Em Hanukkah Sessions:

POPNOTAS – Coldplay anuncia hoje os outros shows da turnê por aqui. Dave Grohl encerra a Hanukkah Sessions com Clash e Kiss. Phoebe Bridgers toca uma do Tom Waits. E a ganhadora do livro brasileiro do Mark Lanegan

>>

– O enorme grupo Coldplay deve anunciar hoje outras datas de shows na América do Sul em 2022, ancorada em sua participação no Rock in Rio, no dia 10 de setembro. Pelo menos uma das datas da turnê “Music of the Spheres” está prevista para acontecer no Allianz Parque, laureada arena de São Paulo. Vão ter outros no Brasil. A colorida banda de Chris Martin deve botar para circular junto, também, a cantora americana-nascida-cubana Camila Cabello, como fez com a britânica Dua Lipa, da última vez, em 2017. Peru, Colômbia, Chile e Argentina estarão neste rolê. A gente atualiza esta nota conforme as notícias oficiais chegarem.

***

– O chapa Dave Grohl encerrou neste final de semana, com músicas de Clash e Kiss, as duas últimas performances da Hanukkah Sessions, o projeto anual que ele e o produtor amigo Greg Kurstin fazem para prestar homenagens musicais à famosa festa judia. As noites 7 e 8 foram de, respectivamente, “Train in Vain”, clássico da banda punk inglesa, e “Rock and Roll All Nite”, outro hit universal dos cara-pintada mais famosos do rock americano. Nesta última session, em que Kurstin faz todas as guitarras no sintetizador, sempre com Grohl na bateria lembrando seus tempos nirvânicos, o vídeo traz os dois dando rolezinho de carro em Los Angeles, com as pinturas do Kiss na cara.

***

– A loirinha californiana Phoebe Bridgers continou sua boa mania de fazer covers legais, desta vez lançando oficialmente, da sexta-feira, “Day After Tomorrow”, do grande cantor trovão, compositor e ator americano Tom Waits. A música, de 2004, é um hino antiguerra de Waits, sobre um soldado voltando para casa depois de uma batalha. No sábado Bridgers, que veremos de pertinho em março no Lollapalooza Brasil, participou da série de TV “Austin City Limits” cantando “I Know the End”, não por acaso a última faixa de seu segundo álbum, o belo “Punisher”, lançado no ano passado. Dois momentos tranquilinhos da fofa Phoebe Bridgers.

***

Cristina Sanfelici (cmsanfelice@gmail.com), que inclusive aproveitou o email para nos mandar um Feliz Natal, foi a vencedora do sorteio de um exemplar de “Sing Backwards and Weep (Memórias)”, impressionante livro do roqueiro Mark Lanegan. Um botton e um pôster estão no pacote. A obra acaba de sair em português pela editora Terreno Estranho.

Captura de Tela 2021-12-03 às 7.01.50 PM

>>

Hanukkah Sessions: Greg & Grohl fazem covers de Van Halen e Barry Manilow

>>

* Dave Grohl e o produtor Greg Kurstin seguem festejando a festa judia Hanukkah com covers legais de históricos artistas da comunidade étnico-religiosa. Como a gente pulou a da noite de quarta, trazemos aqui neste post, então, duas: a faltante, de anteontem, que homenageou o grande cantor e compositor americano dos anos 70 Barry Manilow, e a de ontem, um tributo ao judeu David Lee Roth, o principal cantor da história da grande banda Van Halen.

Então tome Grohl e Kurstin fazendo os hinos master “Copacabana”e “Jump”, respectivamente, cada uma dessas músicas com sua linhagem e importância.

A dupla, nesta temporada 2021 da Hanukkah Sessions 2021, completa assim quatro covers. As duas primeiras foram “Stay”, de Lisa Loeb, e “Blitzkrieg Bop”, dos Ramones. Serão oito covers no total.

>>

Dave Grohl vai aos Ramones para a nova Hanukkah Sessions

>>

* A segunda noite da segunda temporada das Hanukkah Sessions visitou os Ramones. Ontem, a estreia do projeto na versão 2021, que de alguma forma celebra os judeus na música, a cover feita por Dave Grohl (não judeu) e o brother produtor Greg Kurstin (este sim) foi do hit “Stay”, o super sucesso acidental de Lisa Loeb.

Serão oito covers, um em cada noite, para cada dia da festa judia.

Na de ontem à noite, Grohl e Kurstin fizeram sua versão para o hino “Blitzkrieg Bop”, do eterno grupo punk nova-iorquino. Grohl na bateria e cantando. Kurstin na guitarra e programação. O vídeo traz umas cenas de bailes antigos intercalando com os dois em ação. Tipo assim:

>>

Dave Grohl transforma em thrash metal o hino fofo da Lisa Loeb

>>

Captura de Tela 2021-11-29 às 12.18.43 PM

* Lisa Loeb, cantora e atriz, fez história com uma música chamada “Stay (I Missed You)”, no movimentadíssimo e de mesmo tanto conturbado ano de 1994. Para quem não viveu, imagina a cena. A revolução grunge bombando, um monte de gente nova surgindo por todos os lados (Oasis, Beck, Weezer, Green Day, Offspring) e a comoção mundial com o suicídio do Kurt Cobain. Nessas, chega aos cinemas um filme chamado “Reality Bites”, comédia romântica estrelada por Winona Ryder, Ethan Hawke e o Ben Stiller, que dirigiu o longa.

O ator Ethan Hawke, que era vizinho de uma cantora, resolveu mandar para o seu diretor Stiller a música de sua vizinha, que ele tinha gostado. Vai que ele botava no filme. Naquele 1994 maluco, virou primeiro lugar na “Billboard”.

Corta para este final de 2021, tão maluco quanto, mas de um outro jeito. E o nosso amigo Dave Grohl, o dono do Foo Fighters e um dos grandes personagens de 1994, começou ontem à noite a repetir aquela série “Hanukkah Sessions”, uma cover famosa por dia feita junto ao amigo produtor famosão Greg Durstin (judeu) para comemorar os nove dias da tradicional festa da luz Hanukkah. Ainda que ele nem seja judeu.

Eis que a dupla pegou esse pop rock fofinho da Lisa Loeb para começar a nova série. Acontece que o Sepultura baixou no Dave Grohl e…

>>

Dave Grohl canta (e toca) “Rock and Roll”, do Velvet Underground

>>

Captura de Tela 2020-12-21 às 11.20.09 AM

* Acabou em grande estilo o ótimo projeto do gente-fina Dave Grohl para o feriado judaico Hanukkah, festa da luz do grupo étnico-religioso que durou, pelo menos dentro dessa Hanukkah Sessions do não-judeu Grohl, mas em parceria com o grande produtor judeu Greg Durstin, oito noites de homenagens musicais de artistas e bandas da galera de ascendência hebraica.

Grohl e Durstin tocaram Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches, Bob Dylan, Elastica, The Knack e, para terminar o projeto, sexta à noite, o enorme Velvet Underground.

Foram dois dias e meio de gravação dos vídeos, que terminaram com “Rock and Roll”, da banda de Lou Reed, segundo Grohl, que em todas cantou e tocou nirvanicamente bateria, é uma canção sobre esperança.

Veja como ficou. Na cola, vai a homenagem ao grande grupo californiano The Knack, famosíssimo nos anos 70. Para o Knack, Greg e Durstin tocaram “Frustrated” na noite 7. Assim, fechamos todas as covers da dupla para a Hanukkah Sessions.

>>