Em glastonbury 2017:

BBC, enfim, libera “o melhor do Glastonbury”: de “Creep” e “Don’t Look Back in Anger” até… Dua Lipa

>>

280617_liamgallagher

Enfim, o conglomerado BBC começou a soltar seu material original registrado no Glastonbury, no último final de semana. A emissora, detentora dos direitos de transmissão, restringiu sua cobertura apenas para território britânico e ainda ficou amarrando os vídeos em plataformas tipo o YouTube.

Tipo três dias depois, eles liberaram agora algumas músicas das apresentações principais do festival, tipo do Radiohead, Foo Fighters, The xx, Killers e Liam Gallagher. Mas tem material “alternativo” também, tipo sessions improvisadas no estúdio armado pela BBC na Worthy Farm, como as do Sampha e seu inseparável piano e a modelo e cantora doce inglesa, de origem albanesa, Dua Lipa.

Vamos de mais Glastonbury, então?

>>

Maaais Glasto, agora o de 1997: o histórico show do Radiohead está OK por aí! E uma linha do tempo através de “Paranoid Android”

>>

270617_radiohead19972

Como você já deve ter percebido, ainda estamos no calor do Glastonbury, o maior festival de música do mundo, que teve mais de mil shows (apenas!) no último final de semana em Pilton, na Inglaterra, espalhados por mais ou menos 70 palcos, números informados pela organização.

Mesmo com esses mil shows todos e até um Jeremy Corbyn no meio, as atenções estavam voltadas, claro, para o Radiohead, que fez sua terceira aparição na história como headliner do evento. As outras duas aconteceram nos anos de 1997 e 2003, além de um show secreto e surpresa na edição de 2011, em um palco menor.

O show do ano de 1997 catapultou o Radiohead ao nível de mega banda, junto com o lançamento da obra-prima “OK Computer” naquele ano. A apresentação da sexta passada, inclusive, aconteceu no clima do relançamento da obra, intitulada agora de “OKNOTOK”, que inclui o disco original remasterizado e material bônus, incluindo faixas inéditas.

O guitarrista Ed O’Brien, dia desses, confessou na BBC Radio 2 que aquele famoso show de 1997, épico para quem assistiu, foi praticamente um pandemônio para a banda no palco devido a problemas técnicos no som. Diz o Ed que o grupo passou boa parte da apresentação sem ouvir direito o que estava tocando. Pensa.

Vira e mexe esse primeiro show do Radiohead enquanto headliner no Glasto aparece na internet, mas tudo indica que chegamos a uma versão definitiva, com imagens e som tratados. Boa parte do show foi transmitida ao vivo na TV na época, mas algumas pérolas tipo “Airbag” ficaram de fora.

Mas, vamos com o que temos. O histórico show de 1997 (ou grande parte dele) pode ser conferido abaixo. Em seguida, um vídeo feito por um fã que mostra a evolução da banda no festival, com uma linha do tempo ao som de “Paranoid Android” nas três versões ao vivo na Pyramid Stage. E o show de sexta passada, de lambuja.

radioheadglastosetlist

>>

Ainda o Glastonbury, parte 2: temos também as apresentações completas de Ride, Alt-J e HAIM

>>

270617_haim

Tem maaaaaais Glastonbury, com a desova de vídeos de shows completos que está acontecendo 48 depois do fim do festival. Os mais novos arquivos que a gente ama são os dos shows de Ride, Alt-J e HAIM, que se apresentaram no maior festival de música do mundo nos últimos dias.

O Ride está em clima nostálgico, mas de olho no futuro. A banda, que ficou separada por quase duas décadas, retomou os shows há algum tempo, mas confirmou essa reunião com o disco “Weather Diaries”, lançado neste mês, o primeiro deles desde 1996 e com produção de Erol Alkan.

Complexo e cultuado trio de Leeds, o Alt-J liberou no início deste mês seu terceiro disco de estúdio, “Relaxer”, que vai obrigar a banda a confirmar sua ascensão vista no álbum anterior, “This Is All Yours”.

Outro trio que também tocou no Glastonbury empurrado pelas suas novidades sonoras é o HAIM, formado pelas irmãs californianas Danielle, Este e Alana, que vão lançar dia 7 de julho agora o disco “Something to Tell You”, já com algumas músicas divulgadas e tocadas neste show no Glastonbury.

