Em clap your hands say yeah:

POPNOTAS – O hino “Biko” está de volta, o que é bom e ruim. Os discos novos de Django Django e Clap Your Hands Say Yeah. E r.i.p. para o inovador do áudio Rupert Neve

>>

* Olho na nota, ouvido no streaming. O belo grupo britânico Django Django
lançou sexta-passada “Glowing in the Dark”, seu quarto disco, que carrega entre outras delicinhas os singles “Free from Gravity” e “Waking Up”, com participação certeira de Charlotte Gainsbourg. Com o disco novo, o Django Django segue com seu indie-dance atualíssimo buscando às vezes roçar o pop perfeito. E, se não conseguindo, em alguns momentos chegando perto.

* Outro álbum de destaque lançado na sexta-feira, que merece nossa orelhada atenta, é “New Fragility”, do Clap Your Hands Say Yeah, banda indie outrora grande do circuito nova-iorquino, capitaneada pelo insistente Alec Ounsworth, o sujeito que em algum momento teve a melhor voz da música independente numa época de grandes e marcantes vozes. Se vale nossa indicada, além de “CYHSY, 2005”, o primeiro single, dê uma chance para a faixa “Thousand Oaks”, para entender de onde vem o feliz paralelo do indie americano viajante proporcionado por bandas como o Clap Your Hands, o War on Drugs, Cake e Future Islands, para citar só algumas, “novas” ou mais antigas. Como disse uma resenha que eu li na “Rough Trade”, a loja, a respeito do disco, o Clap Your Hands Say Yeah confronta as doenças modernas com espiritualidade.

* Um dos mais reconhecidos engenheiros eletrônicos da história das gravações e da música, o britânico Rupert Neve morreu no sábado aos 94 anos, no Texas, onde vivia com a esposa. A causa apontada foi de pneumonia, seguida por um ataque de coração fulminante. De suas muitas criações eletrônicas, talvez a mais reconhecida seja a mesa de mixagem analógica Neve 8078, cujas poucas unidades estiveram pelos estúdios mais famosos do mundo. No filme “Sound City”, de 2013, onde Dave Grohl conta a história do Sound City Studios em Los Angeles, a mesa Neve de Neve é uma das protagonistas, já que por ela passaram álbuns como “Nevermind”, do Nirvana, e “Pinkerton”, do Weezer. Dave Grohl comprou a Neve do Sound City para o seu próprio estúdio.

* Em 1980, o músico Peter Gabriel, ex-Genesis, gigantesco à época, lançou “Biko”, uma música de protesto que inundaria rádios e estaria em seu terceiro álbum de enorme vendagem, disco com uma famosa capa que tinha metade da cara derretendo. “Biko” foi uma canção de posicionamento de Gabriel, superativista, contra o regime segregacional da África do Sul, o apartheid, uma das maiores bandeiras sociais do mundo à época. Steve Biko foi um ativista preto que morreu sob custódia da polícia sulafricana em 1977 e virou um dos mártires do movimento.
Agora, 40 anos depois, o músico reuniu uma galera forte ao redor do mundo para regravar “Biko”, mesmo nome, várias novas causa sociais. Com artistas e bandas como Yo-Yo Ma, Cape Town Ensemble, Sebastian Robertson e o baixista Meshell Ndegeocello, num total de 25 músicos de sete países, Peter Gabriel atualiza “Biko” para o movimento Black Lives Matter, ainda para falar de brutalidade policial e outras tristes agendas. Porque, infelizmente, “Biko” ainda combina com os dias de hoje.

>>

POPNOTAS – Apeles e Bertoni levam o lindo drama indie ao parquinho, Duran Duran firmeza, Khruangbin e o vídeo remixado, Clap Your Hands Say Yeah novo

>>

– Desde que o The Kills resolveu abrir o baú de memórias da banda na pandemia, ganhamos uma chuvarada de vídeos e músicas inéditas. Nesta semana fomos atualizados com uma nova leva de entrevistas, apresentações e filmagens dos próprios fãs. O acervo está disponível no site oficial da banda. Nesse material, um vídeo novo, para a faixa “The Search for Cherry Red”, do último lançamento da banda, que, como te contamos, está brilhantemente carregado de músicas que estavam engavetadas, B-sides e outras raridades legais. Porque o nome da banda é The Kills.

