Em feet:

Bandas indies inglesas recriam o histórico “Is This It”, disco de estreia dos Strokes, faixa a faixa

>>

* O site inglês de música independente “DIY” fez uma homenagem incrível para a passagem do aniversário de 20 anos do “Is This It”, da banda nova-iorquina Strokes. O maravilhoso álbum de estreia do grupo de Julian Casablancas, um dos “culpados” da revolução do novo rock dos anos 2000, saiu na Austrália no dia 30 de julho de 2001, uma história de lançamento de disco confusa de sua era, explicada aqui.

O “DYI” reuniu uma galera nova do indie inglês para recriar, cada um a seu modo, e uma a uma, as 11 músicas marcantes que formam o “Is This It”. As bandas Yard Act, Black Honey e FUR são alguns dos nomes mais conhecidos dentre os desconhecidos que contrituíram com essa homenagem aos Strokes, mais ou menos do mesmo tamanho que era a banda americana lá no passado, quando apareceu na cena.

Veja a lista de músicas desse “Is This It” 2021 e todos os vídeos produzidos pelo ótimo “DIY”.

A nossa favorita neste tributo? A “Hard to Explain”, com o Yard Act. A gente adora esse quarteto de Leeds. Agora, o que são lindos, vídeo e versão do Buzzard Buzzard Buzzard para “Soma”? A “Alone Together” é uma coisa bonita também. Enfim, vai lá logo aos vídeos.

WOOZE – Is This It
Black Honey – The Modern Age
Buzzard Buzzard Buzzard – Soma
FUR – Barely Legal
Master Peace – Someday
FEET – Alone, Together
Demob Happy – Last Nite
Yard Act – Hard to Explain
King Nun – New York City Cops
Zuzu – Trying Your Luck
Pixey – Take It or Leave It

>>

Feliz ano novo e feliz Fat White Family novo pra todo mundo!!!!!

>>

* Well, Feliz 2019. Vamos retomar os trabalhos ainda devagaaaaar nesta semana, porque a coisa não está fácil. E eu nem estou falando do difícil governo que teremos nestes loooooongos quatro anos à frente, que esperamos muito que não representem quarenta anos atrás.

Popload foi até a China e o Japão receber um banho de civilidade e progresso e, agora de volta, está tentando se readaptar a esta volta. E eu nem estou falando…

Enfim. Acho que teremos algumas novidades para contar em pouco tempo, assim que o ritmo for totalmente retomado e o jet lag maldito passar e eu parar de passar as madrugadas insones (fazendo post?) e ficar zumbi durante o dia. Como este post madrugadeiro aqui, o oficial primeiro recado do ano da Popload 2019, ano este que promete ser diferente estes lados. E eu nem estou falando…

Captura de Tela 2019-01-10 às 11.35.19 AM

O primeiro post do ano tinha que ser especial. Baseado num “teaser” de vídeo de dois dias atrás e na primeira música fantástica de 2019 (ok, tem a da Lana e o do Beirut…), lançada hoje.

É que, quando se trata de uma banda como a inglesa Fat White Family, completamente doida, “to tease” é o que mais eles sabem fazer. Com nossa cara.

E que música, essa “Feet”…

Os caras do Sul de Londres, digamos assim, estavam meio sumidos por “problemas internos”, se é que você me entende. Se eles continuassem no ritmo que estavam quando quebraram tudo por três anos à custa do álbum singelo “Songs for Our Mothers”, de 2016, o segundo da curtíssima mas intensa carreira deles, eles não seriam mais um sexteto de tantas baixas pelos “excessos” de uma banda bem fora do controle. Os que não estavam derrubados, foram colaborar em outras ou novas formações.

Mas o negócio é que, soubemos nesta semana, através do teaser, que o Fat White Family não só voltou a circular como vai lançar o terceiro álbum em 2019, chamado “Serfs Up”. Porque eles lançam disco de três em três anos e este é o ano, de passagem lembrando que o acachapante “Champagne Holocaust”, o de estréia, é de 2013.

Captura de Tela 2019-01-10 às 11.32.49 AM

E num vídeo DRAMÁTICO na linha “Game of Thrones”, com o vocalista principal Lias Kaci Saoudi vestido muito louco na linha medieval e subindo uma montanha com um trono nas costas, para sentar imponente nele, no provável visual mais lindo que você vai ver na música independente neste ano.

Nesta madrugada, vi porque estava “sleepless em São Paulo”, o Fat White Family lançou sua primeira música nova desde 2016. “Feet” é o primeiro single de “Serfs Up”, cuja minha liiiiiivre tradução talvez, e só talvez, tenha ver com a sensação que estamos incorporando dia a dia aqui do outro lado do Atlântico: ser escravo em tempos de Idade Média. Ou escravizar geral em trevas sinistras. Opine sobre sua concepção que tá beleza, também.

É tudo certo em “Feet”, da cadência, o ritmo de batuquinho maravilhoso, o baixo, o vocal. Talvez seja a música mais, digamos, pop, do Fat White Family. “Finalmente fizemos uma música ok para tocar em lojas de roupa”, alguém da banda falou na Radio One. Bingo!

“Serfs Up”está marcado para sair no final de abril, dia 19. Tem uma colaboração, parece, do dândi inglês Baxter Dury, numa música chamada “Tastes Good with the Money”, o que já deve, sem escutar ainda, botar o novo disco já no Top 3 de álbum do ano, fácil.

Bem, sem blablablá, toma “Feet” aí. E feliz ano novo, cambada.

>>