Em get back:

POPNOTAS – Cine Joia reabre hoje à noite com Boogarins e Edgar. Little Simz tem o disco do ano na BBC. Festival paraense Se Rasgum anuncia sua edição da Paz. E conta pra gente: os Beatles te cansam?

>>

– A importantíssima emissora de rádio online da BBC, a 6Music, que respira nova música por todos os seus poros virtuais, elegeu o disco da rapper fodona Little Simz, o lindérrimo “Sometimes I Might Be Introvert”, o melhor de 2022. O quarto álbum da inglesa que já tocou no Popload Festival foi lançado em setembro e superou, no rol de discaços do ano da 6Music, o “Collapsed in Sunbeans”, maravilhoso disco estreante da fofa da Arlo Parks. A eleição foi feita entre os grandes DJs que municiam a rádio com grandes programas, tipo o Steve Lamacq e a Lauren Laverne. “Quando ouvi o disco no começo do ano, eu me apaixonei imediatamente e senti de cara que ele seria o álbum do ano para mim”, disse Laverne. Vai estar bem rankeado na lista da Popload, isso não é difícil sentir, também.

CENA – Há 15 anos abrindo espaço para alavancar a novíssima cena nacional e principalmente a movimentação sonora de Belém, o tradicional festival indie Se Rasgum anuncia uma nova edição presencial em janeiro, que ainda terá transmissão online e uma websérie que documenta toda sua trajetória no rol de valentes festivais brasileiros tradicionais. O Se Rasgum da Paz, este é seu nome especial da vez, acontece de 14 a 16 de janeiro com shows “reais” também transmitidos no Youtube, com direito a entrevistas e cenas de bastidores. Nos dois primeiros dias ele acontece no centenário Theatro da Paz, ainda seguindo todos os protocolos, com público restrito e sentado e com apresentações especiais pensadas para o espaço, como o show de Besta Fera, de Jards Macalé, de Adriana Calcanhotto, a união de Giovani Cidreira com Josyara no show do disco “Estreite”, o encontro inédito no palco do indígena Nelson D com a rapper ameríndia Brisa Flow, além de performances de novos talentos como Liège, Nilson Chaves, Anna Suav e Klüber. Se ainda não conhece o festival, que já foi palco de nomes como Afrika Bambataa, Mac de Marco, Nada Surf e Ben Kweller, além dos principais nomes da cena brasileira, uma boa oportunidade é a websérie dirigida pelo jornalista Vladimir Cunha, que narra toda essa trajetória de seus 15 anos, num documentário dividido em quatro capítulos que será exibidoa até 14 de dezembro, sempre às terças, 20 horas, no canal do YouTube. O primeiro episódio já está disponível aqui.

cartaz_Se Rasgum da Paz

– “Get Back”, o esperadíssimo documentário dos Beatles, já tem dois de seus três episódios à disposição na plataforma Disney+. O último “entra em cartaz” amanhã aos assinantes do serviço. O fabuloso filme de seis horas com imagens inédita de uma certa “despedida” da banda antes de acabar, para dizer o mínimo, está sendo considerada de duas formas nos comentários gerais: uma que é muito “cansativa” por algumas pessoas, dada a sua duração, e “magistral”, por outras. Tem uma galera achando bom que tem uma versão de “1h30” condensada que está rolando por aí e que deve entrar mais tarde na plataforma e até em cinema. Estão considerando “visto” o filme, até. Sério mesmo? Por aqui, só conseguimos ver inteiro o episódio 1, as duas primeiras horas. É de uma preciosidade e imersão fabulosas, ainda que longa. Pegar uma banda de um nível histórico como os Beatles num detalhado processo de criação desde o comecinho de músicas que conhecemos tanto prontas é absurdamente rico e inusitado. Tipo essa construção do hit “Get Back” aí debaixo, com John e Paul combinando o riff de guitarra e Ringo tentando se achar na bateria é espetacular.

CENA – Depois de quase dois anos fechada, a casa de shows Cine Joia reabre toda reformada nesta noite, com uma movimentadíssima programação de show duplo: primeiro entra o ótimo e superperformático rapper paulista Edgar, de Guarulhos, mostrando pela primeira vez ao vivo a um público pagante o show de seu mais recente e ótimo disco, “Ultraleve”, lançado em maio deste ano. Mais que simplesmente músico, Edgar é um “artista”, com todas as letras, e ele leva essa nomenclatura ao palco. Na sequência entra o internacional grupo goiano de MPB psicodélica Boogarins, quarteto que já tocou muito em festivais mundo afora e muito no próprio Cine Joia também. Combina muito uma estreia ter eles como atração. O Cine Joia fica na Liberdade, acabou de completar 10 anos de existência na música e tem falado que os seus próximas dez anos de bons shows começam nesta noite. Ingressos tanto para hoje como já o de uma vasta programação até março você pode encontrar aqui.

joia

>>

Um minutos de Beatles tocando no rooftop. “Get Back” está chegando

>>

* Estão querendo matar a gente de expectativa, mas a gente vai sobreviver para ver a chegada à plataforma Disney+ de “Get Back”, o aguardadíssimo documentário dos Beatles que chega em três partes, uma por dia, a partir de quinta agora, 25.

