Em greg durstin:

Dave Grohl transforma em thrash metal o hino fofo da Lisa Loeb

>>

Captura de Tela 2021-11-29 às 12.18.43 PM

* Lisa Loeb, cantora e atriz, fez história com uma música chamada “Stay (I Missed You)”, no movimentadíssimo e de mesmo tanto conturbado ano de 1994. Para quem não viveu, imagina a cena. A revolução grunge bombando, um monte de gente nova surgindo por todos os lados (Oasis, Beck, Weezer, Green Day, Offspring) e a comoção mundial com o suicídio do Kurt Cobain. Nessas, chega aos cinemas um filme chamado “Reality Bites”, comédia romântica estrelada por Winona Ryder, Ethan Hawke e o Ben Stiller, que dirigiu o longa.

O ator Ethan Hawke, que era vizinho de uma cantora, resolveu mandar para o seu diretor Stiller a música de sua vizinha, que ele tinha gostado. Vai que ele botava no filme. Naquele 1994 maluco, virou primeiro lugar na “Billboard”.

Corta para este final de 2021, tão maluco quanto, mas de um outro jeito. E o nosso amigo Dave Grohl, o dono do Foo Fighters e um dos grandes personagens de 1994, começou ontem à noite a repetir aquela série “Hanukkah Sessions”, uma cover famosa por dia feita junto ao amigo produtor famosão Greg Durstin (judeu) para comemorar os nove dias da tradicional festa da luz Hanukkah. Ainda que ele nem seja judeu.

Eis que a dupla pegou esse pop rock fofinho da Lisa Loeb para começar a nova série. Acontece que o Sepultura baixou no Dave Grohl e…

>>

Dave Grohl canta (e toca) “Rock and Roll”, do Velvet Underground

>>

Captura de Tela 2020-12-21 às 11.20.09 AM

* Acabou em grande estilo o ótimo projeto do gente-fina Dave Grohl para o feriado judaico Hanukkah, festa da luz do grupo étnico-religioso que durou, pelo menos dentro dessa Hanukkah Sessions do não-judeu Grohl, mas em parceria com o grande produtor judeu Greg Durstin, oito noites de homenagens musicais de artistas e bandas da galera de ascendência hebraica.

Grohl e Durstin tocaram Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches, Bob Dylan, Elastica, The Knack e, para terminar o projeto, sexta à noite, o enorme Velvet Underground.

Foram dois dias e meio de gravação dos vídeos, que terminaram com “Rock and Roll”, da banda de Lou Reed, segundo Grohl, que em todas cantou e tocou nirvanicamente bateria, é uma canção sobre esperança.

Veja como ficou. Na cola, vai a homenagem ao grande grupo californiano The Knack, famosíssimo nos anos 70. Para o Knack, Greg e Durstin tocaram “Frustrated” na noite 7. Assim, fechamos todas as covers da dupla para a Hanukkah Sessions.

>>

Hanukkah Sessions: Dave Grohl se superou e fez cover de… ELASTICA

>>

Captura de Tela 2020-12-16 às 8.56.03 AM

* Esta está nível Peaches de linda. Ou o Tame Impala fazendo “A Girl like You”, em temas correlatos. Mas no projeto judaico diário que o onipresente Dave Grohl tem armado nestes dias (e a gente tem acompanhado firme, aqui) o cara ontem foi além das expectativas.

Você sabe, Grohl se juntou ao parça produtor famosão Greg Durstin (judeu) para fazer nove versões de clássicos ou “clássicos” para comemorar os nove dias da tradicional festa da luz Hanukkah. Ainda que ele nem seja judeu. Porém a ideia é homenagear artistas e bandas do grupo etnico-religioso.

Já rolou versão para Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches, Bob Dylan e, a de ontem à noite, a Night Six, a música escolhida foi a eterna maravilhosa “Connection”, da banda inglesa Elastica. Sdd, Justine!!

A Elastica foi uma banda punk dentro do britpop e sua vocalista lindona Justine abalou corações dentro das principais bandas do movimento inglês. “Connection”, megahit que toca até hoje por aí, deve ser fácil uma das músicas que eu mais ouvi na vida.

Boa, Grohl. “Pretty good.”

>>

Hanukkah Sessions: Dave Grohl vai ao Bob Dylan na cover do dia

>>

Captura de Tela 2020-12-15 às 12.05.14 PM

* No projeto de covers judaicas diárias para a comemoração da festa Hanukkah, o alucinado por projetos Dave Grohl, na função baterista, que nem é judeu, se juntou ao parceiro Greg Durstin, produtorzaço, compositor grande e ele sim judeu, para juntos fazer uma versão de clássicos do rock, ou indies, ou pop, para cada um dos dias da festividade.

São nove dias. Desde o dia 10 até sexta que vem, dia 18.

E Grohl e Durstin já aprontaram cinco covers: Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches e, ontem à noite, subiram no canal do Foo Fighters a versão de “Rainy Day Women #12 & 35”, famoooosa e polêmica música do lendário Bob Dylan, que abriu lá atrás o álbum “Blonde on Blonde”, de 1966, e foi banida das rádios depois de inicialmente muito tocada porque “perceberam” o que estava bem na cara depois de um tempinho: que a canção fazia muitas menções à chapação por drogas.

Essas covers de Dave e Greg estão muito massas: o ex-Nirvana na bateria e cantando e o produtor tocando o que for preciso para a música em forma de homenagem sair quase perfeita. Tipo esta, em que botaram até um filtro “1966” no vídeo:

https://youtu.be/iNRptxKHDGM

*****

** Amanhã tem mais!

>>