Em gliv rocks:

POPLOAD TV – Programa Gliv Rocks mostra os discos que abalaram o ano mágico de 1991 na música

>>

* Há 30 anos, a música passaria por uma transformação profunda que tem consequências indeléveis até hoje no tipo de som que a gente escuta. Falar desse ano mágico de 1991, sob a ótica dos principais discos lançados naquela era, é o tema de mais uma parceria com o Gliv Rocks e a Popload TV, o canal do Youtube da Popload.

Não dá para tratar dos efeitos de 1991 na música sem passar umas quatro horas falando, mas Alê Zampieri, o apresentador e mr. Gliv, traçou um belo panorama através de 19 álbuns importantes de 91. E olha que ele já começa dizendo que ficaram “alguns bons discos de fora”. Eu diria que ficaram muitos, porque 1991 foi impressionante.

Não pense que 1991 se reúne “apenas” ao monumental e espetaculoso “Nevermind”, do Nirvana, que mudou tudo ao chacoalhar de surpresa a indústria. O Gliv Rocks elenca e explica o que os discos de REM, Guns N’Roses, EMF e Michael Jackson, para citar só esses, causaram na música neste ano bendito. A cada um a seu jeito e alcance, claro.

***

((E, claro, o programa gerou uma playlist de 19 músicas representativas dos 19 discos de 91, no Spotify)).
>>

Popload TV, o canal da Popload no Youtube, faz parceria com o Gliv Rocks e conta em programa a história do Foo Fighters

>>

* Como forma de movimentar a presença da Popload TV, nosso canal visual do Youtube, vamos iniciar nesta sexta-feira uma parceria com o Gliv Rocks, criado e apresentado por Alê Zampieri, que através do vídeo conta histórias de bandas e artistas, analisa discografias, formula divertidas listas e faz suas famosas recomendações.

O Gliv Rocks dentro da Popload TV vai estrear com um olhar sobre a história geral e recomendadíssima da banda de Dave Grohl, do seus tempos de baterista do Nirvana até o lançamento deste décimo álbum do FF, “Medicine at Midnight”, lançado nesta sexta-feira. Uma viagem para entender como o tímido Grohl novinho deu no maior cara do rock destes tempos.

“Criei o GLIV Rocks lá em 2017 basicamente com dois propósitos: ajudar a divulgar e espalhar a boa música e, de quebra, usar a boa e quase sempre infalível afinidade para fazer amigos”, conta Zampieri, que além da verve de historiador da música que gostamos tem um estúdio de criação e design chamado Gliv.

“Não tem muitas regras e o grande destaque vai para o rock e suas diversas ramificações, mas nunca “só” isso. A ideia inicial era postar fotos do acervo pessoal (capas de revistas, livros, CDs e DVDs), mas que foi evoluindo e, em 2020, só fotos já não eram o suficientes para expressar nossa paixão pelo barulho. E assim vieram os vídeos.”

Fã do Nirvana, o historiador Alê Zampieri está bem à vontade para contar, em meia hora, a história de Dave Grohl e seu Foo Fighters. Nos acompanhe.

***

((E, claro, o programa gerou uma playlist de 20 músicas representativas porém “não óbvias” do Foo Fighters, no Spotify)).

>>