Em connan mockasin:

Connan Mockasin e Andrew VanWyngarden, do MGMT, lançam música que está em trilha de filme sobre surf

>>

mockasin_slider

Em junho, o selo Mexican Summer, em parceria com a marca de roupas de surf Pilgrim Surf + Supply vão lançar um filme chamado “Self Discovery For Social Survival”. E a trilha, indie também, conta com nomes como Allah Las, Peaking Lights, e ainda Connan Mockasin e Andrew VanWyngarden, este último do MGMT.

E é justamente da dupla acidental formada por Connan e Andrew que surgiu a faixa experimental e psicodélica “Bad Boys”, divulgada hoje.

O filme foi rodada no México, nas Maldivas e na Islândia, e tem lançamento marcado para o dia 18 de junho. Quatro dias antes sai esta trilha indie.

* O trailer:

>>

Melhores do Ano da Popload. Qual o SHOW INTERNACIONAL de 2018? Vote

>>

* Estou em dúvida aqui se tiro o Nick Cave da contenda, para facilitar para os outros. Você me entende? Ou não?

Mas ok, vamos lá. Melhores shows internacionais do incrível ano de 2018 de taaaaaantas apresentações gringas boas. Escolha o seu em nossa enquete ou aponte outro que não está nas opções oferecidas.

4 - 141218_lcd
3 - 141218_ff

Ano que começou com Phoenix em Curitiba, teve o espetacular Gorillaz na chuva no Jockey, todo o Lollapalooza com os mágicos LCD Soundsystem, Liam Gallagher e David Byrne, não esqueçamos a Laninha Del Rey arrasando, o especialíssimo Mogwai tropicalizando um barulho no Butantã, os supraindies Connan Mockasin e Thee Oh Sees, o galã Father John Misty chamando todo mundo para uma intimidade no palco do mais bonito auditório do Brasil, At the Drive in brigando com fãs da Lorde, a Lorde em si e de sutiã, o Death Cab for Cutie tocando sentado mas tocando, a volta incrível do Franz Ferdinand, a dobradinha Foo Fighters & Queens of the Stone Age, o fodaço Deerhunter. A reta final com Morrissey e New Order.

Teve também três shows históricos. O histórico porque é sempre histórico Radiohead, o primeiro do Roger Waters no Allianz, mais pela tensão política absurda e provocando quase uma guerra de classes e de pensamento real, e o transformador Nick Cave & The Bad Seeds, retornando ao país para uma dessas experiências sonoras e sensoriais que fica muito injusto chamar de “show”.

A gente, semana que vem, vai publicar aqui duas listas. Uma de melhores da Popload em si, outra dessa convocação deste post, chamando você a votar através deste link aqui. VOTE!!!

Grande parte dos concertos sugeridos tem um “olhar paulistano”, por causa da força de SP como praça de shows e tal. Fique livre para votar, por exemplo, no Noel em Belo Horizonte (eu estava lá e até votaria, se…) ou Franz Ferdinand em Natal.

2 - 141218_radiohead
1 - 141218_lorde

** A foto do LCD Soundsystem no Lolla, a primeira deste post, é de Marcelo Brandt, do G1. Na sequência, o Franz Ferdinand em ação em São Paulo, do Fabrício Vianna/Popload. A do Radiohead, a terceira, tem crédito de César Tavares, do G1. A que fecha, da Lorde, é de Fabrício Vianna, da Popload, assim como a do Nick Cave, na home.

>>

O indie vai invadir o Nordeste. Depois do Franz Ferdinand em Natal, Connan Mockasin vai tocar em festival no Recife

>>

mockasin_slider

Todos os caminhos indies levam ao Nordeste. Depois do Franz Ferdinand ser confirmado como atração do festival MADA, em Natal, mais um nome dos bons da cena gringa se apresentará na região.

O pequeno gênio louquinho Connan Mockasin estará na programação do tradicional Festival No Ar Coquetel Molotov, que neste ano se realizará pela 15ª vez, em Recife.

O festival acontecerá no feriado de 17 de novembro, no Caxangá Golf & Country Club, e já tem armada uma festa de abertura dois dias antes, no feriado, com a cantora pop americana Azealia Banks, esta acontecendo no Bailito.

