Em Coachella:

O Melhor do Twitter: “O Zuck, o Nick & a Bey” edition

>>

***
Direto ao ponto: esta edição extraordinária do OMDT é culpa da sexta-feira 13 com Nick Cave. O (outro) lado bom é que ela chega numa segunda-feira pós-Beychella. Win-Win. Também temos Animais Anti-Fascistas, Gatos Melodramáticos, Anitta x Hanseníase, Empreendedorismo x Astrologia, o Leifert Imigrante, o Robô do Zuck e o Velho chamado Nick. E muito mais.
***

Coachella, mas pode chamar de Beychella. O show completo da diva pop e dezenas de fotos do festival da Califórnia

>>

30716260_10156085320496648_1520130750169481216_n

Por maior que seja um festival, às vezes, acontece do evento ser de certa forma “engolido” por um artista. E por mais que o Coachella tenha lá seus quase 200 shows, diversos palcos, gente bonita, as babes, vodka, sorvete, bandas pequenas, bandas médias e artistas consagrados, a edição de 2018 já ficou marcada pela presença de Beyoncé, ao ponto do festival estar sendo chamado de Beychella 2018.

Tudo bem que o evento que acontece em Indio, apesar de big e esgotar ingressos para seus dois finais de semana de forma antecipada, tem perdido a relevância nos últimos anos justamente por escalar artistas de grande escalão como headliners, por dar uma atenção maior para a música eletrônica radiofônica e de certa forma deslocar cada vez mais bandas médias, um pouco por culpa delas. Ou é superindie ou superpop, não tem meio termo.

Tudo bem, também, que alguns festivais tão grandes quanto (ou até maiores), tipo o Glastonbury, Primavera Sound e Roskilde ainda se viram com programações equilibradas e mantêm ainda boa parte de suas origens. Pode incluir o Popload festival aí também. Hehe. Mas isso é discussão para outra hora.

Voltando para o Beychella. Basta dar uma rápida conferida na imprensa internacional para vermos classificações como “histórico”, “espetacular” e “lendário” para o show de duas horas da principal estrela do pop nos últimos tempos, em uma apresentação que ocorreu com delay de um ano, já que em 2017 Beyoncé estava escalada, mas precisou cancelar sua presença no evento porque estava grávida.

De volta, ela não perdeu tempo, escalou um balé de 100 dançarinos, dividiu o palco com seu marido Jay-Z, a irmã cool Solange e suas amigas de Destiny’s Child, e enfileirou hits no deserto da Califórnia, fazendo do seu show uma atração a parte do festival, para muitos maior que o festival. Até para o The New York Times, que não teve pudor em cravar em suas páginas: “Beyoncé Is Bigger Than Coachella”.

** Mas o Coachella não viveu só de Beyoncé neste seu primeiro final de semana. St. Vincent, Moses Sumney, Vance Joy, David Byrne, Belly, Perfume Genius, The War On Drugs, Soulwax, Vince Staples, First Aid Kit, Eminem, Angel Olsen, Fidlar, alt-J e muitos outros fizeram seus shows no campo de polo em Indio. Um pouco de cada a gente vê abaixo, em fotos. Como bônus, o tal show da Beyoncé em vídeo, completo, que não deve durar muito na internet. Setlist aqui.

A gente volta a falar de Coachella na nossa programação ainda.

