Em floating points:

Inspirado nas noites que teve com o The xx, Floating Points revela a nova “Last Bloom”

>>

261114_floatingpoints

Sujeito nascido no berço que já nos ofereceu bandas como Stone Roses, The Smiths e Oasis, Sam Shepherd, conhecido especialmente como Floating Points, continua levantando com dignidade a bandeira de Manchester no mundo da música. No caso dele, a eletrônica.

Sam anunciou para 18 de outubro o lançamento de “Crush”, seu primeiro disco cheio em quatro anos e que chega inspirado pelos shows que ele abriu para o The xx em 2017. De acordo com Shepherd, o fato de ter feito apresentações de sonoridades minimalistas para públicos de até 20 mil pessoas por noite guiaram sua sonoridade neste novo projeto.

Para dar um gás na divulgação, Floating Points liberou a audição de “Last Bloom”, o novo single. Seu álbum anterior, o de estreia, é o bombado “Elaenia”, de 2015.

>>

Turnê do ano? The xx anuncia residência em Londres e convida Cat Power, Sampha, Robyn…

>>

020117_thexx2

A semana entre os dias 8 e 15 de março será de overdose de The xx na cidade de Londres. O magnífico trio britânico anunciou uma turnê de residência na tradicional Brixton Academy para realizar seu Night + Day, festival que tem curadoria da própria banda e, a cada dia, um show diferente, além de um show deles, claro.

Para a edição deste ano, o The xx apelou e convidou nomes como Cat Power, Floating Points, Sampha, Jehnny Beth (Savages), Robyn e Joy Orbison.

No domingo, 12 de março, ainda vai rolar um DJ set de seis horas do incrível Jamie xx. Na programação tem ainda uma apresentação da London Comntemporary Orchestra tocando a obra de Mica Levi e ainda a abertura de uma lojinha pop-up, exibição de filmes e afterparties.

Que evento é esse, (Gabriel) Jesus?

Night + Day – Brixton Academy:
8/03 – Sampha, DJ Joy Orbison
9/03 – Kelela, DJ Ben UFO B2B, DJ Beatrice Dillon
10/03 – Robyn RBN/RMX Live, DJ Benji B
11/03 – Francis and the Lights, DJ Floating Points
12/03 – Jamie xx + Friends
13/03 – Cat Power (solo), Jehnny Beth (solo piano), DJ Siren DJS
14/03 – London Contemporary Orchestra performs Mica Levi, DJ Daniel Brandt
15/03 – Floating Points (full band), DJ Gilles Peterson

Night + Day Afterparties:
8/03 – Trouble Vision, more TBA @ Corsica Studios
9/03 – Sampha (DJ set), Benji B & Judah, Radi Dadi, Jagger, secret surprise guest “jungle set” @ Prince of Wales
11/03 – Robyn & Mr. Tophat (DJ set), HAAi, more TBA @ Phonox
14/03 – Brother May, Coby Set, Mica Levi, more TBA @ Block 336

150217_xxposter1

>>

A nova viagem sonora do incrível Floating Points

>>

261114_floatingpoints

Berço do rock, a cidade de Manchester – que já deu ao mundo da música nomes como Smiths, Stone Roses e Oasis (para citar só três) – oferece um dos DJs e produtores mais badalados da nova música. Sam Shepherd, melhor conhecido como Floating Points, começa a despontar como um dos nomes mais legais da cena atual da música eletrônica inglesa, pela qual já transita há uns cinco anos.

Ele, que tocou em São Paulo semana passada junto com o bamba Four Tet e também no MIS em 2011, nem completou 30 anos ainda, é fã de música brasileira, formado em piano e jazz, tem seu próprio selo (Eglo Records), e viaja em sons alternativos que vão do house a um dubstep, digamos, sensível.

Depois da passagem pela capital paulista, Floating Points anunciou o lançamento de seu terceiro EP neste ano. “Nuit Sonores” será lançado dia 8 de dezembro e a faixa título foi liberada pelo produtor.

Em clima de live jam, “Nuit Sonores” tem de tudo um pouco em seus deliciosos 12 minutos de duração que parecem durar só a metade de tão bom que é. Olho no cara, que provavelmente vai ser um dos nomes mais falados em 2015.

* Na época da Copa, ele lançou uma mixtape chamada “Summer14inBrazil” só com músicas daqui.

