Em gang of four:

POPLOAD NOW – 3 tesouros para hoje. Idles fazendo Gang of Four e Black Midi fazendo Hall & Oates. Até Girl in Red fazendo Post Malone ficou bom

>>

* Vamos lá. Pela ordem. O grupo pós-punk inglês Idles, prediletos da casa, fez cover para a clássima “Damaged Goods”, um dos hits da lendária banda inglesa Gang of Four. Ficou melhor que o plágio dos Titãs, hahaha (zoeira piada interna, dsclp). “Damaged Goods” com o Idles vai estar no álbum-celebração “The Problem of Leisure: A Celebration of Andy Gill and Gang of Four”, que era para ter saído agora em maio mas ficou para 4 de junho, na semana que vem. E traz uma galera fera prestando homenagens sonoras ao disco “Entertainment!” (1979), à banda e ao gênial Andy Gill, que morreu na pandemia, talvez por causa dela. Em “The Problem of Leisure”, vai aparecer, além do Idles, gente como Tom Morello e Serj Tankian (System of a Down), Flea e Frusciante (Chili Peppers), a banda Warpaint e… o guitarrista brasileiro Dado Villa-Lobos, ex-Legião Urbana, entre outros. O Idles diz que Gang of Four é influência diretíssima deles. Ficou bem gênia a versão.

***

* A desconstruidora banda inglesa Black Midi, que teve entrevista ontem aqui na Popload com o vocalista e guitarrista Geordie Greep se dizendo fãs de Egberto Gismonti e João Bosco, é admiradora também do histórico duo da Filadélfia dos anos 80. O Black Midi, que lançou o ótimo segundo álbum ontem, o “melodioso” “Cavalcade”, compareceu ontem mesmo no programa da DJ Mary Anne Hobbs, na rádio 6Music, para falar sobre o disco novo e mostrar algumas músicas, deixou “escapar” uma inesperada e maravilhosa cover do Hall & Oates, para o estratosférico sucesso deles “I Can’t Go for That”. Baaaaita som, na original e nesta homenagem do trio novinho de Londres.

***

* Da mesma session para a rádio satétite americana Sirius XMU que rendeu a performance ao vivo no piano para sua fofa baladinha “Midnight Love”, a norueguesa Girl in Red, que está divulgando seu recém-lançado álbum de estreia, “If I Could Make It Go Quiet”, mandou “Circles”, single número 1 da “Billboard” em 2019 do figura, cantor e ator Post Malone. Aqui, ficamos em atualidades nas duas pontas. Bom também, ficou.

***

* Esta seção da Popload é pensada e editada por Lúcio Ribeiro e Daniela Swidrak.

>>

Gang of Four revela (!) cover linda das Warpaint. Disco-tributo da bandaça inglesa sai em maio

>>

* Em maio agora, mais precisamente no dia 14, chega aos streamings e em vinil duplo a compilação comemorativa “The Problem of Leisure: A Celebration of Andy Gill and Gang of Four”, parte ainda do tributo aos 40 anos do famoso disco “Entertainment!”, album de estreia de uma das fundamentais bandas do rock/punk inglês, lançado no final de 1979. Essa compilação era para ter saído no ano passado, mas veio a pandemia, o grande Andy Gill morreu (dizem que dela mesmo) e o projeto deu uma esfriada, na época.

Dentre os artistas conhecidos para montar esse trabalho estão Tom Morello e Serj Tankian (System of a Down), Flea e Frusciante (Chili Peppers), Idles e Warpaint, entre vários outros. Até o guitarrista brasileiro Dado Villa-Lobos, ex-Legião Urbana, está nessa.

Neste final de semana foi revelada, no Soundcloud da banda, outra música do celebratório “The Problem of Leisure”, desta vez do grupo de meninas californianas Warpaint. Já havia rolado no comecinho do ano a divulgação de “Natural’s Not in It (USA)”, na versão de Tom Morello & Serj Tankian.

A escolha para as Warpaint foi de elas tocarem uma cover para a incrível “Paralysed”, até bem parecida com a original, ainda que numa versão… hum… de pegada feminina.

“Andy adorava o jeito que as Warpaint criavam não apenas canções, mas atmosferas, de um jeito muito espontâneo e dançante”, disse a víuva de Gill, Catherine Mayer.

>>

POPNOTAS: O documentário dos Racionais e o da Billie Eilish. A caixa do Gang of Four e os tufões do Royal Blood

>>

– A turma do site Bicho Solto, centro de pesquisa e divulgação de informação sobre cultura e internet no Brasil, soltou seu primeiro documentário no YouTube. O vídeo de pouco mais de meia hora é uma análise pesada sobre a história do veterano grupo paulistano de rap Racionais MC’s (foto na home da Popload). Como o maior grupo musical recente da música brasileira sempre soube interpretar o Brasil, mas o Brasil talvez não tenha os interpretado tão bem assim? É o que tentam desvendar Felipe Adão, João Brizzi e João da Mata, autores do trabalho. A gente assistiu e acredita que eles responderam bem a pergunta. Tome tento. Assiste lá.

