Em fontaines d.c.:

Grian Chatten, do Fontaines D.C., relembra primeiro show da vida com cover para “Gouge Away”, dos Pixies

>>

260220_fontainesdc2

Antes tarde do que mais tarde. Com essa loucura e o calor do Carnaval, escapou da gente uma versão incrível que nossa banda predileta Fontaines D.C. fez para “Gouge Away”, dos Pixies.

A releitura para o som lançado em 1989 no discaço “Doolittle” rolou em session recente da banda irlandesa no programa da bombada Annie Mac, na BBC Radio One.

O motivo inicial para a escolha por “Gouge Away” como cover foi, segundo o vocalista Grian Chatten, porque é “uma música legal”. Logo depois, ele abriu o jogo e disse que seu primeiro show na vida, por volta dos 10 anos de idade, foi justamente do Pixies, com abertura do Kings of Leon.

A Popload fez uma busca pelos seus arquivos (Google) e encontrou este show, realizado no antigo estádio Lansdowne Road, em Dublin, em 23 de agosto de 2005.

Abaixo, a versão dark e mais quebrada do Fontaines D.C. e uma versão recente do próprio Pixies, também em uma session para a BBC.

>>

Le punk n’est pas mort, oh que non! Fontaines D.C ao vivo em Paris

>>

Captura de Tela 2019-12-16 às 12.35.32 PM

* Falamos o bastante do Fontaines D.C por aqui em 2019? Donos do melhor disco do ano pela Rough Trade, BBC Radio 6 e um tal de Popcast, o podcast da Popload, o grupo irlandês teve um ano incrível e 2020 promete ser melhor ainda.

Melhor ainda porque, se a banda que vimos lá no começo do ano já pegava fogo no palco, um ano de trabalho e o disco de estreia lançado, o Fontaines DC ao vivo só melhora e encorpa. Esse clima urgente foi bem captado pelo pessoal do ARTE Concert, que fez um belo registro de uma passagem da banda pela França em agosto. O vídeo foi liberado no fim da semana passada e é a chance de entender o Fontaines D.C ao vivo à distância.

Imagem boa, som de qualidade, meia horinha de duração. Em outras palavras, entenda aqui por que escolhemos o Fontaines D.C como melhor show ao vivo que vimos lá fora neste ano – outra “premiação” no Popcast (aliás, já ouviram o podcast? Vai lá ouvir. Depois deste vídeo do Fontaines, claro).

***

PS: Vale lembrar que o ano ao vivo da banda já está encerrado. Três shows em Dublin, terra natal dos caras, em clima de celebração. Para 2020, Reino Unido e Australia estão no radar de uma tour que recomeça já em janeiro. Algo nos diz que ainda vamos falar muuuuuuito mais deles em 2020.

>>

IDLES invade a América com duas armas potentes: shows esgotados com o Fontaines D.C. e música nova

>>

070519_idles2

Uma das maiores e melhores bandas pequenas do mundo, junto com o Fontaines D.C., o IDLES se prepara para uma extensa turnê pelos Estados Unidos a partir de amanhã. Todos os 15 shows do rolê estão esgotados. E as duas bandas estarão juntas.

Para comemorar essa invasão à terra do Trump, o grupo punk de Bristol soltou hoje a faixa “Mercedes Marxist”, até então inédita. Ela foi extraída das sessions do discaço “Joy as an Act of Resistance”, lançado ano passado.

Depois desta tour nos EUA, que começa nesta quarta em Albany e termina dia 28 de maio em Seattle, o IDLES fará um circuito de festivais pela Europa, incluindo o All Points East, Isle of Wight e Glastonbury, na Inglaterra, e ainda os franceses Main Square Festival, Eurockéennes e o Lowlands (Holanda).

>>

Ferrou! Fontaines D.C. continua com sua invasão à América e toca duas no Jimmy Fallon

>>

020519_fontaines2

Maior banda pequena do mundo hoje, a turma do Fontaines D.C. continua com sua cruzada de conquista da América. Além de shows armados pelo país junto com o Idles neste mês de maio, os irlandeses apareceram pela primeira vez na TV, em rede nacional.

E foi justo no bombado programa do Jimmy Fallon, espécie de batismo musical para quem quer aparecer na cena norte-americana, que o grupo liderado pelo encasquetado Grian Chattan tocou as ótimas “Boys In The Better Land” e “Liberty Belle”, ambas do discão de estreia, “Dogrel”, lançado recentemente.

O rolê do Fontaines D.C. com o Idels inclui shows esgotados no Brooklyn Steel, no Brooklyn, dois em Washington, mais Austin, dois em San Francisco, Los Angeles, Portland, Seattle. Resumindo: de 18 shows pela América, só dois não estão esgotados, mas serão.

>>