Em cuz i love you:

Old but gold. Lizzo novinha e no auge em session para a rádio The Current

>>

Captura de Tela 2020-12-14 às 4.18.22 PM

* A Current, emissora indie esperta de Minneapolis, Minnesota, é uma das nossas rádios prediletas neste mundão de rádios legais. Nem tanto para ouvir direto, mas mais como fonte de produtos legais e postáveis, tipo suas sessions.

Daí que de vez em quando, nestes tempos pandêmicos, eles sobem uns arquivos legais de sessions antigas, selecionadas, editadas, como o fizeram no último semana com um vídeo de três músicas de duas sessions que a bombástica Lizzo fez para eles, em 2014 na luta do reconhecimento (“Paris”) e no auge do sucesso como diva do pop americano com pendência de estilo ao hip hop (“Cuz I Love You” e “Juice”, megahits).

Na legenda do vídeo, a Current agradece o fato de que Lizzo é de Minneapolis e vivia nos arredores da rádio, o que facilitou o comparecimento dela às sessions, antes que o sucesso estrondoso a afastasse do local.

Dá uma olhada na Lizzo em sessions em Minneapolis.

0:00 “Paris” (2014)
3:11 “Cuz I Love You” (2019)
6:17 “Juice” (2019)

xhttps://youtu.be/c8w-7yc4hFA

>>

Brrrrrrrrrrrrr!! A bombástica Lizzo segue provocando fenômenos. O da música número 1 hoje nos EUA e o do vídeo com a Missy Elliott

>>

lizzo

* “Tempo”, faixa do disco explosivo “Cuz I Love You”, lançado em abril, o terceiro álbum da estelar cantora americana Lizzo mas o seu primeiro grande sucesso fora dos meandros do hip hop, ganhou vídeo hoje, recebendo status de novo single lançado.

Tanto música quanto vídeo têm a presença ilustríssima de Missy Elliott, histórica rapper e produtora do hip hop americano, de enormes serviços prestados e uma das primeiras a realmente fincar a bandeira feminina no universo do rap.

Uma das grandes revelações de 2019, mesmo estando em seu terceiro álbum ( que entrou logo em sexto nas paradas da “Billboard”, quando saiu), a “texana” Lizzo (está baseada em Houston) fez um dos shows mais comentados do comentadíssimo Glastonbury 2019, tanto pela desinibição com seu corpão “fora dos padrões” quanto por sua indefectível tocada de flauta, sim flauta, como na incrível “Juice”, talvez seu maior sucesso. Embora…

Bem nesta sexta-feira de lançamento do vídeo de “Tempo”, chega a notícia que uma outra música de Lizzo, que nem é “Juice”, foi parar no primeiro lugar de mais tocada das rádios americanas. A inesperada “Truth Hurts”, lançada em 2017 e portanto nem está no disco “Cuz I Love You”, mas pegou carona no calor que o álbum provocou no pop americano.

“Truth Hurts”, que conta os probleminhas de Lizzo com um ex do sexo masculino, é uma daquelas músicas de sucessos acidentais, as chamadas “sleeper hit”, que viraliza do nada (ou do quase nada) e pega a planejada indústria da música de surpresa.

Veja abaixo, então, o chacoalhante vídeo oficial de “Tempo”, com participação da deusa Missy Elliott, e a performance bomber de Lizzo em “Truth Hurts”, vestida de noiva, no recente Glastonbury Festival inglês.

Que mulher!

>>