Em george lewis jr:

Vida que segue: Twin Shadow lança mixtape, faz session em Seattle, abala Nova York

>>

Screen Shot 2015-10-02 at 17.08.05

* Ontem, em Nova York, para um Terminal 5 cheiaço (3.100 pessoas), a cool banda Twin Shadow deu sequência a sua atribulada turnê 2015, interrompida em abril quando o ônibus de turnê se envolveu num feio acidente perto de Denver, no Colorado, machucando bem o próprio George Lewis Jr. e o baterista, fora membros da crew. Aos poucos, no final de agosto, os shows ao vivo foram retomados e ganhou uma etapa “séria” na noite passada em Nova York, quando George e seu projeto se apresentaram em Nova York, em trio, com nova baterista (eletrônica), dando um caráter tecnopop ao Twin Shadow.

Segundo relatos que vi nas redes sociais, foi um show emocionante (foto acima), que teve o Wild Belle e o falado Helado Negro na abertura. Helado Negro é um músico latino da Flórida cujo nome real é… Roberto Carlos.

Durante o tempo recente que ficou com a mão engessada e o joelho zoado para andar, George Lewis matou o tempo gravando uma elogiada mixtape de uuma hora, chamada “Night Rally”. Organizando, para ser mais exato. Ele ajeitou algumas canções gravadas durante 2010 e 2015 e botou esse “quase álbum” de 45 minutos, cinco faixas de graça no Soundcloud. Uma cópia física tem sido vendida em vinil e CD nos shows ao vivo, em tiragem limitada. Algumas músicas têm entrado nos shows retomados.

Em vídeo liberado nesta semana, de gravação do final de agosto, o Twin Shadow pode ser visto em ação “cibernética” em session para a importante rádio KEXP, de Seattle, canções and entrevistinha, quando a banda passou pela cidade do grunge. No papo você vai entender o termo “cibernético”.

Então veja a meia horinha de Twin Shadow ao vivo em session e a mixtape-disco gravada na convalescência. Bem-vindo de volta, George.

>>

Twin Shadow adia turnê e vai passar por cirurgia

>>

091214_twinshadow1

Quatro dias depois, Twin Shadow se manifestou de maneira oficial sobre o grave acidente envolvendo dois ônibus de sua equipe na sexta-feira passada, em Aurora, estado do Colorado.

Como a Popload informou, o acidente envolveu ainda duas carretas. Doze pessoas da equipe de Twin Shadow ficaram feridas e foram deslocadas para dois hospitais de Denver.

Na ocasião, sabia-se que o caso mais grave era o do motorista de um dos ônibus. Em comunicado, George Lewis Jr. informou que o motorista se chama John Crawford. Além dele, seu baterista Andy Bauer continua hospitalizado em estado grave.

Twin Shadow também acabou ferido. Nesta semana, ele terá que passar por uma cirurgia de reconstrução da mão. Sendo assim, os shows marcados na turnê americana e europeia para o resto deste mês e boa parte do mês de maio estão, a princípio, adiados. A previsão é que a banda volte aos palcos apenas dia 23/5, em Paris.

>>

Mais emotivo e impulsivo, Twin Shadow libera “Eclipse”

>>

090315_twinshadow

Enfim está disponível para audição o aguardado novo álbum do grande George Lewis Jr., o qual nos acostumamos chamar de Twin Shadow, o dominicano raptado pela onda do Brooklyn, que revive um synthpop antigo como se estivéssemos em 2050.

“Eclipse”, este novo álbum disponível para audição no site da NPR.org, chega às lojas na segunda-feira que vem, 17/3, e é o sucessor do ótimo “Confess”, de 2012.

Em entrevista ao blog americano Stereogum, Lewis disse que este novo disco se aproxima do seu estilo. “Sinto que em ‘Confess’ as coisas estavam distantes. Neste agora me sinto mais sensível, voltando a ser uma pessoa mais emocional agindo de forma impulsiva. Tendo seus instantes de loucura e outros momentos reais de clareza”.

Para ouvir o álbum, basta clicar na imagem abaixo.

090315_TWINLISTEN

>>

Twin Shadow e o jeito indie de se sensualizar em rede nacional

>>

180215_twinshadow

Não dá para não repetir sempre que George Lewis Jr. – aka Twin Shadow – é um dos sujeitos de caminho mais improvável e interessante do novo indie. Ele, dominicano de nascimento, foi engolido pela “onda do Brooklyn”, tudo porque resgata como poucos uma new wave em seus bons momentos, um tanto esquecida, mas com pitada moderna e agradável.

No próximo dia 17 de março ele lança seu aguardado novo álbum, “Eclipse”, primeiro dele em mais de três anos. O último disco cheio de Lewis é “Confess”, de 2012.

180215_twinshadow2

O single que puxa a divulgação do álbum é “Turn Me Up”, divulgado pelo músico e produtor no fim do ano passado e reeditado ao vivo no programa de David Letterman, em versão toda quebrada e envolvente.

Quando ele soltou a música, em dezembro, Twin Shadow explicou a origem da canção, ao dizer que… “My friends keep asking, ‘Turn me up’, what’s that mean? I keep saying, Take more from me. Ask more of me. Give me more back. Stop fighting against the things you want the most”.

>>

Twin Shadow toca uma das "músicas do ano" em uma mansão indie

>>

George Lewis Jr. vai fechar 2012 como um dos principais nomes do indie. Para quem não está ligando o nome ao artista, o indie dominicano radicado americano também atende pela alcunha de Twin Shadow, um certo herói do indie-USA nascido na República Dominicana, absorvido pela “onda do Brooklyn”, também “acusado” de ressuscitar a new wave com umas letras emocionais e brutais.

Com seu “Confess”, segundo disco de carreira lançado em junho passado, Twin Shadow tem viajado o mundo em turnê que só será finalizada mês que vem, na Dinamarca.

Ele gravou uma session que estreou hoje na bíblia indie Pitchfork. “Mansion Sessions” consiste numa série de apresentações e entrevistas com artistas feitas em uma mansão (!) localizada em Bushwick, região do Brooklyn. Quase uma Popload Session, diz que não?

O Twin Shadow mandou a ótima “Five Seconds”, uma das melhores músicas (e vídeos) do ano. O som bombou desde rádios cool como a SiriusXM U às estações pequenas. O vídeo mostra George e um amigo, ases da motocicleta, metidos numa porradaria desenfreada com uma gangue de mascarados com tacos de beisebol na mão.

Já o vídeo para a session da P4K, sem motocicletas, podemos conferir abaixo.