– Vem por aí um novo álbum da outrora grande banda indie americana Clap Your Hands Say Yeah. “New Fragility”, o sexto disco, chega ao mundo no dia 12 de fevereiro. O primeiro single, “CYHSY, 2005”, acabou de ser lançado. Embora o título da faixa remeta ao ano em que o grupo da Filadélfia conquistou espaço junto à cena de Nova York que tomou o mundo, o clima do som lembra o tom mais sóbrio/adulto que Alec Ounsworth, líder da banda e único integrante da formação original, anda dando aos lançamentos mais recentes do grupo.

simon

– O Duran Duran entra para a lista de artistas que se esforçam para respeitar a quarentena. Porque, a gente sabe, tem um monte de nomes grandes na música que não se esforçam nada, muito pelo contrário. O vídeo para a versão de “Five Years”, que a banda gravou em homenagem aos 5 anos sem David Bowie, é todo montado a partir de gravações isoladas de cada integrante. Alguns deles nem no mesmo país estavam.

– Saudades de aglomerar no show do Khruangbin no Popload Festival, né? A psicodélica banda texana lançou um senhor disco ano passado, “Mordechai”. “Dearest Alfred (MyJoy)”, uma das faixas mais suaves do álbum, ganhou um belo vídeo, dirigido por The Kennedys, um programa de estágio liderado por Preety Mudhar na agência criativa Wieden+Kennedy London, e um remix caprichado do produtor californiano Knxwledge. Aqueles remix que subvertem a versão original, sabe? A versão também ganhou vídeo visualmente remixado dos tais Kennedys, pegando o original e fazendo sobreposições de animação e filmagem, para criar a estética de remix. OK com tudo isso?

– Um feat. de mão dupla da nossa CENA, daqueles que não tem um artista puxando o bonde, sabe? É assim “Ricochet”, uma parceria que é um “clash de indies de respeito” do Apeles e do Gustavo Bertoni (off-Scalene) na composição e na construção da gravação – com ambos na voz, Gustavo no violão e Apeles entre o synth, piano e guitarra. Um vídeo lindão com a participação da atriz Michelle Boesche também já está no ar.

>>

Bata palmas e diga sim! Ouça o novo disco do Clap Your Hands Say Yeah

>>

200914clap

Depois e viajar o mundo com a turnê “10th Debut Album Anniversary”, que inclusive passou pelo Brasil para aquele tal Popload Gig em agosto de 2015, a banda indie americana Clap Your Hands Say Yeah lança no dia de hoje seu novo disco, “The Tourist”.

Grupo do circuito Filadélfia-Nova York, o CYHSY surgiu no fervo do novo rock no meio dos anos 2000 e pegou a transição do som-para-se-ouvir-no-quarto para som-de-bombar-pista.

E é justamente uma mistura dessas duas nuances que podemos conferir nas 10 faixas novas que estão no disco da banda do distinto Alec Ounsworth, abaixo.

>>

Bata palmas e diga sim! A volta do Clap Your Hands Say Yeah com música nova e tudo

>>

131216_clap2

Depois e viajar o mundo com a turnê “10th Debut Album Anniversary”, que inclusive visitou o Brasil através de um tal Popload Gig em agosto de 2015, a banda indie americana Clap Your Hands Say Yeah anunciou para 2017 o lançamento de seu novo disco.

Grupo do circuito Filadélfia-Nova York, o CYHSY surgiu no fervo do novo rock no meio dos anos 2000 e pegou a transição do som-para-se-ouvir-no-quarto para som-de-bombar-pista.

