Em green day:

POPNOTAS – Lana Del Rey country e o papel higiênico, Black Pumas na TV dando calor ao Texas gelado, Green Day e a aeróbica punk e a DJ Grace Kelly fazendo homenagem à vulva

>>

* Se você ainda se importa com o Green Day, esta é para você. A banda californiana revelou neste final de semana uma música nova, “Here Comes the Shock”, que foi feita para um jogo de hóquei e é acompanhada por um vídeo de aeróbica punk. Calma. É assim. O Green Day tem uma parceria com a “NHL”, a federação americana de hóquei, e combinou de estrear a canção nova no intervalo de um jogo especial entre o Vegas Golden Knights e o Colorado Avalanche. Acontece que o jogo, que ia ser ao ar livre, foi adiado porque o gelo que serve de piso para a partida não tava “firme”, então liberaram a banda para lançar a música sem ter jogo mesmo. “Here Comes the Shock”, a primeira inédita desde o lançamento do último disco, “Father of All Motherfuckers”, de um ano atrás. O vídeo da música do Green Day é conduzido por uma série de exercícios bons para os pulmões da Hilken Mancini, dona da “Punk Rock Aerobics”, responsável por levar o punk à academia. Mais ou menos isso.

* A baby Lana Del Rey vai lançar seu álbum, “Chemtrails over the Country Club”, no dia 19 de março. É o sétimo disco da cinemática cantora hollywoodiana, que tanto nos alegra com sua melancolia chic. Deste disco Já ouvimos três singles, o último deles a faixa-título, que veio com um vídeo em que Lana era uma loba. Aquelas coisas lá. Mas, enquanto esperamos o novo álbum, ela vem e dá notícias de dois outros discos, um com cover de músicas country e outro de folk. O de country estaria pronto. Ela disse para a revista britânica “Mojo”, em entrevista, que quando escuta seus materiais antigos, vê muito de country music nele. “Eu dei umas escutadas recentes em ‘Ride’ e ‘Video Games’ e achei isso, que são meio country. Quero dizer, elas definitivamente não são pop”. Na mesma entrevista, Lana revelou que gravou uma música para um comercial de papel higiênico, usando um pseudônimo. E disse ainda que o próximo single do novo disco será a faixa “White Dress”. Lana a toda.

CENA: Brasileira nordestina, preta. macumbeira, lésbica e lançando disco na cena eletrônica de Berlim. A DJ baiana Grace Kelly, que vive na frenética cidade alemã, acaba de lançar o single “PPK”, uma “ode às sapatonas e bissexuais que vai muito além do que essas três letras podem significar”. A música, batidão funky dentro da house, é do EP “Dengo”, a ser lançado em breve, o primeiro disco de Grace Kelly, que já tocou pela Europa, Israel, Marrocos, Bali e, claro, Brasil, em seus 20 anos discotecando. Para Grace Kelly, “cantar e celebrar o orgulho LGBTQIA+ é revolucionário, empoderar o feminino para além da vulva é mais que subversivo, mas usar uma linguagem debochada é o tiro certo para convidar quem escuta”. “PPK”, gíria da gíria gay “pepeka”, o órgão sexual feminino, tem um vídeo… digamos… magnético.

* A dupla texana Black Pumas foi ao programa noturno do apresentador Jimmy Kimmel na semana passada mostrar a linda faixa “Know You Better”. A faixa pertence ao ainda primeiro disco do duo Eric Burdon e Adrian Quesada, de junho 2019, indie psicodélico típico de quem é de Austin. Aqui, pendendo ao soul. “Foi ao programa”, você sabe, é modo de dizer. Essa “Know You Better” ao vivo foi gravada e enviada ao Kimmel, que dedicou a atração musical aos “amigos do Texas”, desejando um calorzinho para eles. O Texas, um dos lugares mais quentes dos EUA, passa por um inverno sem precedentes nestes dias, com uma neve bizarra e falta de energia para aquecimento.

>>

Billie Joe Amstrong mistura John Lennon e Billy Idol em nova versão de “Gimme Some Truth”

>>

120418_billiejoe2

Nessa onda de mundo engajado e ao mesmo tempo paralisado pelo coronavírus, são muitas as gravações improváveis que estão surgindo por aí. E quem acabou de entrar na fila é Billie Joe Armstrong, o vocalista do Green Day.

