Em christina & the queens:

Noruega. Øya Festival consagra Massive Attack e o… Skepta

>>

* Popload em Oslo. A cidade-modelo, capital-beta, a terra da maior qualidade de vida da Europa, a das esculturas bem lokas.

Untitled-1

* A gente fala que São Paulo às vezes tem as quatro estações no mesmo dia, mas ninguém leva isso tão a sério e a extremos como Oslo, do pouco que eu pude sentir aqui. E só com duas estações: a mais quente e a mais fria. O verãozão em Oslo, entre 12 e 15 graus, ontem reservou dia de um sol lindo. Exposto a ele, a temperatura ia a uns, sei lá, 22. Quando rolava a sombra, alguma nuvem o tampava, caia para uns 8.

* E quando o melhor show do primeiro dia do Øya Festival, o do parque em sim, quatro palcos e uma tenda eletrônica cheia de atrações europeias e americanas, foi o do rapper britânico Skepta? Olha o que o grime está aprontando na cena… Nem se fala nos Estados Unidos, se misturando com a cena hip hop local. Graças ao Zane Lowe, a Beats 1, à Apple Music. Mas isso é um assunto para depois.

* Claro, teve o magistral Massive Attack, num concerto triunfal, diversificado, bonito de ver. E com o resgate daquilo que mais deu fama ao trip hop roots do grupo inglês: a atmosfera criada ao vivo. Se você penetrá-la, é showzão. Mas o que eu digo sobre o Skepta é o que eu mais gosto em uma apresentação: a troca de energia com o público. Essa foi brutal. Aquele exército de loiras novinhas se matando ao som do Skepta. Foi impressionante.

IMG_7605

* E essa Christine & The Queens, acima, francesa bombator com deliciosas canções pop e um show no limiar do cafona, com muitas covers e dancinhas, mas que ela não só não deixa a coisa descambar como se transforma numa figura magnética no palco. Gostava dela antes. Gosto mais agora depois de vê-la ao vivo.

Abaixo, mais algumas fotos e vídeos ainda do primeiro dia do Øya Festival no parque, na quarta-feira. Fico devendo o mesmo sobre os shows de ontem:

IMG_7679

Anthony Gonzalez na fase capuz do comecinho do show às vezes ótimo, às vezes sonolento do M83 no Øya Festival

***

***

IMG_7689

O frenético artista grime britânico Skepta, em seu show no menor e mais vibrante palco do festival norueguês

***

***

***

***

** A Popload está em Oslo, Noruega, a convite do Øya Festival.

>>

Efeito Brexit: vídeos do Glastonbury são regulados para quem não é inglês. Mas…

>>

…Temos sessions especiais.

Bastille

Começou a palhaçada. O festival de Glastonbury, um dos mais youtubáveis dos grandes festivais do planeta, que sempre inunda nossas timelines de links ótimos, fechou o cerco para quem não é britânico ou está no Reino Unido. Damn it, Brexit.

Mas, por enquanto, a BBC libera em sua série “Introducing” algumas saborosas sessions feitas em “área seca”, dentro do Glastonbury, ou mesmo no palco Introducing, aberto ao público mesmo.

Abaixo, performances especiais da incrível Christina & The Queens, do Catfish & The Bottlemen, do Travis, do 1975, do lindo Formation, do Bastille, do White Denin e da performááática Chrstina, novamente.

** A foto deste post é do Bastille, tirada por Emma Swann, para o site “DIY”. A da home é do “Independent”.

>>