Em franz ferdinand:

Um Franz Ferdinand em SP, nesta semana

>>

091115_paulthomson2

A banda escocesa mais brasileira da história vai mandar um representante ao país nesta semana, para manter a escrita de “Franz Ferdinand no Brasil”. Desta vez, não vem a banda toda. Nem o Alex Kapranos. Mas, de certa forma, quem há de negar, é mais uma visita do FF ao Brasil.

O baterista Paul Thomson fará um DJ set em uma festa fechada, só para convidados, dentro do Terrazza Martini, na Casa Fares, em São Paulo. O agito que pode ser definido como uma celebração de prosecco em semana de Fórmula 1, será na quarta-feira agora, dia 11/11.

Se a gente contabilizar as visitas anteriores do Franz Ferdinand ao país, esta pode ser considerada a 8ª aparição da banda ou alguém da banda na cidade (há o risco de estarmos errando a conta). A última visita do grupo ao Brasil foi no ano passado, quando eles tocaram no Espaço das Américas.

Só que, para ver um Franz Ferdinand mais uma vez em São Paulo, a ordem agora é “take me in”, não “out”.

>>

FFS e uma pequena bagunça indie na TV americana

>>

141015_ffs1

Dobradinha indie que uniu gerações, o FFS – mistura do Franz Ferdinand com o veterano duo americano Sparks – continua divulgando seu disco de estreia homônimo, após shows em diversos festivais pelo mundo.

Atualmente, o combo está em rolê pelos Estados Unidos, onde participou do talk show do britânico James Corden. No palco, uma reedição ao vivo do animado single “Police Encounters”.

A banda encerra sua turnê pela América do Norte com show em Oakland, amanhã.

>>

FFS, o Franz Ferdinand com Sparks, tem o Alex Kapranos sem guitarra

>>

230715_ff2

A nova banda FFS, que na verdade é a junção do Franz Ferdinand com o veteranos duo americano Sparks, caiu na estrada recentemente para apresentar seu disco de estreia homônimo e está passeando por alguns festivais da Europa.

Na semana passada, o combo se apresentou no festival português Super Bock Super Rock. A imprensa local recebeu o show com certa cautela, apontando que as músicas novas do projeto foram recebidas de maneira morna pelo público, que se manifestou melhor quando canções das discografias originais das bandas foram tocadas. Tipo “Take Me Out” dos escoceses e The Number One Song in Heaven” dos americanos.

No geral, o show foi considerado bem bom, mas não pegou. Entende? De novidade o Alex Kapranos soltinho, sem guitarra, todo performático e arriscando uns passos de dança, algo diferente dos shows do FF.

Um canal de TV português foi liberado para transmitir as três primeiras canções do concerto, que podem ser conferidas abaixo. São elas “Johnny Delusional”, “The Man Without A Tan” e “Police Encounters”

>>

Call Girrrllll. A nova do FFS, que parece Franz Ferdinand, mas lembra o Sparks

>>

280515_ffscallgirl

O supergrupo indie-glam FFS, que consiste nos escoceses do Franz Ferdinand e o duo americano setentista Sparks, liberou mais uma canção do disco de estreia do projeto, que sai dia 8 de junho.

“Call Girl” soa mais moderninha e parece na maior parte do tempo uma música da banda escocesa mesmo. Mas ali no minuto final entra uma atmosfera synthpop que é marca registrada do Sparks. Então a mistureba continua.

A nova banda vai excursionar por alguns festivais de verão da Europa nas próximas semanas.

>>

FFS, o Franz Ferdinand com o Sparks, bota um pé (indie) na música clássica

>>

020415_sparks3

Espécie de indie meets classical music, o FFS – união do “novo” Franz Ferdinand com o veterano duo americano Sparks – soltou mais uma canção de seu disco homônimo que sai dia 8 de junho.

“Collaborations Don’t Work” tem mais de 6 minutos de duração, um pouco de Queen (?), um pouco de indie, um pouco de música clássica, um pouco de trilha sonora de filme de terror das antigas. É o som mais trabalhado da banda nova até agora. “Banda”, sim, fazem questão de frisar os envolvidos. “Não é um projeto colaborativo”, tem afirmado Alex Kapranos, fazendo jus ao nome da faixa liberada hoje.

O álbum tem 16 faixas e foi produzido por John Congleton, que tem no currículo trabalhos com Modest Mouse, Brian Wilson e St. Vincent. Antes, o FFS soltou as canções “Piss Off” e “Johnny Delusional”. Eles saem em turnê para alguns festivais de verão na Europa e também vão tocar na América do Norte nos próximos meses.

>>