Em Dua Lipa:

Misturando futuro e nostalgia, Dua Lipa está toda animadinha com o single “Physical”

>>

310120_dualipa2

A jovem popstar Dua Lipa começou o dia de hoje causando no mundo pop ao anunciar o lançamento de seu novo disco. Intitulado “Future Nostalgia”, o projeto estará nas lojas no dia 3 de abril.

O anúncio veio acompanhando do single “Physical”, que tem elementos do pop dos anos 80, sintetizador bacaninha, tal. Antes, ela já havia liberado a canção que dá título ao projeto e outro single, “Don’t Start Now”.

“Physical” foi apresentada em vídeo cheio de cores e energia, e pode ser conferida abaixo.

** A capa é oitentista também.

>>

É muita musa para um Grammy só: o indie e o pop se chocam com a apresentação incrível de St. Vincent com a Dua Lipa

>>

110219_dualipa_stvincent2Foto: Kevin Winter

Duas das meninas mais incríveis da música atual, St. Vincent e Dua Lipa uniram o indie e o pop no palco do Grammy, em cerimônia ocorrida na noite de ontem.

As duas fizeram uma mistura das boas de suas canções “Masseduction” (eleita melhor canção de rock com Annie Clark) e “One Kiss”, da garota sensação do pop, que também levou o prêmio para “Best Dance Recording”, com Eletricity.

A dobradinha improvável no palco foi uma das mais elogiadas da noite, se não a mais, e abre até um caminho para a gente pensar em uma colaboração conjunta das meninas no futuro. Por que não?

>>

Loira e linda, Dua Lipa aparece toda elétrica em single feito em parceria com o Diplo e Mark Ronson

>>

060918_dualipa2

Popstar mais carismática do momento (não?), Dua Lipa está toda lindona no vídeo para a nova “Electricity”, canção feita em parceria com o Silk City, duo que consiste na união dos bambas Diplo e Mark Ronson.

A cantora britânica protagoniza o vídeo como anfitriã de uma balada cool em um flat, em uma noite quente e sem eletricidade. Ela canta, dança, pula em cima do sofá. Ou seja, a dona do agito. Convidados, Ronson e Diplo não chegam a tempo e perdem o auê.

Dua Lipa tem se destacado como uma das principais revelações da música pop nos últimos anos e considerada por muitos a maior estrela da música britânica hoje. É talentosa a menina. “Electricity” foi composta pela Florence com a Romy Madley Croft, do the xx.

>>

Dua Lipa sai do dentista e vai direto para o programa do Kimmel. Ou quase isso

>>

200318_dualipa2

Menina fenômeno do pop, gata, carismática e talentosa, a inglesa Dua Lipa tem sido notícia por qualquer coisa. Recentemente, além de terminar seu namoro, ela precisou cancelar alguns shows de abertura do Bruno Mars na Austrália e Nova Zelândia porque precisou extrair dois dentes do siso. Ela até apareceu no Twitter chateada (e fofa).

Agora recuperada, a popstar esteve no programa do Jimmy Kimmel para continuar com sua estratégia de invasão à América. Por lá, ela mostrou a boa “IDGAF”, single bombado de seu disco de estreia homônimo, lançado ano passado.

Parece, está tudo bem com ela.

>>

>>

Mais BRIT Awards: Dua Lipa sensualiza, Liam Gallagher emociona, e Damon Albarn vira meme

>>

dualipa_slider

A gente nem curte premiações. Mas curtimos algumas figuras que às vezes estão inseridas nelas. É o caso do BRIT Awards, realizado nesta quarta-feira, em Londres, que colocou na O2 nomes como (além do Kendrick Lamar) a fofura Dua Lipa, o casca Liam Gallagher e o intrépido Damon Albarn. Vamos por partes e em vídeos, pá-pum.

* Dua Lipa ganhou o prêmio de artista revelação, como não poderia ser diferente. A cantora de 20 e poucos anos, cada vez mais alçada ao status de popstar, além de ser premiada fez uma belíssima apresentação de seu hit master, “New Rules”, com uma pegada, hmmmm, sensual. E divertida, claro.

* Já Liam Gallagher não venceu a categoria na qual estava concorrendo (melhor artista britânico – masculino), que acabou nas mãos do tão cool quanto STORMZY, inclusive chapa do próprio Liam. Mas o ex-Oasis roubou a cena ao mandar no gogó a eterna “Live Forever”, uma das melhores músicas do Oasis e, também, de todos os tempos, em homenagem às vítimas do ataque terrorista a Manchester ano passado.

* No entanto, um dos pontos altos do evento foi Damon Albarn. Ele subiu ao palco visivelmente bêbado para receber o prêmio de “melhor banda britânca” pelo Gorillaz e discursou palavras um tanto desconexas sobre o Brexit. Tente entender você mesmo.

>>