– Vem aí uma senhora caixa do histórico grupo inglês Gang of Four. Chamada “77-81”, sai pelo selo Matador em março e reúne em vinil os dois primeiros álbuns da banda (“Entertainment!” e “Solid Gold”), singles e um show ao vivo inédito. Ainda no pacote, um cassete com 26 sons que incluem outtakes, raridades e demos inéditas, entre outros mimos. Praticamente inviável com o dólar atual? Sim, mas vai saber, né? Do material inédito, está disponível no YouTube o som “Elevator”, uma canção que ficou perdida entre os ensaios da banda e a gravação do primeiro disco.

Ricky Powell, fotógrafo nova-iorquino superpróximo dos Beastie Boys, morreu aos 59 anos, com problemas no coração. Do Brooklyn, ele fotografou um turma e tanto em sua carreira, músicos e artistas. Do naipe de Run-DMC, Madonna, Eric B. e Rakim, Flavor Flav., LL Cool J, Andy Warhol, Basquiat, entre outros. Sua relação com os Beastie Boys começou em uma turnê de 1986, quando a banda abria os shows do Run-DMC, e seguiu pelos anos seguintes. Era considerado o “quarto beastie” e seu nome foi parar até em um verso de música do trio. Ricky fez exposições, livros e até tocou em um programa de televisão chamado “Rappin’ with the Rickster”.

– Vale prestar atenção no retorno do duo britânico baixo-bateria Royal Blood. Parte de um repertório mais dançante, “Typhoons”, segundo single dessa retomada da dupla formada por Mike Kerr e Ben Thatcher, acabou de ganhar um vídeo onde o tufão do título da canção é traduzido pela força da pegada da própria música da banda ao vivo da banda, um furacão por si só, para seus fãs. Vale assistir para entender mellhor.

– Saiu mais um trailer do aguardado documentário da cantora Billie Eilish, que chega aos cinemas (americanos) e ao serviço da Apple TV+ no dia 26 de fevereiro. “Billie Eilish: The World Is a Little Blurry” mostra a trajetória da menininha esquisita ao estrelato pop mundial. Como Eilish tem ainda 19 anos e apenas um álbum, “When We All Fall Asleep, Where Do We Go?”, não é que o doc vai cobrir um graaaaande período da vida de um artista, mas já deve explicar muito os bastidores que leva uma menina que cria aranhas a representar tanto uma geração nova de meninas. Abaixo, o trailer 2 de “Billie Eilish: The World Is a Little Blurry”.

.

>>

Tom Morello, Idles, Flea, Warpaint e… Dado Villa-Lobos. Todos juntos no disco-tributo à lendária Gang of Four

>>

* Estava quase botando o selo da CENA aqui, mas deixa.

No dia 14 de maio será lançada uma coletânea de vinil duplo em tributo à grande Gang of Four, importante banda inglesa do punk e principalmente pós-punk inglês dos anos 70 que botou a galera de moicano, botas Doc Martens e roupas rasgadas a dançar funk e dub.

O disco era para ter saído no ano passado, como parte das comemorações dos 40 anos do gigantesco álbum “Entertainment!”, o disco de estreia do Gang of Four lançado no final de 1979. Mas o grande guitarrista Andy Gill morreu em fevereiro, cedo demais (64 anos), e engavetou o projeto, que vem à luz agora com o nome “The Problem of Leisure: A Celebration of Andy Gill and Gang of Four”. As homenagens agora são duas.

gangof4capa

Um grande número de artistas conhecidos participarão da compilação, obviamente tocando, cada um a seu modo, as marcantes músicas do Gang of Four. Tom Morello, Serj Tankian (System of a Down), Flea e Frusciante (Chili Peppers), os grupos Idles, Warpaint e Dandy Warhols, a eterna musa La Roux e o veterano Gary Numan estão na coletânea.

Tem um músico também que conhecemos bem por aqui. O guitarrista Dado Villa-Lobos, ex-Legião Urbana, comparecerá em um dos discos para tocar uma cover de “Return the Gift”, do disco “Entertainment!”.

O envolvimento de Dado Villa-Lobos num tributo à banda inglesa dos anos 70 é muito menos bizarro do que parece ser. Em 2012, Andy Gill veio ao Brasil especialmente para participar do “MTV ao Vivo – Tributo à Legião Urbana”, tocando duas músicas, uma da Legião Urbana e outra de sua banda, influência descarada do famoso grupo brasileiro, a ponto de sempre apontarem as referências sonoras da Legião Urbana muito… digamos… escancaradas demais.

O guitarrista brasileiro já disse em entrevista que os barulhinhos que produziu em “Ainda É Cedo”, da Legião, bebe bastante no jeito de tocar de Andy Gill, mais que em The Edge, do U2, outro nome muito lembrado nas influências do começo da banda de Brasília.

