Em destaque:

Nova da Lana del Rey aparece em trailer do episódio de “Euphoria” desta semana

>>

* Um teaser de uma música nova da cantora californiana Lana Del Rey, chamada “Watercolor Eyes”, apareceu em trecho hoje para enfeitar sonoramente o trailer do episódio desta semana da bombada série “Euphoria”, da HBO, que teve sua segunda temporada começando agora no começo de janeiro.

A chamada de “Euphoria” com este pedaço de Lana é para o episódio do próximo domingo e está circulando na TV americana. Diz que a música inteira vai ser tocada neste capítulo da série teen dramáááática, o próximo.

É o primeiro lançamento de Lana desde que botou dois álbuns na rua em 2021, sendo que o segundo deles, o “Blue Banisters”, foi lançado no finalzinho de outubro. Ou seja, a mina não para.

***

>>

White Lies lança sua melhor música em anos com a singela pergunta: “Am I Really Going to Die”

>>

* Banda pós-punk inglesa antes da formação do pós-punk inglês em si, a bela White Lies, de Londres, vai lançar neste ano seu sexto álbum, “As I Try Not to Fall Apart”, que está programado para sair em exato um mês, dia 18 de fevereiro, se tudo estiver nos conformes.

Deve estar sim, porque a banda lançou na sexta o segundo single desse álbum, muito bom e com vídeo idem, de uma música de nome e tema inspirados: “Am I Really Going to Die”. Esse single segue um anterior também bacana, lançado no mês passado, “I Don’t Want to Go to Mars”, fora o homônimo ao disco.

Não bastassem as canções serem entusiasmantes, os títulos delas são ótimos, o que devolve o White Lies à linha de frente do indie pop britânico depois de um sensível estouro com os dois primeiros discos (uns 12, 13 anos atrás) e uma sequência de trajetória meio cambaleante.

“Am I Really Going to Die”, segundo a banda, tem inspirações musicais na era “Station to Station”, a fase punk (no sentido de vida) do gênio David Bowie (cocaína, ocultismo, paranóia) naqueles difíceis começo dos anos 70, época em que o “sonho tinha acabado”. Mas talvez só no conceito, porque o som é nada lúgrube, pesado.

“Ela é a primeira parte de uma sequência de duas músicas com essa narrativa de alguém super-seguro de si que recebe um diagnóstico terminal. E de todas as etapas que essa pessoa vai ter que lidar a partir de então”, afirmou Charles Cave, o baixista da banda.

Embora, vá lá, não combine com o “pique” sonoro de “Am I Really Going to Die”, esse tema não é exatamente estranho ao passado do White Lies.

E o vídeo, então, é… Bom, dá uma olhada por você mesmo.

>>

O MELHOR DO TWITTER: “Pré-BBB” edition

*********
Não, ainda não vamos comentar sobre o BBB. Mas, sim, está chegando AQUELA época do ano. E já foram três edições pandêmicas?! Quê?! Chega! É o que nos resta com maaaaais um ano sem Carnaval. FUEN. Parece que quando disseram que “todo Carnaval tem seu fim” era o fim mesmo…
Seguem aí uns memes da semana + pets lindinhos para alegrar o seu fds.
Até o próximo!
**********

The Weeknd não para. Músico acaba de lançar o novo disco de novo, mas numa versão de mundo paralelo

>>

* E neste mundo alternativo de “Dawn FM”, lançado na semana passada com 16 faixas, vêm acopladas três músicas, duas em remixes. São elas “Take My Breath” (remix feat. Agents of Time) e
“Sacrifice” (remix feat. Swedish House Mafia). E ainda a faixa “Moth to a Flame”, outra da parceria do Weeknd com a turma eletrônica sueca mafiosa.

O “Dawn FM (Alternate World)”, tipo o que antigamente resultaria num bom álbum só lançado no mercado japonês, por exemplo (o disco ainda não saiu em vinil, CD ou k7), gerou também vídeos alternativos, desses remixes acima.

No mundo “normal”, The Weeknd soltou ontem o vídeo oficial para a ótima “Gasoline”, com o Weeknd velho aparecendo de novo e ainda fazendo referências à rádio que é o tema deste novo álbum. Tem cena de balada, aglomeração sem máscara, justo hoje com anúncios de retrocessos nesse tema. Mas enfim…

Tudo o que você precisa saber e ver e ouvir do mundo paralelo de “Dawn FM” e esse belo vídeo de “Gasoline”, você encontra aqui embaixo:

>>

Royal Blood solta o single “Hold on”, com vídeo dirigido por Collin Hanks, filho do Tom, e pontas de famosos

>>

* Considerado um dos grandes destaques do Victorious Festival, que rolou tem duas semanas na Inglaterra, o duo de bambas Royal Blood soltou hoje um novo vídeo, desta vez para o single “Hold on”, faixa de seu poderoso álbum “Typhoons”, o terceiro, que saiu em abril.

A música tá dentro do baixão-estourado-bateria-certeira-vocal-rasgado-falsete-no-meio padrão de qualidade do Royal Blood. A novidade está no vídeo. Ele é dirigido por Colin Hanks, filho do Tom e também ator, que tem papeis legais em “Dexter” e “Fargo”. O trabalho dele por trás de câmeras é bom. Assinou os docs “Eagles of Death Metal: Nos Amis (Our Friends)” e “All Things Must Pass: The Rise and Fall of Tower Records”.

Ou seja, espere do vídeo do Royal Blood um filminho. Hanks, o Collins, é ele mesmo a estrela do vídeo, fazendo um palestrante motivacional tentando dar sentido a algumas almas perdidas numa sala dessas pequenas de reuniões de hotel. Nas palestras “pra cima” ele fala a letra de “Hold on”

E, sim, no final do vídeo aparecem Josh Homme, do Queens of the Stone Age, e o baterista Matt Helders, do Arctic Monkeys.

Tudo em casa:

>>