Enjoy!

>>

Ainda o Glastonbury, com os shows incríveis de Royal Blood, Temples e Biffy Clyro

>>
GLASTONVIN3PQ
270617_temples

Aos poucos estão aparecendo os registros completos dos shows do Glastonbury que foram transmitidos apenas em rede para o Reino Unido. A BBC andou vetando geral, mas a internet está aí para dar seus pulos.

Em uma breve zapeada pelo YouTube, é possível ver que apresentações de bandas legais como Royal Blood, Temples e Biffy Clyro estão disponíveis, mas só Deus sabe até quando.

O Royal Blood recém lançou o disco “How Did We Get So Dark?”, com 10 faixas inéditas e um leque de influências, incluindo Rolling Stones, The Hives e Daft Punk. Já o Temples, banda liderada pelo excêntrico James Bagshaw, está na estrada divulgando o ótimo álbum “Volcano”, que chegou ao mercado em março deste ano. Os escoceses descamisados do Biffy Clyro estão nos palcos mostrando, ainda, sons do disco “Ellipsis”, este lançado há mais tempo, tipo um ano atrás.

As três apresentações na íntegra podem ser conferidas abaixo.

>>

Glastonbury em 50 fotos: a galera, os shows, a molecada. E, claro, o Corbyn

>>

GLASTONVIN3PQ

O fim de semana foi agitado pelos lados da Inglaterra, com a realização de mais uma edição do gigante Glastonbury Festival, o maior evento de música e artes a céu aberto do mundo.

No meio dos mil shows (sim!) espalhados por 70 palcos oficiais, fora os improvisados, nomes como Radiohead, Foo Fighters, Liam Gallagher, The xx e tantos outros abrilhantaram o festival, que ainda viu o The Killers aparecer para um set surpresa na tarde de domingo, em sua terceira apresentação no Glastonbury, a terceira na carreira, a primeira em 10 anos.

Mas, a grande estrela que sai do Glastonbury 2017 é Jeremy Corbyn, político de 68 anos do Partido Trabalhista inglês, que foi atração no palco prin-ci-pal, e se tornou celebridade onipresente no mundo do mundo artístico em geral.

Abaixo, algumas 50 fotos que resumem mais ou menos o que foi o furacão Glastonbury no último final de semana. O evento deve rolar, de novo, só em 2019. A não ser que uma certa banda se reúna, palavras do patrono Michael Eavis. Smiths? Oasis? Led Zeppelin? ABBA?

** Fotos: Divulgação / Glastonbury

sun063

03-2

sat039

2017-06-24-17-08-09-Glasto2017-2-glastoweb

13-Glastofest17-AndrewAllcock-170624-6098

sat300

6-Glastofest17-AndrewAllcock-170624-6019

1-Glastofest17-AndrewAllcock-170624-1284

Saturday_Festival_003

Saturday_Festival_009-1

Saturday_Festival_008-1

Photo-Jun-24-5-00-14-AM

Saturday_Festival_014-1

sun086

Saturday_Festival_013-1

Iwona_Saturday_2017-5

Saturday_Festival_012-1

DSC_0789

Foo_Fighters_003-1

Iwona_Friday_2017-5

Iwona_Friday_2017-2

DSC_0431

DSC_0973

2017-06-23-15-47-34-Glasto2017-glastoweb

2017-06-23-13-47-41-Glasto2017-glastoweb

2017-06-23-13-18-41-Glasto2017-2-glastoweb

f1000

f561

f105

Friday_Festival_004

Friday_Festival_002

Friday_Festival_007

Friday_Festival_010

Friday_Festival_Arcadia_020

Friday_Festival_021

1-Glastofest17-AndrewAllcock-170623-0928

DSC_0179

11-Glastofest17-AndrewAllcock-170623-5760

9-Glastofest17-AndrewAllcock-170623-5751

Photo-Jun-24-9-22-42-AM

8-Glastofest17-AndrewAllcock-170623-5730

4-Glastofest17-AndrewAllcock-170623-5696

3-Glastofest17-AndrewAllcock-170623-0945

19-Glastofest17-AndrewAllcock-170624-1273

20-Glastofest17-AndrewAllcock-170624-5958

rob_loud_killers5

Saturday_Festival_016-1

Iwona_Saturday_2017-10

>>