Em database:

Vote Database para presidente

>>

premierepopload_10

Database1_Crédito Hick Duarte

* O irrequieto duo electrobaladeiro Database, Lúcio Morais e Yuri Chix, conexão SP-Recife da produtiva música eletrônica brasileira, volta com várias notícias eleitoreiras, a começar com single e vídeo novos. “Database for President”, o ótimo single, é uma pegajosa dance music, que parece Prodigy dos velhos tempos, numa rotação mais devagar e com uma pegada na paz, sem a violência da banda inglesa. Tô viajando?
Ouça (e veja) aqui, na Popload, com exclusividade.

“Database for President”, o single, traz o vocal convidado de Aily Iglesias, que um dia cantou na banda “post-apocalyptic cosmic troubadours” Jacuzzihidive. Em seu trabalho com o Database, Aily assina como Tidal Caves, uma nova persona. O disquinho ainda vem com remixes de Sugar Hill, Drunky Daniels e o “nosso” F82.

Mas não se engane: o Database está se lançando como candidato nos EUA, onde o single será distribuído, via o selo Life on Planes, do DJ White Shadow, amigão produtor da Lady Gaga. Como campanha promocional, desde a semana passada a dupla brasileira lançouum santinho impresso e virtual pedindo voto. Quem “pegasse” o santinho e inserisse um código, poderia fazer o download gratuito da música e seus remixes.

“Database for President” é a primeira música a surgir no primeiro álbum de Lúcio e Yuri, que será lançado ainda neste ano, no primeiro semestre, prometem.

O vídeo de “Database for President” é o bom desenvolvimento de uma ideia simples. Com uma edição ágil e imagens bem escolhidas, mostra momentos de turnês passadas do Database no Brasil e nos EUA.

Ouça a música, veja o vídeo. E vote nos caras.


* A foto deste post, tanto quanto a da home da Popload, são de propriedade do fera Hick Duarte.

>>

Database invade a “Casa” do Emicida e sai de lá com um remix ótimo

>>

Screen Shot 2015-10-08 at 17.19.22

* A dupla electromoderna Database, que é brasileira mas podia ser francesa e frequentar o cast da Kitsuné, pegou sem autorização a música “Casa”, do Emicida, para fazer um remix seu. E as notícias são que o rapper ouviu e gostou.

Ficou bem boa, mesmo. “Casa” é faixa espertíssima que consta do álbum “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa…”, de Emicida, lançado em agosto. Ganhou ginga a mais nas mãos do Database.

A dupla, que se divide entre Nordeste e Sudeste para produzir e se apresentar (Lucio Morais está no Recife, Yuri Chix vive em São Paulo), está com um álbum pronto com músicas próprias e cheio de participações: Savoir Adore, Aldo, Patrick Baker, Brief Noir, DVNO e French Horn Revellion, mas será lançado apenas em 2016. Ainda neste ano, saiu um single deste disco do Database, chamado “Vivid Exposition”.

Ouça o Database sacudindo o Emicida, abaixo.

* O Emicida é atração do Popload Festival, no final de semana da semana que vem. O rapper se apresenta no dia 16, sexta, o mesmo do Iggy Pop. Emicida e Iggy Pop, pensa.

Screen Shot 2015-10-08 at 17.18.44

>>

A caminho do álbum, duo Database volta para lançar um EP de “mudanças”

>>

premierepopload_10

* Armada eletrônica brasileira cuja geografia musical é um mero detalhe (Lucio Morais está no Recife, Yuri Chix vive em São Paulo e eles lançam por selo de Chicago), o Database para de mexer um pouco em música dos outros para soltar hoje por diversas plataformas o EP todo-dele “Prime Time”.

Prestatenção: o streaming é lançado aqui na Popload, agora. O download pode ser feito gratuito no soundcloud deles, via a junção de selos Toneden + Vice THUMP + Subvert Agency. Mas também, como lançamento oficioso, pode ser comprado no iTunes e no Beatport, porque o DJ White Shadow, alcunha do produtor americano Paul Blair, ouviu a parada e quis botar no mundo através do selo dele, o Life On Planes Records. Paul Blair é o responsável por colocar suas mãos numa confusa e roqueira Lady Gaga de início de carreira e fazer dela uma pessoa, digamos, mais conhecidinha.

“Prime Time” marca a volta da dupla de produtores depois de um certo rearranjo de vida e de estilo que faz representar, com esse EP, uma certa mudança na sonoridade do Database rumo ao álbum, que deve sair até o final do ano também pelo Life on Planes. Segundo eles, o EP não traz nenhum vocal, mas o álbum cheio vai estar repleto deles.

Ouça o cheio de grooves elásticos “Prime Time”, o EP do Database.

>>

Aldo lança de novo o mesmo disco. Agora do lado do avesso

>>

Aldo Remixed

* O álbum mais bacana do ano passado produzido aqui no Brasil, o de estréia da banda paulistana Aldo, acaba de sair de novo, interneticamente, no “negativo”. “Aldo – Is Love” foi relançado todo eletrônico, em versão remixes. De Database ao próprio Aldo, o disco repete várias tracks para a incrível “The City Is Waiting”, duas para “Mr. Nelson” e uma virando do avesso a faixa “New Beggining”. São sete músicas que constituem o “Aldo Remixed”.

O disco está à venda no iTunes. E dá para ouvir em streaming no Soundcloud. Cada uma em sua pegada, todas as faixas de “Aldo Remixed” são boas. Mas atenção especial à “The City Is Waiting” retrabalhada pelo Erico Theobaldo, que acontece de ser o baterista do Aldo.

>>

Database bota o Holger para dançar

>>

Screen Shot 2013-11-06 at 5.23.12 PM

* The scene that celebrates itself. A dupla-agito paulistana Database botou suas mãos dançantes nos conterrâneos do Holger, ótima banda indie-tropical que anda meio devagar por questões escolares. O Database foi buscar no primeiro disco do Holger, “Sunga”, de 2010, o rock axé guitarradinha de “Let’em Shine Below” e deu um banho de Disclosure, haha. Ficou diferente, mais Database que Holger. O duo já havia soltado uma versão inacabada desse remix de Holger em sua apresentação live no Lollapalooza Brasil deste ano. Agora resolveram finalizá-la direitinho e soltar.

Recentemente o Database, duo formado por Yuri e Lucioland Morais, tornou público um vídeo de quase quatro minutos da apresentação deles no Lolla. Participações especiais de figurinhas carimbadas no vídeo, tipo Caramori e Ney. Mas nem por isso o vídeo não ficou bem bom…

>>