Agora soltaram um minuto dos Beatles tocando “Get Back”, a música, no famoso e improvisado show no rooftop do prédio da gravadora Apple, em Londres, o que veio a ser o último show da vida dos Beatles.

É de uma maravilhosidade…

>>

Beatles solta mais um clip magistral do documentário “Get Back”, que estreia nesta semana

>>

* Chega o Natal mas não chega logo 25/11, quando o “Get Back”, documentário maravilhoso dos Beatles, estreia no Disney+ e vai ter suas três partes completadas nos dois dias seguintes. Quinta, sexta e sábado agora. O filme vai trazer imagens inéditas de interações e desempenhos da banda em 1969, durante as tumultuadas gravações do derradeiro álbum “Let It Be”, o último do grupo mais famoso que este planeta teve.

“Get Back” é um trabalho de garimpo do diretor Peter Jackson por 60 horas de filmagens e 150 horas de áudio, que estavam “perdidos”.

Nas últimas semanas, têm surgido imagens em “clip” do documentário. A gente tem dado todos, óbvio.

Hoje apareceu mais um, dois minutos de Paul, John, Ringo e George “treinando” um de seus clássicos, a música “Don’t Let Me Down”, com o músico americano Billy Preston ao piano. Mais do que ser uma canção a estar em “Let It Be”, foi praticamente uma passagem de som para a famosa performance rápida que os Beatles fariam no rooftop do prédio da gravadora Apple, em Londres, que se tornaria o último show da banda na história.

Detalhe. Yoko Ono lendo um livro dos Beatles sentada numa sala com os Beatles tocando Beatles, como apontou brilhantemente um comentário do vídeo, que está aqui abaixo.

>>

Paul McCartney vê o filme dos Beatles em Londres. Vídeo traz cenas inéditas e Noel Gallagher

>>

* A espera por “Get Back”, a série de três partes que registra os maravilhosos momentos de gravação dos Beatles para o álbum “Let It Be”, que seria o último suspiro da mais famosa banda de rock de todos os tempos, está tão desesperadora quanto o jogo final da Liber… Isso é uma outra coisa.

O filme de seis horas dos quatro rapazes de Liverpool, dirigido por Peter Jackson, vai passar na plataforma Disney+, nos dias 25, 26 e 27 de novembro, semana que vem.

“Get Back” foi exibido numa sessão especial nesta semana, em Londres. E várias celebridades, óbvio, foram convidadas para esse “screening”, tipo Noel Gallagher, Dhani Harrison (filho de George), Zak Starkey (filho do Ringo) e, óbvio, sir Paul McCartney himself.

Neste vídeo especial da sessão mais que especial tem algumas cenas inéditas do documentário, que serve como um esquenta para a estreia, na semana que vem.

Delícia!

>>

Que maravilha! Um vídeo novo dos… Beatles

>>

* Mais um “pedaço” da docussérie dos Beatles veio à tona agora, Imagens nunca vistas antes desses quatro rapazes fazendo uma session para “I Got a Feeling”, música que abre o lado 2 do LP final da banda, o “Let It Be”, lançado em 1970 pouco antes de o Brasil ter ganhado o tricampeonato no México.

O que tem a ver? Nada…

Mas esse maravilhoso trecho, que funciona como se os Beatles tivessem lançado um videoclipe hoje, fazem parte de “Get Back”, o aguardadíííííssimo filme sobre o grupo mais famoso do mundo que “entra em cartaz” na plataforma Disney+ nos dias 25, 26 e 27 de novembro agora.

O doc, seis horas de duração divididas em três partes, você já leu muito e vai ler mais uma vez, é o resultado de um mergulho do diretor Peter Jackson em 60 horas de filmagens e 150 horas de áudio de um material de 1969 dos Beatles, com Paul, John, Ringo e George trancados em Londres para gravar seu disco final, o “Let It Be” mencionado. Seriam as últimas horas dos Beatles juntos.

Que coisa linda!!

>>