Em get your fight on:

Medo. Lá vem o Prodigy com vídeo novo

>>

* Diante de uma banda como a inglesa electropunk Prodigy, velha de guerra, você pode se posicionar de vários jeitos, menos passar batido por ela.

Screen Shot 2015-07-13 at 8.19.10

Screen Shot 2015-07-13 at 8.19.28

A mim, pessoalmente falando, o Prodigy já me causou várias sensações distintas: numa das minhas viagens mais loucas como jornalista foi ir de São Paulo ao condado de Essex, na Inglaterra, entrevistar os caras. Já escrevi um texto em espaço incrível sobre eles no “Mais”, extinto caderno de alta-cultura da “Folha de S.Paulo”, cuja ilustração era a Estátua da Liberdade, de Nova York, com um piercing no nariz. Quase morri pisoteado no Anhembi ao tentar sair de um show do LCD Soundsystem e tentar atravessar uma horda de cybermanos que chegava animada para um show do Prodigy. E o que o vídeo de “Smack My Bitch Up” (uma das músicas mais importantes da cena eletrônica desde sempre) na MTV, o da câmera em primeira pessoa com a “revelação final”, causou para a minha geração.

Enfim, todas essas reminiscências para dizer que está longe de ser ruim esses vídeo novo e música quase nova do Prodigy para “Get Your Fight On”, do disco “The Day Is My Enemy”, lançado em março deste ano. Curti!

Prodigy novo pode ser, vamos falar, “menos impactante” e até um pouco datado para as necessidades musicais hoje. Mas que eu ia amar pegá-los em novembro, no invernão britânico, tocando em algum lugar desta turnê com o Public Enemy, ah eu iria…

>>