Em destaque:

Drake vai quebrar a internet com a nova dancinha. Como é boa essa nova “Toosie Slide”

>>

* I can dance like Michael Ja… ckson!

Captura de Tela 2020-04-03 às 7.42.26 PM

Não frequento muuuuuito o Tik Tok, mas imagino de agora, invadindo o final de semana, o vírus Drake vai estar se dissiminando lá com mais velocidade que o coronavírus no mundo.

Ontem à noitão o rapper e cantor canadense soltou seu novo single, “Toosie Slide”, música que vem com um vídeo com coreografia. No vídeo, Drake passeia por uma casa maravilhosa, que tem até quadro do Snoopy Dogg, cantando que dança como Michael Jackson com uma pausa esperta no meio do “Jackson” e fazendo uma dancinha que fala para levantar o pé direito e escorregar o esquerdo, depois levantar o esquerdo e escorregar o direito. Ferrou.

A citação ao Tik Tok não é à toa. A música já tinha sido mostrada na plataforma domingo passado pelo influencer (e) dançarino americano Toosie exatamente no Tik Tok, ensinando como dançar seu refrão. Ontem à noite, apareceu a música inteira, com o próprio Drake fazendo o passinho. Com Toosie indo parar no nome da música.

“It go right foot up, left foot, slide/Left foot up, right foot, slide”, canta Drake. “Basically, I’m saying, either way, we ‘bout to slide/Can’t let this one slide.”

Tanto a música quanto a dancinha são, perdão dizer, contagiantes.

****

Abaixo, o post do Toosie do Tik Tok (aqui reverberado no Twitter)

>>

O streaming do isolamento: Four Tet faz set incrível para o Boiler Room

>>

030420_fourtet2

Projeto cool e famoso por fazer transmissões insólitas de DJs ao vivo, o Boiler Room invadiu a internet há pouco com um set incrível do Four Tet.

Kiera Hebden se apresentou por cerca de uma hora em uma live que arrecadou fundos para instituições que trabalham no combate ao coronavírus.

O produtor norte-americano lançou mês passado o disco “Sixteen Oceans”, que tem 16 faixas no total. Em 2018, ele divulgou um disco ao vivo, registrado na Funkhaus, em Berlim.

A live para o Boiler Room pode ser conferida abaixo.

>>

O Melhor do Twitter: “Aventuras do Isolamento” Edition

>>

******
Alguém no Zoom? Já invadiu a House Party de alguém hoje? Já postou a sua foto de pão caseiro no feed? Fez live do treino? Muita faxina e muita louça? Incrível, mas não importa a localização, o assunto / as fotos / os stories / os tweets da geral são os mesmos. Tempos estranhos. A gente continua agradecendo o Twitter pelos memes alcançados. Temos os pintos de saia, o Dog DJ de Live, Experiências e Descobertas da Quarentena, o BBB, o Moro e… o primo do porteiro do prédio. Lavem as mãos, fiquem em casa etc.
*******

>>

Coronavírus move o Lollapalooza Brasil para 4, 5 e 6 de dezembro. Guns, Strokes e Travis Scott confirmados

>>

Foto: Fabricio Vianna / Popload

Foto: Fabricio Vianna / Popload

Depois de afetar a programação de praticamente todos os eventos com grandes aglomerações públicas no exterior, o coronavírus “derrubou” hoje, de modo oficial agora, o nosso Lollapalooza (o argentino e o chileno já tinham se manifestado).

Foi anunciado que o festival, antes previsto para acontecer no primeiro final de semana de abril no Autódromo de Interlagos, foi adiado para os dias 4, 5 e 6 de dezembro, devido ao surto que está se alastrando cada vez mais mundo afora.

Os headliners Guns N’ Roses, The Strokes e Travis Scott estão confirmados. Agora, a organização do festival trabalha para a atualização total do line-up.

Os ingressos já adquiridos valerão para as novas datas.

Na gringa, nos últimos dias, o South by Southwest foi cancelado, o Coachella foi jogado para outubro, o Ultra Music Festival de Miami só vai rolar em 2021, e diversos artistas e bandas incluindo Pearl Jam, Madonna, Green Day, KISS, Tame Impala e Liam Gallagher tiveram shows adiados/cancelados nas próximas semanas em diferentes partes do mundo. A cidade de Nova York proibiu os shows para platéia acima de 500 pessoas, para dar uma ideia.

Na contramão de tudo, o gigantesco e tradicionalíssimo Glastonbury, que acontece em junho, não só diz manter sua realização (por enquanto) como anunciou um monte de bandas de seu line-up ontem, numa primeira lista. Outras virão até maio, segundo Emily Eavis, organizadora e a “filha do dono”.

Voltando ao Lollapalooza Brasil, as edições chilena e argentina também foram remanejadas para o segundo semestre. A organização do festival brasileiro dará mais detalhes a respeito deste novo rearranjo do evento nos próximos dias.

** Ainda sob o efeito do adiamento do Lolla BR, o show promo do Idles, que aconteceria dia 2 de abril, não mais será realizado na data, uma vez que a banda não vem mais ao Brasil por ora. A ideia será retomada perto das novas datas do Lolla.

>>

Com Phil Collins, sem Peter Gabriel: após 13 anos, Genesis anuncia retorno aos palcos

>>

040320_genesis2

Uma das grandes bandas do pop, especialmente lá nas décadas de 1970 e 80, o Genesis informou que fará uma série de shows no Reino Unido no final deste ano. As apresentações serão as primeiras do grupo em 13 anos.

A turnê se chamará “The Last Domino? Tour”, em referência à música “Domino”, lançada no disco “Invisible Touch”, em 1986.

No palco estarão Phil Collins, Tony Banks e Mike Rutherford, da formação original. Peter Gabriel e o guitarrista Steve Hackett não farão parte do rolê. “Seria bem difícil juntar todos”, se justificou brevemente Banks em nome do grupo.

Para os lugares de Gabriel e Hackett foram chamados Daryl Stuermer na guitarra e baixo e Nic Collins, filho de Phil, na bateria. Phil, como se sabe, está impedido de tocar bateria devido a um problema nos nervos.

Os rumores sobre a turnê de reunião do grupo já estavam pipocando desde o início do ano quando o trio foi visto em Nova York. Só agora eles confirmaram, de fato, que estavam ensaiando.

A princípio, o Genesis fará oito shows em novembro e dezembro, em arenas nas cidades de Liverpool, Londres, Manchester, Leeds, Newcastle, Birmingham e Glasgow.

A tendência, no entanto, é que a reunião se estenda para outras cidades.

040320_genesis_tour

>>