++ FOTOS ++
Créditos: Coachella e Desert Sun

30716472_10156085317926648_7912278938414481408_n

30704027_10156082722496648_5603591273576398848_n

30704174_10156085319991648_1200265440211763200_n

30704875_10156082716096648_205113507614556160_n

30705443_10156082720051648_3962071055266217984_n

30705931_10156085318926648_5402617736478064640_n

30706848_10156082719991648_7940233596348923904_n

30710073_10156082717446648_4197529224086552576_n

30710077_10156082717836648_3242982620975333376_n

30710119_10156085319966648_6056334290327699456_n

30710138_10156082719481648_7955532312806948864_n

30710266_10156085320291648_3222556559674441728_n

30712103_10156085318231648_1426952018798313472_n

30713206_10156082720061648_4119315369955426304_n

30714267_10156085320251648_8312291443376914432_n

30716055_10156085319171648_7250053225422782464_n

30724705_10156082720206648_793959751598735360_n

30725172_10156085320221648_273617162243932160_n

30727045_10156082719346648_6107450955270193152_n

30727325_10156085319336648_6947526900302479360_n

30727633_10156082719781648_5724499791279292416_n

30727819_10156082719426648_4294473310336450560_n

30727917_10156085320371648_5538219839811747840_n

30729697_10156082720416648_7606709792173719552_n

30729924_10156085319001648_5257326393083035648_n

30741099_10156085318676648_1753285802906877952_n

636594291423362608-coachella-sunday-week-one-41

636594291426794652-coachella-sunday-week-one-42

636594291440366826-coachella-sunday-week-one-46

636594291477963308-coachella-sunday-week-one-53

636594314058908234-coachella-dolab-2

636594314074040525-coachella-dolab-5

636594314075288549-coachella-dolab-4

636594314135973716-coachella-sunday-2-6

636594314738925311-coachella-PTM-1

636594314751717557-coachella-PTM-4

636594314783386166-coachella-PTM-12

636594314804446571-coachella-PTM-11

636594320930345355-mathcing

636594320932061377-bunny

636594426743265340-coachella-night-8

636594426775557754-coachella-night-2

636594426789753936-coachella-night-12

bleachers

fidlar

>>

Prepara o sofá: Coachella começa hoje na Califórnia. E serão transmitidos quase 100 shows neste final de semana

>>

tr_stvincent7

* Ele já foi maaaaaaaaaais importante, mas OK. O lindo Coachella Festival, que antes chapava sonoramente, mas agora se vale de seu gigantismo e principalmente do visual do deserto, começa hoje em Indio, na Califórnia, vai até domingo e se repete no outro final de semana.

Com topo de lista que tem nomes como The Weeknd, Beyoncé e Eminem, mas ainda assim recheado de coisas boas por motivos de 170 atrações, o festival que dista três horas de carro de Los Angeles, meia hora de Palm Springs, anuncia a exibição, via streaming no YouTube, de 92 apresentações (e contanto). Tudo aqui, em três canais.

Abaixo, fizemos uma seleção dos melhores shows que serão exibidos em 3 canais. Há um canal bônus, de Realidade Virtual. Chique. Ao fim, “nossa” agenda.

HOJE
Vince Staples – 23:40, Canal 1
Belly – 23:50, Canal 3
Bleachers – 22:50, Canal 1
Greta Van Fleet – 21:30, Canal 2
Perfume Genius – 23:40, Canal 2
St. Vincent – 23:30, Canal 1
SZA – 00:30, Canal 1
The Neighbourhood – 21:55, Canal 1
The War on Drugs – 22:35, Canal 1
The Weeknd – 03:25, Canal 1

******************************

AMANHÃ, sábado
alt-J – 04:05, Canal 2
Alvvays – 23:35, Canal 2
Angel Olsen – 21:30, Canal 1
Beyoncé – 03:10, Canal 1
BØRNS – 22:10, Canal 1
Chic ft. Nile Rodgers – 20:15, Canal 1
Chromeo – 21:05, Canal 1
David Byrne – 00:20, Canal 2
Declan McKenna – 19:35, Canal 2
Django Django – 20:45, Canal 2
First Aid Kit – 21:20, Canal 1
Fleet Foxes – 03:10, Canal 2
HAIM – 01:15, Canal 1
Jungle – 02:25, Canal 3
MØ – 23:10, Canal 2
Post Malone – 00:10, Canal 1
Tyler, the Creator – 00:05, Canal 1
Wizkid – 19:35, Canal 3

******************************

DOMINGO
ODESZA – 01:55, Canal 1
FIDLAR – 22:50, Canal 2
Kamasi Washington – 00:20, Canal 2
Migos – 03:05, Canal 1
Miguel – 01:00, Canal 1
Nothing But Thieves – 20:25, Canal 2
Petit Biscuit – 22:00, Canal 3
Portugal. The Man – 22:00, Canal 1
Soulwax – 02:10, Canal 2

>>

Perfume Genius x Soulwax. Angel Olsen x Chromeo. Fleet Foxes x Oh Sees. Os dramas reais dos horários do Coachella

>>

210317_perfumegenius2

Nos próximos dois finais de semana, será realizada mais uma edição do cada vez mais pop Coachella, evento que para a Califórnia e que tem contado com um line-up cada vez mais, hmmmm, eclético.

