Em howard stern:

“Pela primeira vez, minha filha de 11 anos me fez perguntas sobre Kurt”, diz Dave Grohl em entrevista ontem. Ele afirmou que ainda se reúne com Krist Novoselic e Pat Smear para tocar Nirvana

>>

Captura de Tela 2021-02-11 às 7.44.37 PM

* Opa, opa. Ontem o Foo Fighters foi ao programa do famooooooso apresentador Howard Stern, que tem um programa de rádio importante na SiriusXM e tals, para falar de seu novo disco, o recém-lançado “Medicine at Midnight”. A banda toda ali, acompanhando Dave Grohl, em formação também para fazer uma session rápida.

Dentre os integrantes do Foo Fighters está Pat Smear (na foto acima com Grohl), guitarrista, cara que esteve na última formação do Nirvana. Depois de colaborar com a banda de Kurt Cobain por um tempo, ele foi contratado como músico oficial de turnê para dar um estofo rítmico ao barulho do trio de Seattle, nos dois últimos anos de vida do Nirvana.

Daí que num momento ali Howard Stern se direciona a Pat com a pergunta mais ou menos assim: “Pat. Você às vezes acorda com saudade de tocar Nirvana ou esse é um passado que não tem mais importância pra você?”. No que Pat respondeu: “Então, de vez em quando eu, o Kris [Novoselic] e o Dave [Grohl] nos encontramos como se estivéssemos no Nirvana”. O Howard Stern se espantou. Assim como a gente. Como assim?

“Se estamos juntos na mesma cidade, marcamos de nos encontrar e tocar”, explicou o guitarrista.

“Mas onde rola isso? Num estúdio de ensaio?”, mandou Stern.

“A última vez foi na casa em que gravamos o disco novo do Foo Fighters”, contou Pat Smear.

Dave Grohl entrou na história. “Sim. Na real até já gravamos umas coisas [como Nirvana]

“Dave, você ainda pega uns discos do Nirvana para escutar hoje em dia e pensa: queria viver isso novamente?”, perguntou o apresentador.

“Não”, falou Dave. “É doloroso para você”, indagou Stern. “Sim!”

Então Grohl lembrou uma história recentíssima curiosa com a filha dele, Harper, de 11 anos, para contar. Desta semana. No dia anterior à entrevista e session para o Howard Stern. Que ela quis andar de carro com ele por Los Angeles. Passear. Estava de saco cheio de ficar trancada em casa. E, no meio do rolê, Hollywood, 8 da noite, rádio ligado, começou a tocar “Come as You Are”, música do “Nevermind”, disco que vai completar 30 anos neste ano.

“Ela começou a cantar. Ela sabia toda a letra. Eu nunca toquei esse disco para ela. Nunca conversei com ela sobre Nirvana. E ela cantou palavra por palavra da música. E pela primeira vez ela perguntou algo pra mim sobre o Nirvana. Ela quis saber se o Kurt era tímido. Eu disse que ele era. Ela perguntou se ele era tímido com pessoas que ele não conhecia ou até com os que ele conhecia. Eu achei bem interessante. Era a primeira vez que ela começou a perguntar sobre Kurt. Eu fiquei maravilhado com aquilo”, contou Dave.

“Foi uma pergunta incrível dela”, pontuou Howard Stern. “A gente não entende por que uma pessoa pode ser tímida ao mesmo tempo em que se apresenta em frente a milhares de pessoas.”

“Foi exatamente isso, com essas palavras, o que minha filha disse.

>>

De chorar. A “roqueira” Miley Cyrus faz versão perfeita para música do Hole, banda da Courtney Love

>>

Captura de Tela 2020-12-04 às 10.19.12 AM

* Quem consegue parar a ex-popesca Miley Cyrus agora em descarada versão roqueira? Ou estaria ela enxergando o novo pop, já que as guitarras estão na moda de novo (?!?!?!?!?!).

Enfim, como se já não basta seu vídeo libidinoso com a Dua Lipa e seu irregular mas bom e movimentado disco novo, “Plastic Hearts”, recém-lançado, Miley foi anteontem ao programa do grande Howard Stern, na Sirius XM, estrear uma nova peraltice sua.

Ao “Show”, do Stern, que também é reverberado em vídeo, a cantora levou uma cover de “Doll Parts”, musicaça do Hole, banda histórica da Courtney Love, que ela tinha ensaiado apenas no dia anterior, para tocar pela primeira vez no programa.

Howard Stern, conhecidíssima e polêmica personalidade jornalística americana, tem seu programa da rádio satélite Sirius XM distribuído para um monte de rádios do conglomerado NPR. Ele grava em Hollywood, na Califórnia.