Connan Mockasin também vai se apresentar em São Paulo, no dia 14 de novembro, no Fabrique. Na bagagem, Mockasin traz ao Brasil seus dois bem bons discos “Forever Dolphin” (2011) e “Caramel” (2013). Se ele cumprir a palavra, em outubro lançará mais dois álbuns.

No Ar Coquetel Molotov 2018

BAILITO
SHOW COM AZEALIA BANKS

Data: Quinta-feira, 15 de novembro.
Horário: 21h.
Local: Bailito
Endereço: Rua Carlos Gomes, 390 – Prado
Ingressos:

R$ 200 (2º lote – inteira);
R$140 (2º lote – social: levar 1 kg de alimento não-perecível)
R$100 (2º lote – meia)

Casadinha – Azealia + festival no Caxangá Golf Country Club)
R$140 (2º lote – meia)
R$195 (2º lote – social: levar 1 kg de alimento não-perecível)

CAXANGA GOLF COUNTRY CLUB
SHOWS COM CONNAN MOCKASIN, LUEDJI LUNA, MARIA BERALDO, DUDA BEAT, MC TROINHA E MUITO MAIS ATRAÇÕES

Local: Caxanga Golf Country Club – Av. Caxangá, 5362 – Iputinga
Data: Sábado, 17 de novembro
Horário: A partir das 13h
Ingressos LIMITADOS: 1º Lote: R$45,00 (meia), R$90,00 (inteira) e R$60,00 (social – levar 1 kg de alimento não-perecível)
Link para compra online | https://www.sympla.com.br/no-ar-coquetel-molotov-2018—15-anos__301290
Pontos de venda:
Barchef (Casa Forte e Shopping RioMar)
Redley (Shopping Recife) – terça a sábado, das 12h às 21h
Avesso (Avenida Rui Barbosa, 806) – seg a sexta, das 9h30 às 19h30 e sábado, das 9h às 18h.

>>

Doideira indie para agitar nosso calendário doido: Connan Mockasin vem ao Brasil em novembro

>>

040514connan

Cantor e compositor que a gente adora, e que diferentemente da nossa Lorde, parece ter saído mesmo da Nova Zelândia, terra de contrastes, oceânica, colada como se fosse um apêndice na psicodélica Austrália, Connan Mockasin fará sua estreia em palcos brasileiros no fim deste ano.

Ele é aquele cara que faz uma psicodelia a seu modo, torta, neozelandesa, que às vezes parece indie do Brooklyn, em outras parece… sei lá o quê. Space rock? Dream pop mais para nightmare pop? Mockasin tem sua receita própria.

Enfim. Voltando ao Brasil. Haha. Connan virá ao Brasil para um show em São Paulo, dia 14 de novembro no Fabrique, ali na Barra Funda. Reparou que é tipo véspera daquele tal Popload Festival? Dá para aproveitar o rolê.

Os ingressos em primeiro lote já estão disponíveis no site sympla.com.br. O preço é R$ 80 e a produção da galera esperta do Balaclava Records.

Na bagagem, Mockasin traz ao Brasil seus dois bem bons discos “Forever Dolphin” (2011) e “Caramel” (2013). Se ele cumprir a palavra, em outubro lançará mais dois álbuns, que estarão fresquinhos no show daqui, hein?

>>

Indie do indie. Saiu o disco de estreia do Soft Hair, banda do Sam Dust com o Connan Mockasin

>>

041016_softhair2

Nas últimas semanas, o mundo da música alternativa conheceu o Soft Hair, improvável duo formado pelo Sam Dust (Late of the Pier e LA Priest) e o Connan Mockasin, uma das figuras mais imprevisíveis e complexas do indie moderno.

Connan vem da Nova Zelândia e é dono de uma psicodelia peculiar, torta, neozelandesa. Que às vezes parece indie do Brooklyn, em outras parece… Space rock? Dream pop mais para nightmare pop?

Agora ele junta essa complexidade toda ao Sam, que é seu amigo desde 2009, quando o neozelandês abriu uma turnê do Late of the Pier. Desde então, eles trocam figurinhas e, enfim, resolveram fazer um projeto juntos, batizado Soft Hair, banda e disco, que pode ser ouvido abaixo. No total, são 8 faixas inéditas.

>>