Como são dezenas de shows durante três dias, chegou a hora do público meio que se desorientar com os choque de horários costumeiros dos grandes festivais.

Na sexta, por exemplo, SZA, Perfume Genius e Soulwax vão bater de frente. DREAMS, o novo projeto que envolve o Luke Steele (Empire of the Sun) e Daniel Johns (Silverchair), que tem muita gente curiosa para assistir, tem seu show no mesmo horário da diva St. Vincent. The War on Drugs e Vince Staples também estão no mesmo tipo de conflito.

300714_chromeo

No sábado, algumas pegadas mais nervosas: HAIM x Fleet Foxes x Oh Sees (os indie chora), e ainda Angel Olsen x Chromeo.

No domingo as coisas estão mais tranquilas, apesar que quando o rapper Eminem fazer o show principal, o grupo A Perfect Circle também estará em outro palco.

Abaixo, os horários dos shows:

coasexta

coasabado

coadomingo

>>

CENA – Coachella Festival chama Boogarins. Vai ter Beyoncé, Eminem, Jamiroquai e indie goiano no deserto da Califórnia

****** Feliz Ano-Novo, galera. Paz, amor e muita música!!!! ******

1 - cenatopo19

* Eminem, The Weeknd, Beyoncé…Boogarins. Saiu o line up do Coachella, um dos principais festivais do planeta. Talvez o mais famoso, ao lado do Glastonbury e Reading. O megaevento do deserto da Califórnia já foi bem melhor e tals, porque entre outras “infâmias” atuais botar Jamiroquai no topo é um pouco demais (como se o Bananada escalasse o Jota Quest, digamos), mas tem um nominho ali no meio de sua vasta escalação que enche de orgulho a nossa CENA.

No meio de tanto hip-hop e r&b, e até algum indie aqui e ali, o Coachella convocou para sua edição de 2018 o grupo psicodélico goiano Boogarins. Os caras mais viajados da cena indie nacional fecharam o último ano com um dos melhores discos de 2017 (quinto lugar no top ten da Popload), uma turnê extensa de datas esgotadas e um 2018 encaminhado para voar ainda mais longe. Como esperado, os primeiros resultados do ano passado agitado começaram a aparecer logo no segundo dia deste novo. Olha eles lá, na melhor parte do line-up, que para nós são os nomes em letras de teste de oculista:

booga

Além da ótima surpresa em português, outros nomes importantes de 2017 também entraram para a lista: SZA, St. Vincent, Fleet Foxes e The War On Drugs, donos de discos importantes do último ano, ganharam destaque na escalação do festival.

E, porra, o Coachella vai registrar a real volta do Belly, importante banda garageira feminina que fez barulho bom desde Boston no comecinho dos anos 90, no vapor daquela coisa chamada Nirvana. O grupo, liderado pela inesquecível Tanya Donelly (Throwing Muses, Breeders), ensaiou uma voltinha com uns shows poucos em 2016 e 2017, mas a confirmação do Coachella e a notícia de um disco novo em abril valoriza muito o retorno da banda, que tinha acabado lááá em 1996.

Um pouco mais longe de seus headliners quaquá, também apareceram outras boas novidades no line-up do Coachella. O radar Popload aponta: Os filhos do Led Zeppelin Greta Van Fleet, a revelação da cena eletrônica Yaeji e os pós-punks do Priests são alguns dos nomes menores que merecem atenção. Junto deles, uma mescla de medalhões e indies do momento que vão de David Byrne até o agora bombado Portugal, the Man.

boogarins

* Os Boogarins tocam em São Paulo no dia 18 de janeiro, na Casa Natural Musical, em show de lançamento do vinil “Lá Vem a Morte”, o álbum lançado no ano passado. Infos aqui.

** O Coachella acontece em dois finais de semana de abril. O pôster do line-up mostra as datas.

>>