Em fontaines dc:

Mais franceses. Mais Fontaines DC. Agora a session para o fantástico “Blogothèque”

>>

Captura de Tela 2020-11-16 às 4.17.19 PM

* Em forte produção de ações para dar movimento ao disco novo, “A Hero’s Death”, lançado neste ano, a banda irlandesa Fontaines DC, gravou em Paris o ilustríssomo “La Blogothèque”, programa francês online que bota em ação bandas novas especiais em sessions especiais, em lugares especiais.

Filmado em outubro e solto hoje à tarde no Youtube, o “Blogotèque” com o Fontaines DC traz duas músicas do segundo álbum, absurdamente bem filmadas e bem tocadas: “I Don’t Belong” e “Oh Such a Spring”.

Tem Fontaines dentro de um carro, Fontaines num casarão vazio.

Coisa mais linda.

>>

Ai, ai! Fontaines DC em session exclusiva para a rádio KEXP. Só música do disco novo

>>

Captura de Tela 2020-11-13 às 5.30.57 PM

* A incrível KEXP, rádio indie fundamental entre as rádios indies fundamentais, principalmente por suas valiosas sessions, entrevistas e presença online, subiu hoje uma performance exclusiva para eles gravada pela nossa banda irlandesa Fontaines DC.

Cinco músicas do grupo de Dublin gravado numa sala vazia em Londres, na sede da Neko Trust, o fundo musical para ajudar a cena britânica em todas as suas camadas, de olho no futuro. Todas do segundo disco da banda, “A Hero’s Death”, lançado neste ano.

A session teve o seguinte: “A Hero’s Death”, “Living in America”, “Love Is the Main Thing”, “Televised Mind” e “A Lucid Dream”.

Enjoy o rolê!

>>

A onda dos shows interativos. Fontaines DC anuncia seu livestreaming para você ver como quiser

>>

* A cena musical anda tensa com o vem-não vem da vacina, mas segue em metamorfose tecnológica para entender os novos tempos. E sobreviver a eles. Ou segue a metamorfose para entender o que vamos levar daqui para esses novos tempos. Seja lá quando for esses novos tempos.

O que a gente tem visto desde fevereiro/março, quando o caldo viral entornou, é uma mudança sensível na forma e no conceito das tais lives. Tomemos, vamos botar um fim-começo nesta história, como exemplo a live da Billie Eilish do mês passado.

Os livestreamings, gravado ou não, estão caminhando forte para a interatividade. É o que temos. Não basta ser uma live bonita, a banda boa, as músicas incríveis. Nem querer substituir a experiência de ver um show ao vivo. Tem que ter uma interatividade maior do que a caixinha de comentários de tempo real.

Dita toda essa filosofia moderna, cabe dizer que a linda banda irlandesa Fontaines DC, uma das prediletas da casa, anunciou um evento em livestreaming interativo, que vai acontecer com exclusividade no site/app de realidade virtual MelodyVR. Baixando o app da MelodyVR, a experiência deste streaming vai ser completa, porque a tecnologia permite escolher qual câmera quiser, entre várias, para assistir ao show no melhor ângulo. Ou no ângulo que desejar, digamos. Você pode ser seu próprio editor de imagens na performance do Fontaines DC.

A transmissão vai acontecer no dia 23 de novembro, às 17h30 do horário brasileiro, 8:30pm no horário britânico. O palco vai ser a maravilhosa O2 Academy Brixton, ou Brixton Academy, uma das casas de shows mais lindas de Londres, tradicionalíssimo lugar de capacidade para 5 mil pessoas (antes do Covid) que existe desde os anos 80, nascido no calor do pós-punk inglês. Só a Brixton Academy como cenário é um trunfo que justifica o streaming do Fontaines DC.

