Em Death Cab For Cutie:

Na TV ou remixado, o Death Cab For Cutie continua lindo ao som de “Northern Lights”

>>

230119_deathcabforcutie2

Banda que a gente adora cada vez mais, ainda mais depois do show inesquecível no Popload Festival do ano passado, o Death Cab For Cutie continua viajando pelo mundo para mostrar seu belo disco “Thank You For Today”.

Com uma nova leva de shows marcados para o verão norte-americano, que inclui convidados de luxo como Jenny Lewis e Car Seat Headrest, a banda de Ben Gibbard esteve no programa do Seth Meyers para tocar “Northern Lights”, a nova música de trabalho do disco lançado em agosto.

O som recentemente ganhou uma versão remixada das mãos de Alessandro Cortini, do Nine Inch Nails. Os dois registros podem ser conferidos abaixo.

https://youtu.be/kE9e3Lb_4lk

>>

Veja o Death Cab For Cutie fazendo o que sabe de melhor: partir seu coração em uma session linda

>>

111218_dcfc2

Grupo que fez um show histórico e cheio de garra no Popload Festival, há tipo um mês, o Death Cab For Cutie continua celebrando o sucesso de “Thank You For Today”, o discaço lançado neste ano, certamente um dos melhores da temporada indie.

A banda do distinto Ben Gibbard esteve recentemente nos estúdios da KCRW, na Califórnia, para tocar algumas canções marcantes de sua discografia e ofereceu uma session linda aos fãs.

Confira abaixo as reedições ao vivo de “When We Drive”, “Northern Lights”, e “Autumn Love”.

>>

Parece, Ben Gibbard e Jimmy Tamborello estão flertando com uma volta do The Postal Service. E tudo começa com uma remix do Death Cab For Cutie

>>

05122018_deathcab_slider

Não tem nem um mês que o Death Cab For Cutie nos ofereceu um show incrível no Popload Festival e eles já aparecem com uma novidade boa que envolve outra faceta do distinto Ben Gibbard.

Lá no início deste século, tipo em 2003, o líder do DCFC se uniu a Jimmy Tamborello para formarem o bom The Postal Service, que ainda tinha Jenny Lewis como backing vocal. À época, eles lançaram um disco que acabou se tornando uma espécie de tesourinho do indie do início dos anos 2000. Depois de um longo tempo, eles voltaram em 2013 para uma turnê de reunião e para o relançamento de “Give Up”.

Pois bem, quase seis anos depois, Ben e Jimmy parecem estar flertando com uma volta do The Postal Service. É que Jimmy ficou a cargo de remixar “Summer Years”, uma das canções do ótimo “Thank You For Today”, disco lançado pelo DCFC este ano.

No fim das contas, ficou parecendo uma canção do The Postal Service. Né? Vamos aguardar…

>>

Músico puto, banda que quase não veio, cantor carregado no colo, Debbie histórica, Lorde absurda, brazucas emocionantes, público lindo. Popload Festival 2018 viveu sua melhor e mais emocionante edição

>>

FAB_4433** Fotos de Fabrício Vianna

* É claro que o Popload Festival, como parte dos empreendimentos Popload, Popload Inc. e tal, é filho nosso. E estamos aqui para proteger a nossa cria. Então, não leve a mal que a gente considera este Popload Festival 2018, que aconteceu ontem em São Paulo para cerca de 14 mil pessoas, o melhor de todos.

Que acontecimento, que público lindo e absurdo, que shows, que água gostosa para se beber, que confusão nos bastidores com riscos graves pra escalação rolando enquanto a galera tomava sua cerveja e seu drink geladinhos, que chuva uma hora, que sol forte em outras, que frescura (no sentido de clima) à noitinha.

FAB_1197

* Que mulher essa Letrux, abrindo o festival deusa, de vermelho, dominando o já grande público para um primeiro show, esvoaçante e toda de vermelho, palco lindo, banda foda.

FAB_0879

* Que gostosura o Tim e a Mallu, novinhos e tão talentosos, segurando uma onda em um show diferente pra eles, fora da curva, delicado e intenso, recebendo um chuvaréu que lavou o Memorial e, se amenizou o calorzão de antes, ferrou uns looks caprichados e tudo mais.

FAB_1054

* Daí entra o primeiro gringo, a banda texana At the Drive In, histórica para os indies-indies, furacão sonoro para tirar o Popload Festival de sua zona de conforto. Banda putaça com alguém da plateia que eu não entendi, xingando muito, temperatura altíssima em todos os níveis, show rápido e veloz (conceitos diferentes). Resumindo: histórico, ainda que para uma boa parte do público era só “uns caras barulhentos”.

FAB_1239

* Depois teve a fofura master do Death Cab for Cutie em show guerreiro, porque quase não aconteceu. Seu líder, o vocalista e guitarrista Ben Gibbard, precisou ser levado ao palco no colo, por conta de um problema de saúde que o pegou horas antes de ir ao Memorial para a apresentação. Santa médica, santa medicação. Que comunicado importante e quase aterrorizante ontem que a Bel Lenza, da equipe da Popload, foi obrigada a pronunciar antes de a banda entrar em ação. Agregou público e banda. No fim, foi lindo. Espero que tenha sido lindo também para o Gibbard. Principalmente depois que os efeitos dos remédios que salvaram o show passaram.

