Em chile:

O festival cool Primavera Fauna, do Chile, em quatro vídeos VHS

>>

161115_morrissey

Neste fim de semana, rolou no Chile um dos festivais indies mais legais do continente. O Primavera Fauna levou para Santiago nomes como DIIV, Cardigans, Wild Nothing, Explosions in the Sky, Mac DeMarco, Simian Mobile Disco e o grande Morrissey.

Aos poucos, vão pintando vídeos dos shows por aí. Em uma busca rápida, nos deparamos com um usuário do YouTube chamado Diego Tapia, que resolveu incorporar certa nostalgia alternativa em seus registros e filmou algumas performances em VHS. Ou, talvez, com um app moderninho que emula o estilo de filmagem antiga.

Abaixo, alguns recortes legais de shows do Wild Nothing, DIIV, Mac DeMarco e o gênio Morrissey tocando a classuda “How Soon Is Now?”. Depois falamos mais de Primavera Fauna.

** A foto do Moz no Chile é do site Humonegro.

>>

Morrissey no Chile. O show completo em vídeo

>>

121115_mozchile1* Fotos: Canal 24horas

Tudo rolou lindo e foi aquela comoção geral de 12 mil pessoas fora de controle na noite de ontem em Santiago, quando Morrissey subiu ao palco em uma Movistar Arena lotada. A notícia boa é que o show foi transmitido para clientes de uma operadora de celular e já está no YouTube, mas em versão cortada.

São mais de 70 minutos de gravação, mas faltam as três primeiras músicas da apresentação, no caso “Suedehead”, “Alma Matters” e “This Charming Man”. O vídeo começa com a banda de Morrissey cantando uma versão em espanhol da antiga “Speedway”.

Abaixo, a Popload entrega esse registro quase completo em qualidade profissional e as faixas que faltam em versão amadora, gravadas pelo público. A agenda chilena de Moz continua hoje com uma apresentação no programa de TV local “El Informante”, onde o inglês toca as faixas “The Bullfighter Dies”, “Speedway” e “World Peace Is None of Your Business”. Sábado agora ele se apresenta no festival Primavera Fauna, também em Santiago.

Cabe lembrar que segue a promoção valendo pares de ingressos para os shows de São Paulo, Rio e Brasília no instagram.com/lucioribeiro, com o resultado saindo neste fim de semana.

Morrissey Setlist Movistar Arena, Santiago, Chile 2015, World Peace Is None of Your Business

>>

Chi-chi-chi-le-le-le: Primavera Fauna 2013 teve até Spiritualized

>>

261113_pf

Sim, tem piscinas no Primavera Fauna

Cada vez mais um centro interessante na América do Sul para se assistir shows, (a região de) Santiago foi palco de mais uma edição do delicioso Primavera Fauna, evento indie que acontece desde 2011 e que cresce a cada ano, com atrações cada vez mais ecléticas, mesmo que a imprensa local insista sempre em dizer que o charme do PF está em todo seu conjunto de experiências, não necessariamente por causa de um ou outro artista.

A edição 2013 aconteceu no último sábado e reuniu uma mistureba cool de novos nomes (especialmente) e alguns grupos mais veteranos, distribuídos em três palcos, entre eles o espaço “Pool Party”, que teve até o nosso The Twelves.

Nos palcos, rolou de M.I.A. a The Drums, passando pelo animado Cut Copy, o insano Spiritualized, o Brasil-sil CSS e os novos artistas com selo Popload Gig, Solange e Devendra Banhart.

Depois de todo o auê que reuniu mais de 20 bandas e 10 mil pessoas no Espacio Broadway, a Popload separou alguns vídeos dos shows que rolaram por lá, começando com um da galera.

Tá chegando, Brasil. O que rolou no Lollapalooza Chile e você vai ver por aqui

>>

* O Skrillex está logo ali. O Foo Fighters também. O Alex Monkeys na fase Elvis também. E o nosso Lolla vai ser melhor que o do Chile porque aqui vai ter os Racionais. E o Jockey Club é legal (pelo menos era). Mas vamos focar no Chile, primeiro.

Mais de 100 mil pessoas (dizem informes oficiais…) passaram neste final de semana pelo parque O’Higgins, de Santiago, na segunda edição do Lollapalooza Chile, que neste ano reuniu mais de 60 atrações musicais. Com espaço variado, o festival que chega sábado ao Brasil teve de show de marionetes para crianças à apresentação pesada do Foo Fighters, que fechou o evento com o prometido show imperdível de duas horas e meia, com Dave Grohl & Cia. se matando no palco.

Com uma mudança substancial no line-up, lá eles tiveram o show da Bjork encerrando os trabalhos no sábado (com mais 29 dançarinos no palco), pouco depois do Arctic Monkeys, que encerrará aqui o festival no próximo domingo, com o Jane’s Addiction tocando antes. No Chile, Perry Farrell não subiu ao palco com sua banda.

