Em heroes:

De herói para herói: nova coletânea do Motörhead tem Lemmy cantando Bowie em uma de suas últimas gravações

>>

Grafite feito em Venice, Los Angeles, homenageando as duas lendas

Grafite feito em Venice, Los Angeles, homenageando as duas lendas

No primeiro dia de setembro chegará ao mercado um novo disco do eterno Motörhead. A banda liderada pelo distinto Lemmy Kilmister lançará um disco de covers que eles fizeram durante a carreira.

Entre os homenageados em “Under Cöver” estão grupos como Sex Pistols, Rolling Stones e Ramones. Algumas versões são antigas, tipo a para “Hellraiser”, de Ozzy Osbourne, datada de 1992.

Mas o grande charme do álbum é uma reedição para o clássico “Heroes”, de David Bowie, que acabou sendo uma das últimas gravações deixadas por Lemmy, que morreu na última semana de dezembro de 2015, vítima de câncer. O curioso é que Bowie também nos deixou cerca de duas semanas depois, em decorrência da mesma doença.

O choque de duas estrelas em forma de música pesada pode ser visto e ouvido abaixo, em vídeo que mostra alguns dos últimos registros de Lemmy em vida.

“Under Cöver” – Tracklist
1. Breaking the Law (Judas Priest) 2008
2. God Save the Queen (The Sex Pistols) 2000
3. Heroes (David Bowie) 2015
4. Starstruck (Rainbow) 2014
5. Cat Scratch Fever (Ted Nugent) 1992
6. Jumpin’ Jack Flash (The Rolling Stones) 2001
7. Sympathy for the Devil (The Rolling Stones) 2015
8. Hellraiser (Ozzy Osbourne) 1992
9. Rockaway Beach (Ramones) 2002
10. Shoot ‘Em Down (Twisted Sister) 2001
11. Whiplash (Metallica) 2005

>>

Hope you never let me down again. Depeche Mode retoma a turnê mundial e toca Bowie na Suécia

>>

Captura de Tela 2017-05-06 às 1.07.23 PM

* A superbanda inglesa Depeche Mode, 37 anos e um caminhão de hits nas costas, retomou ontem à noite na Suécia a badalada turnê européia do álbum “Spirit”, recém-lançado. O giro é mundial. O Depeche Mode vem ao Brasil em março do ano que vem para tocar no colossal Allianz Parque, em show único no Brasil.

Ontem, na apresentação ao suecos, em Estocolmo, a banda de Dave Gahan tocou 22 canções. Uma delas, “Heroes”, de David Bowie, homenagem ao artista inglês morto no comecinho do ano passado. Abaixo, “Heroes” linda ao vivo com Depeche Mode, mais alguns outros hits da banda, do show de ontem na Suécia na Global Spirit Tour.

>>

We can be heroes, BH. Evento celebra legado de Bowie e ainda vai ajudar a quem precisa

>>

240216_heroesbh

Bandas e músicos independentes de Belo Horizonte resolveram prestar uma homenagem a David Bowie, assim como diversos artistas pelo mundo têm feito desde a morte do lendário cantor britânico, no início de janeiro. Mas o evento na capital mineira vai extrapolar a celebração musical de uma das maiores estrelas que a cultura pop já viu.

Nesta quinta, 25 de fevereiro, o Amsterdam Pub (Major Lopes, 719, Bairro São Pedro) vai sediar o “We can be heroes – Tributo a David Bowie”, evento beneficente que terá grande parte de sua renda revertida para a Casa de Apoio Aura, instituição que dá assistência a crianças e adolescentes com câncer. Cerca de 70% da renda total do evento será destinado para a entidade, de acordo com o músico Stefan Salej, um dos idealizadores do evento.

A ideia surgiu no mesmo dia em que Bowie morreu. Salej, que é guitarrista da banda da cantora mineira Maira Labanca, e seu amigo Daniel Lima, compositor e vocalista da banda Singles, decidiram se juntar e reunir outras artistas da cidade para transformar o luto em tributo.

Entre as bandas envolvidas estão a Ous, Todos Os Caetanos do Mundo e diversas bandas covers como de Arctic Monkeys (Bolton CF) e Pearl Jam (Singles).

Os ingressos podem ser adquiridos via internet ao preço promocional de R$ 15. Na lista R$ 20, portaria R$ 30. O tributo beneficente começa às 21h.

Bandas/artistas que vão participar:
Bolton CF
Singles
Daniel Lima
OuS
Lakonico
Borba
Lenny Jay
Todos Os Caetanos Do Mundo
Quo-Tzar
DJ Babi Bowie
+ Convidados

>>

Super Janelle canta Bowie contra o baixo astral

120514_janelle1

A ótima releitura da estilosa popstar Janelle Monáe para “Heroes”, faixa clássica de David Bowie, indica que vai ter Copa. A versão feita pela cantora de R&B para uma marca de refrigerante vai rodar em comerciais nos Estados Unidos durante o Mundial no Brasil.

Talvez uma das músicas mais interpretadas por diferentes artistas na história, “Heroes” ganhou traços de funk-balada-setentista na voz de Janelle, uma das cantoras mais bem recebidas pela crítica nos dias de hoje.

A versão ganhou um vídeo no qual crianças que são vítimas de bullying criam coragem para bater de frente contra seus algozes. E a inspiração vem de um HQ fictício que tem Janelle como heroína. Captou a ligação?

Vale o registro não só pela mensagem, mas também para ouvirmos mais uma vez a cover que ficou bem boa.

* Janelle está atualmente em turnê ao lado da Kimbra, promovendo seu álbum mais recente, “The Electric Lady”.

>>

“Heroes”, por Nico

120514_nico

Uma das primeiras e mais famosas versões feitas para “Heroes” foi feita pela cantora compositora, atriz e modelo Nico, que ficou mundialmente conhecida na música por seu trabalho com o Velvet Underground em seu disco de estreia, em 1967, no qual Nico canta as faixas “Femme Fatale”, “All Tomorrow’s Parties” e “I’ll Be Your Mirror”. Ela entrou na banda pelo dedo de Andy Warhol.

Em carreira solo, Nico incluiu “Heroes” em seu penúltimo disco de estúdio, “Drama of Exile”, de 1981. A releitura é a faixa que fecha o álbum. Nico faleceu em julho de 1988, em Ibiza, Espanha.

Ao vivo, o som era ainda mais acelerado, como mostra o vídeo abaixo, em show da cantora na cidade de Preston, Inglaterra, no ano de 1982.

>>