FAB_1722

* Outro show que foi uma emoção no bastidor foi o do duo-banda americano MGMT. Você não tem ideia. Nem vai ter hahaha. Mas rolou lindo, com climão delícia de fim de tarde pós-chuva pré shows principais. Você também teve vontade de chorar em “Electric Feel” ou fui só eu?

FAB_2407

* Eu espalhei uns termos “históricos” acima, mas nada foi tão lendário quanto o Brasil finalmente ver o Blondie, a Debbie Harry e o baixista que já tocou com Elvis Presley em ação, aqui na nossa casa, ali na nossa cara. Tantos hits inesquecíveis, eternos. Não sei nem direito o que dizer.

FAB_3020

* Para acabar, entrou a menina Lorde, a atração principal. A responsável para o estouro da manada de fãs quando as portas se abriram, a da articulação na internet prévia, a garota neozelandesa com uma carreira de veterana mas que tem ainda 22 anos. Em sua segunda vez no Brasil, nem parece o bebê de um disco só que veio tocar no Lollapalooza de anos atrás, em um show entre o tímido e o confuso. Agora dona total de um palco, comandante de dançarinos, também de vermelho, ousadinha só de sutiã, distribuindo palavras de sabedoria com tão pouca mas intensa vivência. Que show. Que final consagrador com o megahit “Green Light” em clima carnavalesco, chuva de papel, galera pulando tipo o que acontecia em concerto do Nirvana.

FAB_4234

Bom, o Popload Festival 2018 está morto. Viva o Popload Festival 2019! Você vai amar saber qual banda a gente já fechou.

** VÍDEOS

>>

Spoiler Alert: tudo o que você precisa saber e que a Heineken pode te contar sobre o show do Death Cab For Cutie no Popload Festival!

>>

DCFC_popload_festival

Faltam QUINZE dias! No ferido do dia 15 de novembro, Lorde, Blondie, Death Cab For Cutie, MGMT, At The Drive In, Mallu & Tim e Letrux se apresentam na sexta edição do Popload Festival! Um lineup desses, bicho.

Com a ansiedade já batendo na porta, demos uma investigada nas redes para saber o que esperar de alguns shows do festival, nos nossos já tradicionais posts-spoilers. Ou #SpoilerAlert. Por onde as bandas andam, o que andam comentando, publicando, fazendo e, principalmente, o que andam TOCANDO por aí.

Esta série de posts tem apresentação da marca de cerveja Heineken, mais uma vez junto do Popload Festival!

Vamos começar com a banda americana liderada pelo sensível Ben Gibbard, idolatrada pelo também sensível Seth Cohen (da série The O.C.), que toca pela primeira vez no Brasil! Uma das bandas mais pedidas em nossas redes, eles chegam aqui com um disco novo (lindo!) lançado em agosto, “Thank You For Today”. O cultuado grupo americano completou vinte anos de carreira no ano passado e está no meio de uma extensa turnê. O que esperar deste show único e inédito no país?

* Cuidado, este post contém spoilers! Leia por tua conta e risco. *

UMA BREVE HISTÓRIA

Não conhece uma música sequer do DCFC? Não sabe de onde vem tanta histeria? Quer conhecer, mas não tem ideia por onde começar? Não tem problema algum. Ainda dá tempo de você saber tudo sobre o grupo neste intensivão-exclusivo-Popload de menos de cinco minutos:

SETLISTS RECENTES

Com um disco novo inteiro para ser explorado ao vivo, o DCFC tem variado bastante o setlist na turnê. Em festival o número de músicas é limitado, claro, mas separamos as mais tocadas em shows recentes para você ensaiar direitinho:

I Dreamt We Spoke Again
Summer Years
The Ghosts of Beverly Drive
Long Division
Title and Registration
Gold Rush
Crooked Teeth
Photobooth
No Sunlight
What Sarah Said
60 & Punk
I Will Possess Your Heart
You Moved Away
Black Sun
Expo ’86
Northern Lights
Doors Unlocked and Open
Cath…
Soul Meets Body
The Sound of Settling
I Will Follow You Into the Dark
When We Drive
Tiny Vessels
Transatlanticism
The New Year
A Movie Script Ending
Company Calls
You Are a Tourist
Grapevine Fires
Autumn Love
Title Track

PLAYLIST

Uma playlist completa com o setlist acima, na ordem! Vamos chegar com tudo na ponta de língua?

DCFC NO INSTAGRAM

****
Uma turnê cheia de shows esgotados!
****

****
Esse dia foi louco: para comemorar os 15 anos do Transatlanticism, a banda simplesmente tocou o disco na íntegra, de surpresa, no meio do setlist…
****

****
Mimos recebidos!
****

****
Que tal aprender a cantar “Gold Rush”?
****

****
Momento-Lágrimas: quando o Ben Gibbard faz esta versão acústica e solo de “I Will Follow You Into The Dark”…
****

****
A gente quando tocar aquele hino….
****

****
Um Halloween Indie!
****

****
DCFC na Pele!
****

****
OK, agora fomos longe demais.
****

DCFC AO VIVO

Não dá para entregar mais que isso. Um show completo do DCFC em HD. Lindo, lindo:

INGRESSOS POPLOAD FESTIVAL

Compre o seu ingresso aqui!

POST_popload_festival

***
O Popload Festival é apresentado por Heineken! Aprecie com moderação.
#LiveYourMusic
***

EHR_LogoGreenPMS

>>