“Doll Parts” é música do fantástico segundo álbum do Hole, “Live Through This”, lançado em 1994, na época do suicídio do então marido de Love, Kurt Cobain. O disco foi feito em 1993, dizem que algumas partes dele no Brasil (quando o Nirvana passou dez dias aqui tocando no Hollywood Rock de Rio e SP e ela veio acompanhar o “esposo”).

E Miley Cyrus, bem. Miley Cyrus é Miley Cyrus. Repare, no vídeo ela aparece com um moletom da banda punk americana Plasmatics, da estrondosa Wendy O. Williams, a loira da estampa. E o baterista de Cyrus toca com uma camiseta do grupo indie britânico Ride. Galera escolhe bem as roupas.

>>

Liam Gallagher canta uma música nova e outra velha em session. E diz que quer o Oasis de volta

>>

020817_liamgallagher2

Em rolê pelos Estados Unidos para tocar no Lollapalooza em Chicago neste final de semana, Liam Gallagher fez uma parada no programa de rádio do veterano apresentador Howard Stern, que vai ao ar via satélite pela linda SiriusXm.

Em um bate-papo descontraído, Liam falou dos rumos de sua carreira solo, já que dia 6 de outubro ele lança seu primeiro álbum, “As You Were”, mas falou especialmente do Oasis e do seu irmão Noel.

Um dos principais trechos da entrevista foi quando Liam disse, mais uma vez, que está totalmente aberto a uma reunião do Oasis, “sua banda” e “melhor coisa da vida”, mas reconheceu que, antes de tudo, ele e Noel precisam voltar a se falar para dar o próximo passo musical, que seria algo natural.

Liam também mostrou duas músicas em session, seu novo single “Wall Of Glass” e “Wonderwall”, e chegou a pedir para se retirar do estúdio rapidamente para ir ao banheiro. Gênio.

>>

Masterrr: Metallica arrebentando na salinha do Howard Stern, como se estivessem num estádio lotado

>>

Captura de Tela 2016-09-27 às 8.01.48 AM

* Banda almighty do heavy metal, thrash metal há tantos anos quase quanto o heavy metal existe, o grupo americano Metallica vai puxar o line up do Lollapalooza brasileiro, a ser anunciado amanhã.

O grupo da Califórnia, de 35 anos de idade, continua incrivelmente com gás juvenil. Neste final de semana foi atração principal do Global Citizen, festival conscientizador beneficente que rolou no Central Park, em Nova York. E ontem lançou o novo single, “Moth into Flame”, o segundo do novo álbum, o décimo, a chegar às lojas em novembro, chamado “Hardwired… to Self-Destruct”.

Mas gênio mesmo são os vídeos que apareceram agora de uma performance especial da banda em session para o canal do maluco apresentador americano Howard Stern, dentro da rede de rádios de satélite Sirius XM.

O Metallica tocou, num estudiozinho apertado para uma banda deste tamanho, dois clássicos de sua trajetória, o que se confunde com dois clássicos da história do heavy metal: “Master of Puppets” e “Sad But True”.

Tipo épico. O Beavis e o Butt-Head iriam chorar se estivessem vivos.

Quando eles acabam “Sad But True”, o Howard Stern entra dizendo, mais ou menos assim: “Vocês parecem um exército tocando. Eu não sei se vocês ainda se divertem se apresentando assim, mas realmente a sensação é que se divertem muito”. O guitarrista James Hetfield diz, meio extasiado: “Eu ainda me pego a esta altura pensando como pode a gente ainda fazer coisas assim [session num estúdio pequeno]. Eu fico olhando este estúdio… É inacreditável. We’re superblast!!!””

“This is so cool. Fuck! This is so cool”, emenda o Lars Ulrich, baterista.

“Só tem a gente aqui neste estúdio pequeno e vocês tocam como se estivessem num estádio”, disse, para finalizar, alguém que estava no show do Howard Stern.

Foda!

De lambuja, seguem o vídeo novo, de “Moth into Flame” e a banda tocando “For Whom the Bell Tolls”, ao vivo no Central Park, no sábado passado.

>>

Foo Fighters toca duas para o Howard Stern e anuncia último show pequeno em NY

>>

021214_ff

Em ritmo de divulgação de seu novo álbum “Sonic Highways”, o Foo Fighters visitou o programa de rádio do doido Howard Stern, transmitido via satélite. O grupo americano bateu um longo papo com Stern e tocou duas canções: a antiga “Learn To Fly” e a nova “Something From Nothing”.

O Foo Fighters, que vem ao Brasil no fim de janeiro para quatro shows, faz nesta sexta o último show da série de 8 apresentações em casas pequenas, em suporte aos episódios que vão ao ar semanalmente na HBO mostrando os bastidores da gravação do disco novo. O show será no Irving Plaza, em Nova York, e será transmitido ao vivo via satélite pela SiriusXM’s Alt Nation, Channel 36.

021214_ffny

Abaixo o áudio do Foo Fighters no Howard Stern.

>>