Em Dan Snaith:

Caribou reaparece e lança “Home”, sua primeira música desde 2014

>>

081019_caribou

O talentoso produtor Dan Snaith deu sinal de vida e soltou sua primeira música enquanto Caribou em cinco anos. “Home” é a nova música do artista canadense e surgiu a partir da canção homônima de Gloria Barnes.

“Estou sempre ouvindo muita música e, às vezes, um loop surge até a mim. É perfeito demais. Foi assim que aconteceu com ‘Home’, de Gloria Barnes. Eu continuava voltando a ele, pretendendo fazer algo, mas sem saber exatamente o quê. Às vezes, fazer música parece um processo do qual estou encarregado. Mas há outros momentos em que as coisas simplesmente chegam até a mim e meu trabalho é apenas seguir a toada”, disse em comunicado.

O último disco cheio de Caribou é “Our Love”, lançado em 2014. Em 2017, ele soltou o álbum “Joli Mai” e neste ano o EP “Sizzling”, no entanto, projetos do Daphni.

>>

Olha o Dan Snaith na praça de novo, anunciando seu segundo disco em três meses enquanto Daphni

>>

100615_dan2

O prolífico Dan Snaith, detentor de diversas personas musicais como Caribou e Daphni, anunciou para sexta-feira agora um novo disco pelo último nome citado.

“Joli Mai” chega composto por canções não lançadas e outras com versões alternativas de outro disco, “fabriclive93”, que ele lançou láaaaa em julho. DESTE ANO.

Ou seja, Dan Snaith está soltando seu segundo disco em três meses e dele conhecemos hoje o single “Carry On”. Vale lembrar que Dan passou não faz muito tempo também pelo Popload Gig, aí como Caribou.

>>

Cinco motivos para você não perder o showzaço do Caribou em São Paulo

>>

facebook_header

>> Falta UMA semana para, talvez, o melhor show do ano (até o Popload Festival, provavelmente)! Dan Snaith, o homem por trás de vários projetos que amamos e o responsável pelo CARIBOU, grande representante da cena eletrônica hoje, chega a São Paulo para uma apresentação única. No Popload Gig. Apenas uma das atrações mais concorridas do Primavera Sound 2015, com shows lotados nos festivais mais legais do mundo ao seu alcance no Cine Joia e, confia em mim, você não vai querer ficar de fora. Temos alguns bons motivos para você sair para dançar em plena quarta-feira:

1 – Primeiro show no Brasil após o lançamento de Our Love

Tá, o Caribou já tocou por aqui lá em 2010. Faz quase sete anos, o presidente era outro, não tinha crise política, não tinha tido Copa, nem Olimpíadas e um monte de gente que é vidrada no som do cara hoje em dia nem tinha saído da escola/faculdade. Mas a maior diferença de todas para o show que a banda fará na próxima semana é que não tinha Our Love. Considerado amplamente o auge do grupo até agora, o disco foi elogiado pelas maiores publicações do mundo – incluindo a Popload – e ganhou destaque como um dos melhores álbuns eletrônicos desta década. Coisa de gente grande, né? Abaixo dá pra sacar as músicas do disco que viraram clipes e depois já aproveita o embalo e dá play no disco inteiro.

2 – É melhor ao vivo que em disco

Em estúdio o Caribou é só o Dan Snaith, que assume a responsa inteirinha pra si. Só que ao vivo, a coisa toma forma e se juntam a ele Ryan Smith, Brad Weber e John Schmersal e aí, meu amigo, o bicho pega de verdade! Os caras já tocaram nos maiores festivais do mundo com plateia lotadaça e o resultado final é sempre o mesmo: ÉPICO. É difícil até descrever como o som dos caras se junta às luzes do palco pra criar um efeito único e avassalador. Por isso a gente nem vai tentar, a gente vai te deixar com alguns vídeos abaixo para você ficar com esse gostinho na boca.

3 – Dan Snaith saca tudo de música

A gente assume que pra você fazer bem música você tem que conhecer bem música. Mas não é sempre assim que acontece e quando a gente vai pesquisar mais a fundo as influências de um artista ou sacar o que ele anda ouvindo, não é raro se decepcionar. Não é o caso de Dan Snaith, que montou esta playlist com o que ele anda escutando para se preparar para o show e ela não sai do repeat por aqui. Tem clássicos como Arthur Russel e The Zombies, o monstro do hip-hop underground Madvillain e até representante brasileira – a cantora carioca Joyce, que fez sucessos nos anos 80. A gente convida você a viajar junto no colorido e diverso mundo de Snaith:

 

4 – Não é só um showzaço – são DOIS!

