Em demi lovato:

Popnotas – Lucy Dacus quente e pesada na TV. A volta (mesmo) da Liz Phair. A “sedução” do Bomba Estéreo. E o “Tiny Desk” da Demi Lovato

>>

– A gente amou a nova música da Lucy Dacus, “Hot & Heavy”, e deu até uma nota sobre ela aqui, ontem, que é o segundo single do seu novo disco, “Home Video”, que saí no dia 25 de junho. E não é que a canção já apareceu em performance na “MTV dos nosso dias”, os late-shows da TV americana. Dacus apresentou “Hot & Heavy” ontem no programa do Stephen Colbert. Aqui:

***

– A conhecidíssima e sempre bacana banda colombiana Bomba Estéreo, na real um duo formado por Li Saumet e Simon Mejia que é inchado quando a dupla sai em suas bombásticas turnês dance estereofônicas, está preparando sua volta ao disco com “Deja”, que está sendo montado desde 2018 e sairá em algum momento deste 2021. Do novo álbum eles lançaram já neste ano o belíssimo single-video para a faixa “Agua” e agora se superaram com “Deja”, canção e visuais para o novo single da faixa-título do trabalho. Quem estrela o vídeo da deliciosa “Deja” é o já famoso Joachín Ferreira, ator argentino que fez carreira em filmes pornôs mexicanos e abandonou o gênero para fazer teatro “sério” e a série “Club de Cuervos”, da Netflix. Esse pacote todo “sedutor” pode ser visto aqui embaixo.

***

– Sem lançar um álbum novo há 11 anos, a veterana cantora e multiinstrumentista Liz Phair agora nos dá novidades sobre “Soberish”, seu novo disco, anunciado para sair no próximo dia 4 de junho. Quanto ao som que deve compor seu novo trabalho depois de mais de uma década longe do estúdio, Liz afirma que voltou ao seus anos de formação: “The Specials, Madness, R.E.M., Yazoo, the Psychedelic Furs, Talking Heads, Velvet Underground, Laurie Anderson e The Cars”. No disco, estarão alguns singles já conhecidos, como “Good Side”, de 2019, e “Hey Lou”, lançado neste ano. Um novo single acabou de sair, “Spanish Doors”. E, de novo, sim, ela tem datas não só de turnê, como turnês remarcadas onde divide o palco com Alanis Morissette e Garbage. O revival dos anos 90 está aí.

***

– Bom ver Demi Lovato alive and kicking. Depois de uma fase barra pesada de internações, diversos transtornos e flertes com a morte, a cantora pop americana (foto na home) revelou suas danças com o diabo em um disco novo e um documentário. Tudo beeem transparente em suas novas produções. Hoje ela participou da série “Tiny Desk”, cujas movimentações a gente sempre registra por aqui, cantando três músicas: “Tell Me You Love Me”, de seu disco homônimo de 2017, e duas de seu mais recente álbum, “Dancing with the Devil… The Art of Starting Over”. Deste, ela fez performance exatamente de “The Art of Starting Over” e de “Dancing with the Devil”. O mantra esta dado.

>>

Top 10 Gringo – O “mundo” é do Dry Cleaning. Nem o ótimo Lil Nas X conseguiu impedir. Mas vamos seguir em frente, como diz o Jungle

>>

* Segue agitado o mundo gringo de novidades musicais. Uma semana que olhamos até para o que tem de mais pop no universo, mas sem esquecer do indie. Inclusive, premiando pela segunda vez seguida nossa banda da vez. É nossa culpa ou deles? E olha que a disputa foi bem apertada. Mas o coração (e a guitarra) falou mais alto.

lilquadrado

1 – Dry Cleaning – “Unsmart Lady”
Segue nossa obsessão pela nova banda pós-punk inglesa Dry Cleaning. Uma obsessão que agora cada vez mais é do mundo todo, como analisamos em um post sobre as críticas que “New Long Leg”, seu álbum de estreia, vem recebendo agora que veio à luz, na última sexta-feira. Nossa predileta da vez é a absurda “Unsmart Lady”, o novo single, um som tipicamente quase falado que pega as ofensas que as mulheres recebem quando são desacreditadas e diminuídas e as arremessa nos agressores. Que banda!

