Em Guns N’ Roses:

Seguindo Metallica, Radiohead e The National, Guns N’ Roses anuncia série de vídeos raros. Mas só com trechos de shows, por enquanto…

>>

Fotos:  Katarina Benzova

Fotos: Katarina Benzova

Uma das bandas mais encasquetadas quando o assunto é liberação de conteúdo profissional dos seus shows, o Guns N’ Roses entrou de forma tímida na onda de divulgação de vídeos raros em época de pandemia.

Enquanto grupos como o Metallica, Radiohead e The National têm publicado shows completos, a banda norte-americana anunciou que vai lançar às quintas episódios da série “Not in This Lifetime Tour”, com vídeos de shows da turnê de reunião iniciada em 2016.

No entanto, os registros não serão dos shows completos. O primeiro EP da série foi de um show realizado em Salt Lake City, em outubro do ano passado. No total, menos de 15 minutos de conteúdo e performances das canções It’s So Easy, Chinese Democracy e Double Talkin Jive. O show teve, no total, 25 músicas.

Como disse um fã brasileiro nos comentários do vídeo: ser fã dos GNR não é fácil.

>>

Coronavírus move o Lollapalooza Brasil para 4, 5 e 6 de dezembro. Guns, Strokes e Travis Scott confirmados

>>

Foto: Fabricio Vianna / Popload

Foto: Fabricio Vianna / Popload

Depois de afetar a programação de praticamente todos os eventos com grandes aglomerações públicas no exterior, o coronavírus “derrubou” hoje, de modo oficial agora, o nosso Lollapalooza (o argentino e o chileno já tinham se manifestado).

Foi anunciado que o festival, antes previsto para acontecer no primeiro final de semana de abril no Autódromo de Interlagos, foi adiado para os dias 4, 5 e 6 de dezembro, devido ao surto que está se alastrando cada vez mais mundo afora.

Os headliners Guns N’ Roses, The Strokes e Travis Scott estão confirmados. Agora, a organização do festival trabalha para a atualização total do line-up.

Os ingressos já adquiridos valerão para as novas datas.

Na gringa, nos últimos dias, o South by Southwest foi cancelado, o Coachella foi jogado para outubro, o Ultra Music Festival de Miami só vai rolar em 2021, e diversos artistas e bandas incluindo Pearl Jam, Madonna, Green Day, KISS, Tame Impala e Liam Gallagher tiveram shows adiados/cancelados nas próximas semanas em diferentes partes do mundo. A cidade de Nova York proibiu os shows para platéia acima de 500 pessoas, para dar uma ideia.

Na contramão de tudo, o gigantesco e tradicionalíssimo Glastonbury, que acontece em junho, não só diz manter sua realização (por enquanto) como anunciou um monte de bandas de seu line-up ontem, numa primeira lista. Outras virão até maio, segundo Emily Eavis, organizadora e a “filha do dono”.

Voltando ao Lollapalooza Brasil, as edições chilena e argentina também foram remanejadas para o segundo semestre. A organização do festival brasileiro dará mais detalhes a respeito deste novo rearranjo do evento nos próximos dias.

** Ainda sob o efeito do adiamento do Lolla BR, o show promo do Idles, que aconteceria dia 2 de abril, não mais será realizado na data, uma vez que a banda não vem mais ao Brasil por ora. A ideia será retomada perto das novas datas do Lolla.

>>

Green Day, Sex Pistols, Guns N’ Roses e Portlandia se misturam para homenagear Johnny Ramone

>>

290818_ramones_22slidr

Já virou tradição. Anualmente, entre os mil eventos que acontecem em Los Angeles, a cidade é palco de um tributo ao guitarrista Johnny Ramone. A edição deste ano aconteceu no último domingo no Hollywood Forever Cemetery e contou com algumas estrelas da cultura pop.

Bille Joe Armstrong (Green Day), Duff McKagan (Guns N’ Roses), Steve Jones (Sex Pistols) e Fred Armisen (estrela da série Portlandia, se juntaram para tocar algumas canções em formato acústico dos Ramones, inesquecíveis.

Entre as faixas, Rockaway Beach” e “Judy Is a Punk”. Sobrou um tempinho para tocar “Pretty Vacant”, dos Pistols, também. Dizem que o Morrissey estava por lá. O evento tem a organização da Linda Ramone.

>>

Foo Fighters e Guns N’ Roses trocam figurinhas de novo e tocam, juntos, “It’s So Easy” na Itália

>>

Foto:  Katarina Benzova

Foto: Katarina Benzova

Nesta semana, o Foo Fighters se apresentou na cidade de Firenze e recebeu no palco nada menos que Axl Rose, Slash e Duff McKagan. O combo pesado tocou a clássica “It’s So Easy”, do discão “Appetite for Destruction”, do Guns N’ Roses.

O encontro se deu pelo fato de as duas bandas serem headliners do Firenze Rock Festival nesta semana, que tem ainda o veterano Ozzy Osbourne como atração.

Nos últimos anos, o Foo Fighters e o Guns N’ Roses têm trocado figurinhas. Dave Grohl, em 2016, emprestou a Axl Rose seu trono, com o qual fez alguns shows após sofrer uma fratura na perna. Axl, que também se machucou, também se apresentou sentado no tal trono.

Ano passado, Dave Grohl foi convidado pelo GNR para participar em “Paradise City”, em um show na cidade de Tulsa.

>>

Vai ter mais Axl Rose com AC/DC sim. E, se reclamar, vai ter disco de inéditas ainda por cima

>>

010616_axlacdc2

Fale o que você quiser, mas a intenção do AC/DC é continuar com Axl Rose no comando. O site Alternative Nation destacou que o biógrafo da banda australiana, Murray Engleheart, disse que Angus Young tem projetos audaciosos com o vocalista do Guns N’ Roses, incluindo gravações de material inédito.

“Especulem o que quiserem, mas vou dizer outra vez: o AC/DC vai continuar com Axl nos vocais, com novo álbum e turnê. O que era um grande desafio para Angus se tornou proporcionalmente um enorme triunfo para o cenário futuro”, disse Murray.

Axl excursionou com o AC/DC em 2016 e foi elogiado por boa parte dos fãs e da crítica. O último álbum do lendário grupo australiano é “Rock or Bust”, de 2014.

>>