Às vezes a vida é boa demais. E é o que vai poder comprovar quem estiver no Cine Joia no dia 22 de março, na semana que vem. Isso porque além do Caribou, a abertura vai ficar por conta do Aldo, the Band, escolhido diversas vezes como um dos melhores shows nacionais da atualidade. A gente é suspeito para falar porque ama o trabalho dos irmãos André e Murilo Faria desde o comecinho, mas se tem um lugar que a mistura de eletrônico e punk foi feita é para o palco. O som potente, a energia sensacional é daquelas que faz a gente ficar ofegante no fim e nos deixa pensando o resto da semana no que acabou de presenciar. Dúvida? Espere e verá. E aproveita para, enquanto isso, curtir uns vídeos dos brothers e ficar com o gostinho:

5 – O palco é um bom e velho conhecido

Os shows vão acontecer no Cine Joia, no centro de São Paulo, com metrô pertinho e táxi e Uber na porta. Fácil de chegar, lugar conhecido do nosso público, com aquela vibe linda de sempre. E o jogo de luzes e o som moderno do Caribou tem tudo para fazerem um par perfeito com a decoração e a arquitetura clássica do Joia. Quem já foi a algum show por lá sabe que de qualquer lugar da casa é como se você estivesse na frente do palco. Então, a próxima quarta tem tudo pra ficar marcada como o dia em que rolou uma antológica rave-indie e você pode fazer parte dessa história ou só ouvir falar depois.

Garanta já seu ingresso para o show do Caribou no Cine Joia aqui!

 

**a foto do Caribou na home é de Burak Cingi.

>>

#SpoilerAlert! O que esperar do show do Caribou no Popload Gig?

caribouspoileralert02

TÁ CHEGANDO! Na semana que vem, Dan Snaith e seu cultuado Caribou desembarcam em São Paulo pra fazer um show inesquecível no Cine Joia. O cara já lotou palcos no Glastonbury, Coachella, Primavera Sound e Pitchfork Festival e faz o primeiro show dele por aqui depois do lançamento do já clássico disco Our Love. E porque a gente não se aguenta de ansiedade, demos aquela stalkeada nas redes pra saber o que esperar dessa rave-culto-missa-indie-eletrônica que vai rolar no dia 22.

* Cuidado, esse post contém spoilers! *

SETLIST

O Caribou não toca ao vivo desde a metade do ano passado, quando passou pela Europa, o que faz com que a banda venha pra este show no Brasil sedenta de palco e o que torna o setlist uma caixinha de surpresas. Mas o último deles, em Londres, foi assim:

Leave House
Our Love
Silver
Mars
All I Ever Need
Bowls
Hannibal
Jamelia
Back Home
Odessa
Can’t Do Without You
Sun 

PLAYLIST

A Playlist da vez, para rodar junto com todos os discos do Caribou no aquecimento, é uma que foi montada pelo próprio Dan Snaith com tudo o que ele está ouvindo no momento. E o cara está tão pilhado para o show que tem até brasileira na lista, veja só:

INSTAGRAM

Se você ainda não sabe, o show do Caribou é total VIBE! Com jogos de luzes acompanhando o som, o negócio é psicodelia pura:

#cariboumusic #caribouband @caribou_band #movementdetroit #redbullsoundselect

Uma publicação partilhada por Tom Z (@postfuture) a

***
É para fechar os olhos e entrar na onda igual ao rapaz aqui:
***

Overall Mood at Caribou concert last night. #Caribou #SUN #firstave #CaribouMusic #mood Uma publicação partilhada por Laurax Olson (@lauraxamo) a

***
O maior baile indie/eletrônico que você respeita:
***

***
Música com cheiro, gosto e MUITA COR:
***

TWITTER

Se no DJ set ele já levanta a galera, imagina no ao vivo:

***
O cara faz até os alemães sambarem. (Tradução: O CARIBOU FOI SIMPLESMENTE FODA!)
***

***
Saca só a vibe:
***

***
Até o Owen Pallet se rendeu:
***

***
E até os franceses entraram na dança.
***

** Logo você vai ficar de fora? Não dá, né?

 

Garanta já seu ingresso para o show do Caribou no Cine Joia aqui!