Ele fez sua própria versão de “Gimme Some Truth”, de John Lennon, lançada originalmente pelo ex-beatle em seu disco solo “Imagine”, em 1971. No entanto, ele conta que seu primeiro contato com a canção foi na versão do Generation X, antiga banda do Billy Idol, em 1978.

Diz o Billie também que sua versão ficou no meio do caminho entre Lennon e Idol.

O Green Day lançou no início deste ano o disco “Father of All…” e remarcou recentemente as datas de sua turnê Hella Mega, ao lado do Weezer e do Fall Out Boy.

>>

Green Day celebra 25 anos do clássico “Dookie” e toca o disco inteiro em Madrid

>>

Fotos: Mariskal Rock

Fotos: Mariskal Rock

Disco pontual na carreira do Green Day, “Dookie” está completando 25 anos de vida e ganhou show especial e acidental na cidade de Madrid, na noite de ontem.

O álbum lançado em 1994 puxou a apresentação realizada na pequena e famosa Sala La Riviera, e foi tocado na íntegra, ocupando a primeira parte da apresentação. Algumas canções como “Chump” e “In the End” não eram tocadas pelo trio há mais de cinco anos.

A segunda parte do show contou com faixas de outros discos do catálogo do grupo, incluindo sons como “Bang Bang” e “Revolution Radio”. A apresentação foi fechada com as clássicas “American Idiot” e “Jesus of Suburbia”.

Ainda não se sabe se o Green Day armará novos shows especiais do álbum. Abaixo, alguns registros da apresentação em Madrid, ontem.

SETLIST

SET 1
Burnout
Having a Blast
Chump (First time live since 2014)
Longview
Welcome to Paradise
Pulling Teeth (First time live since 2013)
Basket Case
She
Sassafras Roots (First time live since 2013)
When I Come Around
Coming Clean
Emenius Sleepus (First time live since 2013)
In the End (First time live since 2013)
F.O.D.
All by Myself (First time live since 2013)

SET 2
Minority
Bang Bang
Revolution Radio
Father Of All…
Holiday
Boulevard of Broken Dreams
Brain Stew
Paper Lanterns
I Was There
Know Your Enemy

American Idiot
Jesus of Suburbia

>>

Green Day anuncia 13º disco de estúdio para fevereiro e solta o single “Father of All Motherfuckers”

>>

100919_greenday2

O grupo norte-americano Green Day anunciou para o início de 2020 o lançamento de “Father of All Motherfuckers”, 13º disco deles na carreira e o primeiro em quatro anos.

O álbum estará nas lojas dia 7 de fevereiro e chega apresentado pela faixa-título, rockinho básico do Green Day, com dois minutos e meio de duração, uma tendência do projeto.

Em entrevista ao Zane Lowe, na Beats 1 da Apple, Billie Joe Armstrong disse que o disco fala de depressão, mas de um jeito divertido, e será um dos mais curtos da história do grupo, com mais ou menos 26 minutos de duração.

“Father of All Motherfuckers”, o single, pode ser ouvido abaixo.

>>

Green Day, Sex Pistols, Guns N’ Roses e Portlandia se misturam para homenagear Johnny Ramone

>>

290818_ramones_22slidr

Já virou tradição. Anualmente, entre os mil eventos que acontecem em Los Angeles, a cidade é palco de um tributo ao guitarrista Johnny Ramone. A edição deste ano aconteceu no último domingo no Hollywood Forever Cemetery e contou com algumas estrelas da cultura pop.

Bille Joe Armstrong (Green Day), Duff McKagan (Guns N’ Roses), Steve Jones (Sex Pistols) e Fred Armisen (estrela da série Portlandia, se juntaram para tocar algumas canções em formato acústico dos Ramones, inesquecíveis.

Entre as faixas, Rockaway Beach” e “Judy Is a Punk”. Sobrou um tempinho para tocar “Pretty Vacant”, dos Pistols, também. Dizem que o Morrissey estava por lá. O evento tem a organização da Linda Ramone.

>>