No sábado, o primeiro show “para valer” foi do Gogol Bordello, com todas suas referências possíveis ao Brasil. Com seus integrantes vestindo calça de capoeira e até camisa de gari do Rio de Janeiro, eles “enfrentaram o calor com canções frenéticas”, descreveu a imprensa chilena.

Mesmo não sendo – no papel – a atração principal da noite de sábado, o Arctic Monkeys arrastou uma multidão para um dos palcos principais. Enfrentaram problemas com o som no começo do show, mas no decorrer as coisas foram se ajeitando. Abriram a apresentação com “Don’t Sit Down Cause I’ve Moved Your Chair” e tocaram o tradicional set completo, com 20 músicas, fechando com o bis matador composto por “R U Mine?”, “Fluorescent Adolescent” e “505”.

No domingo, mais “rock”, pouco tinha passado do meio-dia e o Foster The People já desafiava o sol escaldante, mas com um reforço de 10 MIL PESSOAS. Pensa. O megahit “Pumped Up Kicks”, para variar, fez Santiago toda cantar a música. É o Indie fazendo história numa tarde ensolarada no Chile.

Quem também desafiou o sol foi a moçada incrível do Friendly Fires. Mas eles a gente já sabe que não ligam para essas coisas. O louquinho Ed Macfarlane fez seu show intenso de sempre, mesmo que nas primeiras músicas não se pudesse ouvir a voz dele direito, outra vez por causa de problemas de som. O TV on the Radio foi elogiado e o MGMT foi o de sempre: “músicas ótimas, show apático”. Nem “Kids” e “Time to Pretend” animaram a galera.

Mas (quase) todo mundo estava lá para ver o Foo Fighters, obviamente. Com a mesma estrutura dos shows lá fora, incluindo a passarela que Dave faz questão de utilizar logo nos primeiros acordes do show, a maior banda de rock do mundo hoje fez seu prometido show de 2 horas e meia, “como se fosse o último”, destacou a imprensa chilena. Desfilou hit após hit. Abriram com “All My Life” e seguiram com “Rope”, “The Pretender”, “My Hero”, “Learn to Fly” e “White Limo”, esta última dedicada ao… Skrillex.
Segundo relatos, todo mundo sobreviveu para curtir “o resto” do show.

No final, em dobradinha que já era prevista, Dave convidou Joan Jett para tocarem o clássico “Bad Reputation”, a penúltima da apresentação, que foi fechada com um dos hinos da banda, “Everlong”.

* A imprensa chilena destacou que algumas coisas que “não funcionaram” na organização confusa e caótica em 2011, foram melhoradas. Mesmo ainda não chegando ao ideal. Diante do alto número de visitantes, foram colocados mais funcionários fluentes em inglês e português como guias. Aumentaram o número de bilheterias e pontos de venda de comida e bebida. Mesmo assim, não foram suficientes para atender a demanda. Fora isso, entrou todo o atual aspecto “ecológico”, com os projetos “Carbono Neutral” e “Rock & Recicle”, dos quais participaram mais de 1.500 voluntários reciclando o lixo espalhado pelo parque.

>>

Chilenos já se emocionam ao encostar no Morrissey. Brasil vê antes show do… Marco Morrissey

>>

* Ele está no meio de nós. “Nós” enquanto sulamericanos, entende?

* O cantor maravilhoso e ser humano incrível Morrissey já chegou ao Chile, ontem, para os shows que fará nesta semana no festival de Viña del Mar e Santiago, respectivamente sexta e domingo. O cantor começa sua série de três shows no Brasil no dia 7 de março, em BH.

Morrissey no Chile, ontem

* Ao dar seu primeiro rolê em solo chileno, Morrissey virou matéria de jornais e telejornais, porque foi a um restaurante e saiu para dar um passeio. Fãs o seguiram e deram emocionados depoimentos só porque o tocaram. Morrissey em dias de Justin Bieber.

*****

* MORRISSEY NO BRASIL-IL-IL – Antes dos shows do Morrissey por aqui, uma movimentada agenda pré-Morrissey toma conta de São Paulo, no calor da vinda do ex-Smiths.

– Sábado, no clube Vegas (rua Augusta), tem show do cantor Marco Morrissey, o “Morrissey Brasileiro”. Flyer e vídeo abaixo.

– No dia seguinte, no domingo, no parque Trianon, av. Paulista, vai ter um encontro de fãs do Morrissey. É o Morrissey Day, tipo um piquenique para a galera se conhecer, falar sobre Smiths e ainda ver um show acústico do Marco Morrissey, esse homem charmoso de São Paulo. Dá pra ver o show do Marco Morrissey no Vegas, sábado, dormir um pouquinho, e depois no domingo ir no piquenique Morrissey no Trianon. Tudo organizado pela página Morrissey Brasil no Facebook, que já está vendendo camisetas do Morrissey no Brasil, no feice. Que beleza!

>>