Em cocteau twins:

Popnotas – E o Dylan chega às lives. E a Nandi Bushell “acaba” com os Arctic Monkeys. E a Miley Cyrus enfia Cocteau Twins nos novinhos

>>

– Miley Cyrus resolveu sacar um cover de “Heaven or Las Vegas”, do saudoooooso e especialíssimo grupo inglês Cocteau Twins, em uma apresentação sua em… bem… Las Vegas anteontem. Onde mais? Engraçado que ela começa o cover com um “Ninguém conhece essa”, de olho no seu público da geração z, já que os mais velhos sabem que essa música é um hit até que bem popular, não? Talvez seja impressão nossa, vai saber. A batalha geracional segue quente no mundo. Mas é lindo ver os novinhos engolirem um Cocteau Twins in tha face, não? No mesmo show, ela mandou ainda um “FREE BRITNEY. We gotta free this bitch!”. Tudo aí embaixo. Boa, Miley!

– Por falar em batalha geracional, o encontro entre Matt Helders, baterista do Arctic Monkeys, com a jovem Nandi Bushell, 11 anos, ganhou mais alguns capítulos. Os finais. Ela fez uma entrevista com ele – que vai de perguntas do tipo “Suas bandas favoritas?” até “Marvel ou DC?” – e a dupla ainda atacou mais uma parceria em “R U Mine?”. Nandi também celebrou recentemente mais um feito: ela é a baterista mais jovem a aparecer na capa da tradicional revista britânica “Modern Drummer”, em sua edição de junho, publicação para adeptos das baquetas.

Modern-Drummer-June-2021-COVER-1

– Ainda em termos de conflitos geracionais, Bob Dylan vai se render após um ano e tanto à onda das “lives”. No caso, uma apresentação virtual gravada, mas é o mesmo conceito quase, vai. Está programado para o dia 18 de julho a exibição desse show que foi gravado, atenção para a conexão com a primeira nota, em Vegas. Complicado é o preço do ingresso (para nós): 25 doletas. A promessa é que “Shadow Kingdom”, nome da apresentação, trará repertório clássico do músico – e, pelo que entendemos, em versões especiais para a ocasião. Algo que nem é uma novidade, já que Dylan é reconhecido por sempre mexer um pouco em arranjos ao vivo. Mas, vá lá, é o Dylan!

>>

The Weeknd vai lançar nos streamings, pela primeira vez, sua famosa mixtape de estreia, “House of Ballons”

>>

* Inimigo número 1 do Grammy, o preterido músico superstar canadense The Weeknd vai lançar neste final de semana, nos serviços de streaming e pela primeira vez, sua primeira mixtape, a famosa “House of Ballons”. O trabalho de estreia de Abel Tesfaye foi lançado de graça em seu site e depois no Youtube em 21 de março de 2011. House of Balloons é um endereço de verdade na cidade do Canadá, um casarão tipo buffet de festas.

Quem anunciou esse movimento foi o próprio Weeknd, em seu Twitter. Ele promete que os mixes originais e todos os samples usados (Cocteau Twins, Beach House, Siouxsie and the Banshees, Aaliyah) vão estar todos mantidos.

Além do digital, o músico confirma também uma edição em vinil da mixtape, em tiragem limitada e o encarte todo armado pelo conhecido artista Daniel Arsham, de Nova York. Coisa fina.

O sample da famosa “Happy House”, hit do grupo pós-punk inglês Siouxsie and the Banshees, que o Weeknd transformou em “House of Balloons / Glass Table Girls” na mixtape, cantando em cima, foi notícia recentemente, quando apareceu num blend de músicas ao vivo durante sua bombástica apresentação no último Super Bowl, em fevereiro.

Outros de seus samples marcantes para seu trabalho de estreia são “Master of None”, do duo americano Beach House, em “”The Party & The After Party”, e “Cherry-Coloured Funk”, do grupo inglês Cocteau Twins, que virou “The Knowing” sob os cuidados criativos de Abel.

A gente relembra eles abaixo:

>>

Mark Lanegan e Cocteau Twins se misturam ao Duke Spirit em novo single

>>

080416_dukespirit2

Já faz mais de uma década que a banda inglesa Duke Spirit lançou seu bom disco de estreia, “Cuts Across the Land”, que fez o grupo abrir diversos shows de grupos como R.E.M., Queens of the Stone Age e Jane’s Addiction.

Neste meio tempo, os britânicos de Londres soltaram três álbuns, o último deles “Bruiser” (2011), que enfim ganha o seu sucessor.

Dia 6 de maio será lançado “KIN”, quarto álbum que tem como um dos principais atrativos o single “Wounded Wing”, que conta com as participações luxuosas de Mark Lanegan nos vocais e Simon Raymone (Cocteau Twins) tocando piano.

A canção foi liberada pela banda hoje e pode ser ouvida abaixo.

>>