 

>>

A espera acabou. Caribou traz seu elogiado show ao Brasil em março, exclusivo SP, no primeiro Popload Gig do ano

>>

Captura de Tela 2017-01-13 às 9.54.21 AM

* Está aí um nome do qual a gente estava atrás há muuuuito tempo. O cultuadíssimo Caribou, banda-projeto do produtor canadense Dan Snaith (o sujeito abaixo) e um dos destaques ao vivo da música eletrônica moderna, do indie-eletrônico, da neo-psicodelia, de como você quiser “catalogar” o som do talentosíssimo músico de voz única ainda por cima, vem tocar no Brasil em março, dentro da primeira edição do Popload Gig de 2017. A primeira em São Paulo, na real, porque dia 24 agora tem em Curitiba o Popload Gig “Verão”, com Slightly Stupid e Donavon Frankenreiter.

A apresentação única do Caribou acontece no dia 22 de março, “coladinho no Lollapalooza”, no Tropical Butantã. Na abertura teremos a performance incrível do grupo paulistano Aldo The Band.

Captura de Tela 2017-01-13 às 9.55.41 AM

Coachella, Primavera Sound, Pitchfork Paris, Boiler Room. Por onde o Caribou passou nos últimos tempos, principalmente depois de lançar o marcante “Our Love”, disco de 2014 que tem o lindo hit “Can’t Do without You”, o show da banda canadense era o que mais empolgava, segundo a imprensa musical.

Com sua música eletrônica sutil, algo psicodélica, colorida e experimental, Caribou é um dos grandes representantes da cena alternativa da atualidade, tanto no indie quando na eletrônica. Com currículo extenso, que inclui até um doutorado em Matemática, o multifacetado Dan Snaith grava e se apresenta ainda como Manitoba e Daphni, este último cada vez mais respeitado e presente em (longas) discotecagens pela Europa e mais especificamente em Londres, onde o produtor reside.

Mas é com Caribou que ele gosta de contar histórias e de explorar sonoridades, instrumentos e gêneros musicais. Lançou cinco álbuns e atingiu enorme sucesso comercial com Swim, de 2010, considerado um dos melhores discos daquele ano por publicações como o jornal inglês “The Guardian” e o site americano “Pitchfork”.

Foram quatro anos até o lançamento de “Our Love”, o mais abrangente deles em termos sonoros (e o mais intenso e pessoal), o que atingiu um público mais amplo e diversificado e o que contém, de novo, uma das músicas mais tocadas de 2014, a citada “Can’t Do Without You”. Ao vivo, este tem sido sempre o momento mais emocionante de suas apresentações recentes. E não foram poucas: além da turnê com o Radiohead (Thom Yorke é fã assumido), Caribou tocou em absolutamente todos os festivais da Europa e Estados Unidos. Encerrou o festival Primavera Sound 2015, em Barcelona, para uma plateia gigantesca, e fez shows memoráveis e lotados em festivais como Pitchfork Paris e Coachella, onde transformou, neste último, a tenda eletrônica no espaço mais concorrido do dia.

Captura de Tela 2017-01-13 às 9.53.47 AM

A banda paulistana Aldo The Band, capitaneada pelos irmãos André e Murilo Faria, que fazem bom uso de suas referências que vão de Happy Mondays a Prince, trazendo para a pista uma mistura dançante e divertida de guitarras, sintetizadores e batidas eletrônicas, faz as honras de abertura do Caribou.

Aldo é groovie, dance & rock, tudo ao mesmo tempo. O primeiro disco (Aldo Is Love) foi lançado em 2013 e o segundo, o elogiado Giant Flea, em 2015. No ano passado, tocaram nos espanhóis Primavera Sound e BUME Festival e fizeram shows em Liverpool e Paris. Na capital francesa, gravaram novo material no famoso estúdio da dupla AIR, o Atlas Studio. André é o responsável pelo vocal e pela guitarra. Murilo, ou, DJ Mura, fica a cargo dos synths, da programação e dos teclados. O baixista Izzy Cobra Snake e o baterista Érico Theobaldo completam o time. Para 2017, a banda planeja o aguardado terceiro disco da carreira.

CARIBOU faz show único no país no dia 22 de março de 2017 no Tropical Butantã, em São Paulo. Os ingressos custam de R$120,00 a R$370,00 e já estão à venda em www.ticketload.com.

>>