O rock brasileiro dos anos 80 amava Gang of Four. O grupo paulistano Titãs, por exemplo, copiou “como homenagem” um trecho do refrão da letra do hino “Damaged Goods” (Your kiss so sweet/ Your sweat so sour/ Sometimes I’m thinking that I love you/ But I know it’s only lust), dos ingleses, em “Corações e Mentes” (O teu beijo é tão doce/ O teu suor é tão salgado/ Às vezes acho que te amo/ Às vezes acho que é só sexo).

A compilação “The Problem of Leisure: A Celebration of Andy Gill and Gang of Four” vai ser construída assim:

disco 1

IDLES – Damaged Goods (UK)
Tom Morello & Serj Tankian – Natural’s Not in It (USA)
Helmet – In the Ditch (USA)
3D* x Gang of Four feat. Nova Twins – Where the Nightingale Sings (UK)
Hotei – To Hell With Poverty (Japan)
Gary Numan – Love Like Anthrax (UK)
Gail Ann Dorsey – We Live as We Dream, Alone (USA)
Herbert Grönemeyer feat. Alex Silva – I Love a Man in a Uniform (Germany)
LoneLady – Not Great Men (UK)
JJ Sterry – 5.45 (UK)

disco 2
La Roux – Damaged Goods (UK)
Everything Everything – Natural’s Not in It (UK)
Dado Villa-Lobos – Return the Gift (Brazil)
The Dandy Warhols – What We All Want (USA)
Warpaint – Paralysed (USA)
Flea & John Frusciante – Not Great Men (USA)
The Sounds – I Love a Man in a Uniform (Sweden)
Hardcore Raver in Tears – Last Mile** (China)
Killing Joke x Gang of Four – Forever Starts Now (Killing Joke Dub) (UK)
Sekar Melati – Not Great Men (live version) (Japan)

***

E tem o vídeo da faixa que junta Tom Morello e Serj Tankian, que postamos aqui lá atrás.

>>

POPNOTAS, 7 de janeiro – Nick Cave “apenas” tem um álbum novo pronto, a volta do Kings of Leon com duas músicas e o papelão do Ariel Pink

>>

– Só o Nick Cave mesmo. Em sua newsletter, ele deixou uma informação quase que escondida em uma resposta a um fã. Ele e os Bad Seeds estão de álbum novo. “Carnage” é o nome do disco e pelo que ele disse já está gravado. E isso é tudo que sabemos. Ah, seu fiel escudeiro Warren Ellis está no rolê também.

– A gente comentou por aqui que o Kings of Leon (foto na chamada da home) estava armando algo dando um gostinho de várias inéditas nas redes sociais. Agora oficializou. “When You See Yourself”, oitavo álbum deles, chega no dia 5 de março. Por conta do anúncio, a banda soltou dois sons na íntegra, hoje: “The Bandit” e “100,000 People”. Está sem tempo? Escuta só a primeira que é a melhorzinha.

– Não é de hoje, Ariel Pink, que tanto já apareceu por aqui com suas boas músicas, é umtrumpista declarado. Além do apoio que dá no Twitter, o músico confirmou que esteve nos protestos que acabaram na invasão ao Capitólio na quarta-feira, 6. Zuado é pouco. Ainda em política, Jello Biafra, deu um esculacho no que sobrou do Dead Kennedys, sua ex-banda. A conta oficial do grupo fez um post elogiando o senador republicano Mitt Romney. “How dumb and clueless can you get??”, escreveu Jello em resposta. Precisa de tradução?

– A premiação BBB Sound of 2021 foi ganha pelo rapper Pa Salieu. Na turma que escolhe o vencedor da premiação, nomes como Billie Eilish e Stormzy, entre centena de profissionais da música. O BBC Sound of tenta sempre adiantar quem vai ser o nome da vez. Alguns vencedores do prêmio mostram que eles geralmente acertam na aposta: Adele, HAIM, Michael Kiwanuka, Ellie, 50 Cent, Corinne Bailey Rae, Keane são alguns dos vencedores anteriores. Vale também buscar os nomes do que quase levaram esse prêmio.

– Martin Gore, do Depeche Mode, vem de EP instrumental no dia 29 de janeiro. Segura o grave do seu fone ou da sua caixinha. Estouro.

Tom Morello, do Rage Against the Machine, e Serj Tankian, do System of a Down, se reuniram para regravar “Natural’s Not in It”, clássico do Gang of Four. O som, disponível no Soundcloud americano (ouça aqui) vai para a coletânea “The Problem of Leisure: A Celebration of Andy Gill and Gang of Four”, que só saí em maio.

– Um dos lançamentos mais bonitos do dia. Uma versão para “Reason to Believe”, uma música dos anos 60, reinterpretada pela incrível multiinstrumentista camaronesa Vagabon e nossa heroína australiana Courtney Barnett.

>>