Em Hanukkah Sessions:

Dave Grohl canta (e toca) “Rock and Roll”, do Velvet Underground

>>

Captura de Tela 2020-12-21 às 11.20.09 AM

* Acabou em grande estilo o ótimo projeto do gente-fina Dave Grohl para o feriado judaico Hanukkah, festa da luz do grupo étnico-religioso que durou, pelo menos dentro dessa Hanukkah Sessions do não-judeu Grohl, mas em parceria com o grande produtor judeu Greg Durstin, oito noites de homenagens musicais de artistas e bandas da galera de ascendência hebraica.

Grohl e Durstin tocaram Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches, Bob Dylan, Elastica, The Knack e, para terminar o projeto, sexta à noite, o enorme Velvet Underground.

Foram dois dias e meio de gravação dos vídeos, que terminaram com “Rock and Roll”, da banda de Lou Reed, segundo Grohl, que em todas cantou e tocou nirvanicamente bateria, é uma canção sobre esperança.

Veja como ficou. Na cola, vai a homenagem ao grande grupo californiano The Knack, famosíssimo nos anos 70. Para o Knack, Greg e Durstin tocaram “Frustrated” na noite 7. Assim, fechamos todas as covers da dupla para a Hanukkah Sessions.

>>

Hanukkah Sessions: Dave Grohl se superou e fez cover de… ELASTICA

>>

Captura de Tela 2020-12-16 às 8.56.03 AM

* Esta está nível Peaches de linda. Ou o Tame Impala fazendo “A Girl like You”, em temas correlatos. Mas no projeto judaico diário que o onipresente Dave Grohl tem armado nestes dias (e a gente tem acompanhado firme, aqui) o cara ontem foi além das expectativas.

Você sabe, Grohl se juntou ao parça produtor famosão Greg Durstin (judeu) para fazer nove versões de clássicos ou “clássicos” para comemorar os nove dias da tradicional festa da luz Hanukkah. Ainda que ele nem seja judeu. Porém a ideia é homenagear artistas e bandas do grupo etnico-religioso.

Já rolou versão para Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches, Bob Dylan e, a de ontem à noite, a Night Six, a música escolhida foi a eterna maravilhosa “Connection”, da banda inglesa Elastica. Sdd, Justine!!

A Elastica foi uma banda punk dentro do britpop e sua vocalista lindona Justine abalou corações dentro das principais bandas do movimento inglês. “Connection”, megahit que toca até hoje por aí, deve ser fácil uma das músicas que eu mais ouvi na vida.

Boa, Grohl. “Pretty good.”

>>