O novo álbum se chama “The Tourist” e chega ao mercado dia 24 de fevereiro. Junto com o anúncio, a banda liberou capa, lista de músicas e o primeiro single, “Fireproof”.

The Tourist – tracklist
01 The Pilot
02 A Chance to Cure
03 Down (is where I want to be)
04 Unfolding Above Celibate Moon (Los Angeles Nursery Rhyme)
05 Better Off
06 Fireproof
07 The Vanity of Trying
08 Loose Ends
09 Ambulance Chaser
10 Visiting Hours

LP-JACKET

>>

Clap Your Hands Say Yeah a caminho do Brasil: o show, a festa, o pôster e uma playlist para ir aquecendo

>>

facebook_header

Teve início agora neste final de semana que passou a etapa sul-americana da esperada turnê “10th Debut Album Anniversary”, do grupo americano Clap Your Hands Say Yeah. A banda, do circuito Filadélfia-Nova York, comemora seus dez anos de carreira e principalmente do lançamento de um dos discos mais importantes daquele frutífero meio dos anos 2000, ainda no fervo do novo rock. Disco esse que fazia a gente dançar muito na pista do Milo e na da Funhouse, quando o indie-rock havia passado, então e definitivamente, do som-para-se-ouvir-no-quarto para som-de-bombar-pista (quem diria…).

Atração da turbinada próxima edição do Popload Gig, NO SÁBADO QUE VEM, no Cine Joia, a banda vai sim tocar na íntegra o disco de onde saíram hinos como “The Skin of My Yellow Country Teeth” e “Upon This Tidal Wave of Young Blood”.

Faltando exatamente 5 dias para o show em São Paulo, preparamos um combo especial pra você ir se aquecendo:

CYHSY

Para começar, o cartaz especialmente feito para esse show, criado pelo diretor de arte Manu Mazzaro. O pôster será vendido no dia do show em tiragem limitadíssima. Esse não vai durar muito na lojinha, não, fica esperto pra garantir o seu… Agora, se quiser mostrar o seu talento e tentar a sorte, use a hashtag #poploadgig nas fotos que você postar no Instagram durante o show. A gente aqui da Popload escolhe a foto mais legal e, se o click for seu, entrega o pôster para você.

attachment

Também criamos uma playlist no Spotify, que inaugura o perfil oficial da Popload no aplicativo. A mixtape (como a gente chamava em 2005) do Popload Gig #38 com CYHSY está caprichadíssima! Os DJs da Funhell, Selvagem, Fer Cardoso e o grupo Aldo The Band (todos na foto acima) escolheram suas músicas preferidas para pista, de 2005 a 2015. A gente também aproveitou para selecionar as nossas e alternar as escolhas dos responsáveis pelo antes e depois do show principal, com algumas das faixas do primeiro disco do CYHSY. Ficou bem divertido e é um esquenta perfeito para o sábado:

As escolhas dos convidados estão detalhadas abaixo:

ALDO THE BAND
The Chemical Brothers – Wide Open
Mark Ronson – Daffodils
Baxter Dury – Pleasure

FUNHELL
Arcade Fire – Wake Up
The Walkmen – The Rat
Maximo Park – Graffiti

Fer Cardoso
Unicorns – I was born a unicorn
Passon Pit – Sleepyhead
Lilly Allen – Not Fair

SELVAGEM
Claptone feat. Clap Your Hands Say Yeah – Ghost
Majestique – Must Get There (Dubka Remix)
Atomic Rooster – Play It Again

E é sempre bom lembrar os motivos que fazem deste Popload Gig um programa obrigatório. Sabadão tá aí.

Popload Gig #38 com Clap Your Hands Say Yeah

10th Debut Album Anniversary Tour
Quando – 29 de Agosto (Sábado)
Onde – Cine Joia (www.cinejoia.tv)
Quanto – R$70,00 (meia) e R$140,00 (inteira).
Ingressos – livepass.com.br

Mais informações em: www.poploadgig.com

>>