Em franz ferdinand:

CENA – Axé Bahindie urgente!!! Bertazi junta Franz Ferdinand e É o Tchan e faz o Tchanz Ferdinand. E tem Clash e Ivete, para acabar com tudo

>>

cena

* Alguém tem que dar um Grammy para esse cara. O genial 2ManyDJs, se ninguém lembra, começou com mashups à primeira vista improváveis. Talvez menos zoeira que as do Raphael Bertazi. Mas e daí? Quem disse que a obra do nosso brasileiro não é séria???

Às portas do Carnaval-al-al, o mashupeiro oficial da cena brasileira concebe, direto de Pirassununga, no interior de SP, concebe mais algumas pérolas que misturam bandas inacreditáveis da música independente com bandas i-na-cre-di-tá-veis da música popular brasileira. Acredite.

Essa Franz-Ferdinand-meets-É-o-Tchan é sensacional. Virou Tchanz Ferdinand. Mix do hino “Take Me Out” com trechos de vários ~hinos~ do histórico É o Tchan. Na real, é um jogral do Alex Kapranos com o Compadre Washington, haha. E, pensa, o Bertazi diz que tem até Banda Eva no sampler. Gênio.

**

* A coisa não para aí. Bertozi escalou o Clash para duelar com a Ivete Sangalo, ela de novo e sempre boa, nessa “Céu de London”, que é a clássica “Train in Vain”com “Céu de Boca”. Tem até capa representativa. Obra-prima.

Captura de Tela 2017-02-13 às 3.28.52 PM

**

* Eu já disse aqui antes e volto a repetir. O Raphael Bertazi deveria ter um bloco de Carnaval. E iria reunir mais gente que esses blocos do Rio de 1 milhão de seguidores.

>>

Banquete indie reúne Band of Horses, Franz Ferdinand, Grandaddy, Midlake e Travis. Hein??

>>

300117_bnqt

Mais ou menos no fim de 2015, surgiu uma notícia que apontava para a formação de uma nova superbanda indie, que consistia em uma mistura do Midlake com Band of Horses, Franz Ferdinand, Grandaddy e Travis. Pois bem, rolou.

Os vocalistas Ben Bridwell (Band of Horses), Alex Kapranos (Franz Ferdinand), Jason Lytle (Grandaddy) e Fran Healy (Travis) pegaram o Midlake como “banda base” a texana Midlake e formaram o BNQT, abreviação para Banquet. Tudo foi montado por Eric Pulido, líder da banda de Austin.

Eles não apenas divulgaram para 28 de abril o lançamento do disco de estreia, “Volume 1”, com 10 faixas inéditas, como também liberaram o single “Restart”, que abre o álbum.

Ainda não há informações mais detalhadas de como funcionará a variedade de vozes do grupo e se eles sairão em turnê, mas “Restart” já dá uma ideia do que vem por aí.

BNQT – “Volume 1” – Tracklist
01 Restart
02 Unlikely Force
03 100 Million Miles
04 Mind Of A Man
05 Hey Banana
06 Real Love
07 Failing at Feeling
08 L.A. On My Mind
09 Tara
10 Fighting The World

>>

Um Franz Ferdinand em SP, nesta semana

>>

091115_paulthomson2

A banda escocesa mais brasileira da história vai mandar um representante ao país nesta semana, para manter a escrita de “Franz Ferdinand no Brasil”. Desta vez, não vem a banda toda. Nem o Alex Kapranos. Mas, de certa forma, quem há de negar, é mais uma visita do FF ao Brasil.

O baterista Paul Thomson fará um DJ set em uma festa fechada, só para convidados, dentro do Terrazza Martini, na Casa Fares, em São Paulo. O agito que pode ser definido como uma celebração de prosecco em semana de Fórmula 1, será na quarta-feira agora, dia 11/11.

Se a gente contabilizar as visitas anteriores do Franz Ferdinand ao país, esta pode ser considerada a 8ª aparição da banda ou alguém da banda na cidade (há o risco de estarmos errando a conta). A última visita do grupo ao Brasil foi no ano passado, quando eles tocaram no Espaço das Américas.

Só que, para ver um Franz Ferdinand mais uma vez em São Paulo, a ordem agora é “take me in”, não “out”.

>>

FFS e uma pequena bagunça indie na TV americana

>>

141015_ffs1

Dobradinha indie que uniu gerações, o FFS – mistura do Franz Ferdinand com o veterano duo americano Sparks – continua divulgando seu disco de estreia homônimo, após shows em diversos festivais pelo mundo.

Atualmente, o combo está em rolê pelos Estados Unidos, onde participou do talk show do britânico James Corden. No palco, uma reedição ao vivo do animado single “Police Encounters”.

A banda encerra sua turnê pela América do Norte com show em Oakland, amanhã.

>>

FFS, o Franz Ferdinand com Sparks, tem o Alex Kapranos sem guitarra

>>

230715_ff2

A nova banda FFS, que na verdade é a junção do Franz Ferdinand com o veteranos duo americano Sparks, caiu na estrada recentemente para apresentar seu disco de estreia homônimo e está passeando por alguns festivais da Europa.

Na semana passada, o combo se apresentou no festival português Super Bock Super Rock. A imprensa local recebeu o show com certa cautela, apontando que as músicas novas do projeto foram recebidas de maneira morna pelo público, que se manifestou melhor quando canções das discografias originais das bandas foram tocadas. Tipo “Take Me Out” dos escoceses e The Number One Song in Heaven” dos americanos.

No geral, o show foi considerado bem bom, mas não pegou. Entende? De novidade o Alex Kapranos soltinho, sem guitarra, todo performático e arriscando uns passos de dança, algo diferente dos shows do FF.

Um canal de TV português foi liberado para transmitir as três primeiras canções do concerto, que podem ser conferidas abaixo. São elas “Johnny Delusional”, “The Man Without A Tan” e “Police Encounters”

>>