>>

O genial Four Tet toca em “clube de dominó” chic hoje em São Paulo. Quer ir?

>>

191114_fourtet

* Um dos produtores mais cool da música eletrônica, de múltiplos alcances sonoros, que é amigo da galera do post-rock, pode misturar house ao jazz, se chama Kieran Hebden mas atende mesmo pelo nome Four Tet, se apresenta nesta noite, véspera de feriado, em um lugar inusitado em São Paulo.
Lugar este que, se comprar a ideia de abrir mesmo suas portas no futuro para a música nesse naipe de hoje, vai ser um dos grandes achados do ano.

O inglês Four Tet pilota a balada de hoje do grupo festeiro e produtor Gop Tun, que também é selo, no simbólico Club Homs, no coração da Avenida Paulista, 735.

O clube, que eu sempre achei no passado se tratar de um “lugar para cavalheiros”, na verdade nasceu em 1920 no Centro, como uma associação recreativa para os sírio-libaneses de São Paulo, para trocar informações sobre a terra natal e jogar gamão e dominó. Como o clube só cresceu, nos anos 40 mudou para um lugar maior, na av. Paulista.

Hoje um belo centro árabe importante na principal avenida da cidade, o Club Homs, que atualmente tem piscina, academia e espaço para eventos, quer se modernizar e não perder a atenção das pessoas mais jovens.

Isso casou com a ideia da Gop Tun, que tem como marca fazer festas “diferentes” em SP, em lugares pouco visitados para a balada.

Daí que hoje tem o prestigioso Four Tet tocando no clube sírio-libanês de dominó de outrora, hoje um centro cultural árabe de olho no futuro. O Four Tet vai estar muito bem acompanhado pelo DJ britânico Floating Points mais os DJs da Gop Tun em si.

Four Tet é importante nome da música neste século, que como costumo dizer está dentro de um espectro Radiohead-folktronica-Aphex Twin-Caribou-laptop music (para tentar definir um pouco de seu estilo). Um dos seus grandes fãs é um tal Thom Yorke.

Se a balada tem todo jeito de ser imperdível, a Popload logicamente não vai deixar seus leitores na mão. Até 17h de hoje, este espaço bota para sorteio relâmpago UM PAR DE INGRESSOS para ver o Four Tet, Floating Points e Gop Tun DJs. Basta enviar um email para lucio@uol.com.br com nome completo e cidade, com o assunto “FOUR TET – EU QUERO!”. Relembrando: até 17h. Emails após este horário serão desconsiderados.

* Serviço – FOUR TET, Club Homs
+ Floating Points e Gop Tun DJs
Eletrônica, post-rock
Horário: A partir das 23h
Preço: R$ 150
Avenida Paulista, 735
Mais informações aqui

>>

Four Tet na Paulista: novembro

>>

* Post post-rock.

Screen Shot 2014-07-21 at 12.07.05

O cultuado produtor e DJ Four Tet, importante nome da música na década passada se o que você gosta de ouvir tem algum link dentro do espectro Radiohead-folktronica-Aphex Twin-Caribou-laptop music, traz sua ambiência sonora para ser vista e ouvida numa festa em São Paulo, no dia 19 de novembro, entre o Arctic Monkeys e o Popload Festival.

Four Tet, na verdade Kieran Hebden, será atração de aniversário de dois anos do núcleo festeiro-produtivo paulistano Gop Tun, e acontecerá na Avenida Paulista. O local exato ainda está guardado sob duzentas chaves, mas o perfil da Gop Tun é inovar nos lugares de suas baladas. Ou seja: promete

Four Tet em São Paulo apareceu divulgado neste final de semana nas paredes d’A Estufa, na Vila Madalena, uma estufa de plantas que vira um polo de eventos culturais e sábado passado foi o lugar exatamente da última edição da festa Gop Tun, que teve como atrações o americano Tim Sweeney e os ótimos meninos da Selvagem, aqui da cidade. Baladaça.

Outro que toca junto com o Four Tet na festa de dois anos da Gop Tun é o DJ e produtor inglês Floating Points, ainda um festejado compositor de uma certa música moderníssima que junta dub inglês, techno de Detroit e jazz e faz isso tudo ter sentido para as noites da música eletrônica. Talvez ajude pensar no som do Floating Points sabendo que Sam Shepherd, o próprio DJ, é PHD em neurociência.

Screen Shot 2014-07-21 at 12.13.10

>>