2 – Lil Nas X – “Montero (Call Me by Your Name)”
Lil Nas X chegou pesado aqui, ainda que demonstrando uma leveza sonora incrível. Uma música onde resolve contar sobre uma paixão das mais fortes, de peito aberto. Pensando em sua história, ele mesmo relata que não planejava abrir questões da sua sexualidade assim, mas que, se isso ajuda outras pessoas a ficarem mais livres, é necessário. Este cara é bom.

3 – Jungle – “Keep Moving”
Que som esperto este novo da ótima dupla funk-soul-brother Jungle, dos produtores Josh Lloyd-Watson and Tom McFarland, que deu a largada para um novo e necessário álbum deles. “Keep Moving” é um mantra de superação que balança bem os graves do seu foninho. Segura esta.

4 – Demi Lovato – “Anyone”
Demo Lovato passou por poucas e boas por conta das drogas, para dizer o “mínimo”. Neste ainda complicado pós-reabilitação, seu novo disco tem canções dolorosas, como “Anyone”, um grito desesperado por ajuda desesperado, daqueles dados quando parece que ninguém mais pode te ajudar. Não é sempre que divas pop abrem a real desta maneira.

5 – Olivia Rodrigo – “Deja Vu”
A gente não ia deixar o fenômeno Olivia Rodrigo passar batido. Tudo bem que não demos o moral devido para o primeiro single dela, o hit “Drivers License”, mas até que funcionou essa espera. Curtimos bem mais este som novo.

6 – St. Vincent – “The Melting of the Sun”
É meio chover no molhado que a St. Vincent tem uma das guitarras mais espertas do mundo hoje, mas é preciso reforçar isso. Nesta balada, segundo single de seu álbum “Daddy’s Home”, que sai no próximo 14 de maio, ganhamos de presente um senhor solo de guitarra, que nem parece com solo de guitarra, mas é, sim. É uma coisa tão fora da curva que até fica difícil reparar no que veio antes ou depois desse evento nesta música.

7 – Angel Olsen – “It’s Every Season (Whole New Mess)”
Angel Olsen parece ter gostado da experiência de revistar suas próprias músicas. No álbum “Whole New Mess”, de 2020, ela buscou parte do repertório do seu disco de 2019, “All Mirrors”. Agora, em um álbum que vai reunir as duas experiências, solta essa inédita que é justamente a releitura de uma das inéditas do disco de releituras. Deu para entender?

8 – Royal Blood – “Limbo”
A gente vem cobrindo aqui a virada que o Royal Blood anda dando em seu som – aproximando suas raízes roqueiras de um som mais dance. Dessa safra, “Limbo” talvez seja a obra mais bem acabada, ao conseguir colocar esses dois universos, que às vezes são tão distintos, em uma conversa agradável.

9 – The Joy Formidable – “Into the Blue”
Talvez a nossa banda favorita do País de Gales, hoje. O grupo mantém sua habilidade de melodias certeiras e dinâmicas espertas de andamento e volume nesse retorno às atividades com um belo single que anuncia um novo álbum ainda sem nome. Que venha formidável.

10 – Garbage, “The Men Who Rule the World”
Uma porrada do Garbage nos responsáveis por colocar nosso mundo em risco – sim, os terríveis capitalistas. Shirley Manson mira em quem patrocina violência, pobreza, machismo e outras catástrofes do mundo.

****

****

* A imagem que ilustra este post é rapper e cantor Lil Nas X.
** Repare na playlist. A gente inclui as 10 mais da semana, ou quase isso, mas sempre deixa todas as músicas das semanas anteriores. Pensa no panorama que isso vai dar conforme o ano for seguindo…
*** Este ranking é formulado por Lúcio Ribeiro e Vinícius Felix.

