seus programas principais e começar a pensar em outros, que estão “na agulha” para estrear. A partir de agora e para além do Popload Festival, a programação vai começar a ficar intensa.

Nesta noite, às 21 horas, volta o SOMA, programa de new music ou de old-music-que-é-new pilotado pela Isadora Almeida. Sempre às terças, o SOMA reprisa amanhã, quarta, às 16h, e na quinta, às 11h.

Captura de Tela 2018-07-17 às 4.27.25 PM

Pelas contas da Isa, esse de hoje é o programa de número 26. E para essa volta ela traz como destaque a volta do CHIC, grupo que desde 1992 não lança álbum novo. 1992 é o ano em que a Isa nasceu. “It’s About Time” sai após 26 anos (olha a coincidência aí!) em setembro e ela toca no SOMA a música nova do legendária banda disco funk nova-iorquina, que claaaaaro tem colaboração da molecada nova, tipo Mura Masa, Anderson .Paak e Vic Mensa.

Mais no SOMA: tem o Interpol (foto acima) com música nova que mais parece música velha, o que pode ser considerado algo muito bom. Tem a Maria Beraldo (imagem da home da Popload), instrumentista e cantora que lançou o álbum de estreia neste ano, o “Cavala”, que a apresentadora lista como um dos favoritos dela do ano na cena brasileira.

E tem muito mais. Então não perde a retomada do SOMA, hoje às 21h.

** A Popload Radio pode ser ouvida em aplicativos. Tem app para iPhone e para celulares do sistema Android. Pode ser ouvida por aqui mesmo, neste site, na barra principal acima ou na aba “radio”, no menu. Também é alcançada no Facebook da Popload/Popload Gig, no item “Popload Radio”, na barra à esquerda.
 E está disponível no TuneIn, a plataforma americana de streaming ao vivo, que tem milhares de rádios cadastradas.

>>

Chic novo, Chic velho, Chic chique. As novas aventuras de Nile Rodgers

>>

160415_chic2

Meio que resgatado para o mundo pop graças à parceria matadora com o Daft Punk em 2013, o virtuoso guitarrista Nile Rodgers desde então não parou de trabalhar. Depois de se envolver em diversos projetos colaborativos com outros artistas, incluindo o Jota Quest, o conceituado músico americano hoje com 62 anos vai lançar o primeiro álbum com o Chic em mais de duas décadas.

“It’s About Time” chega ao mercado em junho e será o sucessor de “Chic-Ism”, lançado em 1992. De acordo com Rodgers, todos os álbuns do Chic são baseados em conceitos e este novo é, como indica o título, sobre o tempo. A inspiração do guitarrista se baseia em um período difícil e recente de sua vida, quando ele teve problemas de saúde. “Quatro anos atrás eu estava lutando contra um câncer agressivo e eu não estava certo sobre quanto tempo eu tinha de vida”.

A faixa que puxa os trabalhos do novo álbum é a disco-soul-funk setentista “I’ll Be There”, que foi apresentada pela banda no programa de Jimmy Kimmel. O grupo também aproveitou para reeditar um antigo clássico, “Good Times”, que dominou as paradas musicais no fim dos anos 70 e início dos 80.

>>

Damon Albarn cantando “Song 2”. Chic tocando “Get Lucky”

>>

* Tem a ver. Não totalmente, mas tem. Não me refiro ao chapéu.

Screen Shot 2014-06-11 at 15.01.33

* O onipresente Damon Albarn, líder da veterana britbanda Blur, anda em turnê bombada pelos EUA. Anteontem, o músico inglês se apresentou em Boston, no Royale. Lá, pela primeira vez em sua vasta carreira fora-Blur, ele cantou o hino de sua banda, a energética música “Song 2”. E, na ocasião, usava um chapéu de elefante. Ok? Eis dois vídeos do mesmo momento.


Damon Albarn é outro que vai ter anunciado nas próximas horas, oficialmente, sua vinda para o Brasil, no segundo semestre. Na Argentina estão divulgando que é 7 de outubro, em Buenos Aires. Estamos de olho.

* Enquanto isso, o veterano guitarrista Nile Rodgers, dono do Chic e grande colaborador do disco do duo francês Daft Punk do ano passado, furou os robôs e fez a primeira performance ao vivo, em show na França, do megahit “Get Lucky”, uma das músicas mais veiculadas no mundo nos últimos anos. MUma das mais veiculadas porém uma que nunca esteve presente em um show do Daft Punk, porque nunca teve um show do Daft Punk. “Get Lucky” chegou a ser ouvida em trucagens para televisão e uma vez numa apresentação solo do Pharrell Williams, a voz da música, que cantou um trecho. E, aqui, com o Chic de Nile Rodgers, “Get Lucky”, ganhou uma versão mulher.

>>

O ensaio do Daft Punk no Grammy com só uma pessoa na plateia

>>

200314_daftpunk2

Caiu na net o ensaio daquele que foi um dos grandes momentos do Grammy 2014. A preparação para a apresentação turbinada de “Get Lucky”, hit mor de 2013, com o aparato musical de nomes como Pharrell Williams, Nile Rodgers e Stevie Wonder pagando de “very special guests” do duo francês Daft Punk, que por sua vez não aparecia na TV há algum tempo, foi filmada com o Staples Center ainda vazio, mas com um Paul McCartney já na platéia. Haha. Não se perca nos nomes (e no período longo).

No medley, “Get Lucky” foi remixada com “Le Freak” (Chic) e “Another Star” (Wonder), que no grande evento fez até a Yoko Ono dançar.

O ensaio com captação de som mais redondinha e o ginásio vazio dá a entender que foi até melhor que a apresentação na premiação em si. O Paul concorda.

200314_daftpunk3

200314_daftpunk1