Junta a ela tem a banda inglesa, em forma, ainda na vibe forte de seu ótimo segundo disco, “A Hero’s Death”, um dos álbuns do ano, lançado em julho e ainda não tocado num palco desses. Ainda que sem público… Obviamente, músicas do espetacular disco de estreia, “Dogrel”, vão fazer parte do setlist.

O Brixton Academy foi um dos últimos palcos que viu o Fontaines DC ao vivo neste 2020 zoado. O grupo de Dublin fez lá, no final de fevereiro, seu maior show sold-out de sua ainda curta carreira.

“Brixton was one of the last places we played to an audience and it was a really special show for us”, disse a banda em comunicado. “It’s a weird thing to be playing a show to an empty room, regardless of the size or esteem of it. Maybe even more so because of that. Hopefully though with you there we can get back some kind of ghost of that feeling, even if it’s not quite the same.”

Captura de Tela 2020-11-11 às 1.12.19 PM

* O Fontaines DC tem uma turnê de 20 shows REAIS marcada para acontecer no ano que vem, a partir de maio, em Edimburgo, Escócia. Um deles em Londres, no colossal Alexandra Palace. Vamos ver se o mundo deixa.

>>

O amor é o principal, mas não que isso seja fácil. Segundo o Fontaines DC. Veja “Love Is the Main Thing”

>>

* A banda irlandesa Fontaines DC, aquela, fez de vídeo oficial nestes dias a faixa “Love Is the Main Thing”, ao vivo, do badalado show “A Night at Monrose””, em Dublin, feito na quartentena.

A música destacada é uma das mais legais e profundas e intensas e joydivisioniana de seu mais recente disco, “A Hero’s Death”, por si só e em sua totalidade legal, profundo, intenso e joydivisioniano do tão-falado segundo álbum, lançado em 31 de julho e ainda reverberando nos nossos corações.

Até porque “Love Is the Main Thing” exatamente fala ao coração, mais do que as poesias existenciais ou posicionamentos políticos que o letrista e cantor da banda, o pequeno iluminado na causa irlandesa Grian Chatten espalha pelas músicas da banda.

Fala, mas não de um jeito muito, digamos, esperançoso. “Love is the main thing / Tired of embracing / Using and wasting / Always alone-ing / Tired and be hoping / Always…”

E a músicalidade de “Love…” e o vídeo da performance ao vivo traz esse clima. Ou não?

** Detalhe para Grian vestido com camiseta da banda Pogues que simula logo da cerveja Guinness. Tudo em casa **

>>

Fontaines DC faz show com público em Paris. Com gente aplaudindo as músicas. Lembra isso?

>>

Captura de Tela 2020-10-08 às 3.12.29 PM

* Não estamos aqui para julgar ninguém e tudo deve ter acontecido seguindo todos os protocolos, mas ontem a banda irlandesa Fontaines DC se apresentou ontem na Maison de La Radio, em Paris, com algumas centenas de felizardos que a gente costumava chamar de público.

A apresentação, com 13 músicas, uma mistura de seus dois discos lançados (o último, “A Hero’s Death”, saiu em 31 de julho), foi no Studio 104 e serviu como uma “session viva” para a rádio France Inter.

No Studio 104 cabem 850 pessoas sentadas. Li numa resenha francesa mencionararem que haviam “poucas centenas” vendo o grupo de Dublin ao vivo.

O show, de 50 minutos, serve como um loooooongo aquecimento para abril do ano que vem, quando o Fontaines DC tem compromisso marcado no Olympia, também em Paris.

Veja abaixo a apresentação de ontem na França. O setlist está abaixo do vídeo. E ouçam os aplausos. Dá gatilho!

***

* O setlist do show
I DON’T BELONG
TELEVISED MIND
CHEQUELESS RECKLESS
SHA SHA SHA
A HERO’S DEATH
HURRICANE LAUGHTER
BIG
YOU SAID
OH SUCH A SPRING
A LUCID DREAM
TOO REAL
BOYS IN THE BETTER LAND
I WAS NOT BORN

>>