>>

Popnotas – Pearl Jam no parque, só até hoje. Radiohead no Tik Tok. O Brit Awards. E os rolês pesados da Demi Lovato

>>

– Foi primeiro de abril ontem, coisa e tal. Mas foi real que o dia da mentira marcou também o fato de que o cultuado grupo inglês Radiohead abriu uma conta no TikTok. No vídeo de poucos segundos, um personagem criado pela banda há alguns anos para webcasts, o Chieftain Mews, aparece em um telejornal comentando “Tik, tok, tik, tok, this is your wake-up call”. Material suficiente para gente especular. O que o Radiohead vai aprontar? Porque a gente sabe que eles aprontam mesmo.

@radiohead

♬ original sound – Radiohead

– Saíram as indicações ao nosso prêmio de música predileto, o Brit Awards, que vai entregar seus troféus em cerimônia no dia 11 de maio, uma terça-feira, na gigantesca O2 Arena, em Londres. E que sempre rende performances legais e tretinhas. Vai ser transmitido pela TV e talvez tenha broadcast na internet também. A sensibilíssima cantora Arlo Parks, a popesca Dua Lipa, o duo de hip hop Young T & Bugsey, mais Celeste, AJ Tracey e Joel Corry lideram a corrida, com três indicações cada. A principal categoria, o do “British Album of the Year”, está sendo disputado assim:
Arlo Parks – “Collapsed in Sunbeams”
Celeste – “Not Your Muse”
Dua Lipa – “Future Nostalgia”
J Hus – “Big Conspiracy”
Jessie Ware – “What’s Your Pleasure?”

– A simplesmente complicadíssima estrela pop Demi Lovato (foto na home) foi o assunto pop do final de semana, ao ter lançado “Dancing with the Devil… the Art of Starting Over”, seu sétimo álbum. O disco saiu poucos dias depois que o documentário “Demi Lovato: Dancing with the Devil”, de 23 minutos, e na mesma data em que ela lançou o terceiro single+vídeo do álbum, o da faixa “Dancing with the Devil”. Tudo pesado. E tudo material desenvolvido em relação a seus traumas de abuso sexual e drogas que a levou a uma overdose que quase a matou, em 2018. Lovato optou por manter sua carreira ativa e por revelar seus problemas para ajudar pessoas que passaram pelo que ela passou.

– Pelo que entendemos, é por tempo limitado e deve sair do ar hoje. Então veja enquanto dá. A enorme banda americana Pearl Jam liberou em seu Youtube e no Facebook, neste final de semana, um show gigante de 2h30 que fez em 2010 no Hyde Park, em Londres. Este foi um dos 26 shows da “The Backspacer Tour”, de divulgação de seu nono disco, o “Backspacer”, em arenas, festivais e parques. Foram 27 músicas, com covers de Pink Floyd e Joe Strummer & The Mescaleros incluídas.

>>

A dança das datas do Radiohead no Rio. Voltou para o dia 20. E o que isso tem a ver com a Demi Lovato…

>>

radioheadchile

* Começando pelo começo, a banda inglesa Radiohead já se encontra na América do Sul para o giro que fará por aqui a partir de quarta-feira, no Chile. Thom Yorke e turma fizeram rolê por Santiago já neste domingo, veja foto acima.

As apresentações brasileiras acontecem na próxima semana, no Rio e em São Paulo.

O show carioca, a princípio marcado para o dia 20 de abril no Parque Olímpico, na semana passada havia sido mudado para a Jeunesse Arena, no dia 19. Mas, ATENÇÃO, acaba de VOLTAR PARA O DIA 20, ainda na Jeunesse Arena.

A notícia deve ser confirmada nas próximas horas. A Popload apurou que as idas e vindas das datas do Radiohead tinha a ver com questões de produção em relação a uma turnê brasileira da cantora americana Demi Lovato, que aconteceria a partir desta semana e por quatro cidades, mas que agora está indo para o segundo semestre.
Demi Lovato, ídolo teen mas já longe de ser teen, se apresentaria neste dia 15 em SP, depois Recife e Fortaleza, encerrando no Rio no dia 21. A tour da teen deve ser inteira remarcada.

Voltando ao que nos interessa, o Radiohead, data e local em São Paulo continuam os mesmos: 22 de abril, domingo, no Allianz Parque. A banda vem para cá com a Soundhearts Festival, que terá Flying Lotus e Junun também se apresentando, e a brasileira Aldo The Band incluída no line-up paulistano.

>>