Em i exhale:

Sua vida está salva. Ouça o novo disco do Underworld

>>

* Uma das vozes que eu gosto na música desde os anos 90, sem cansar, é a do maluco Karl Hyde, da banda inglesa Underworld, uma das formações eletrônicas mais importantes do gênero desde que o primeiro computador foi criado. Karl Hyde tem no gogó o incrível sotaque britânico no que tem de mais marrento e seu jeito de falar/cantar carrega um misto de malandragem com o timbre de um sujeito perturbado do mal. Isso em cima das eletrobatidas do Underworld é matador. E é assim desde os anos 90. Karl, uma espécie de Mark E.Smith eletrobizarro, é esse cara simpático abaixo. Ele acabou de estrelar um vídeo sozinho, dançando com uma porta.

Screen Shot 2016-03-16 at 8.41.09

A música do vídeo é “I Exhale”, faixa que abre o novo álbum deles, o nono da carreira, a ser lançado nesta sexta-feira. A música já inunda rádios legais e programas legais com suas batidas, digamos, provocativas, o vocal falado hipnótico de Karl. Acho que é uma das canções mais legais do ano até agora. Quando ela toca no rádio, dá vontade de sair correndo sem rumo. Entusiasmou até o veterano Elton John, que abriu um de seus últimos programaas da Beats 1 com a música. Até o Iggy Pop já tocou.

Mas o disco novo, veja bem, é todo bom. Se chama “Barbara Barbara, We Face a Shining Future” e já pode ser ouvido por aí, por aqui. A faixa dois, um amigo que manja muito de eletrônica pediu para eu ouvir correndo, se chama “If Rah”. “É tipo LCD Soundsystem”, disse ele. Só que em vez do vocal amigo de James Murphy, com Karl no microfone a vibe é outra.

Vamos ouvir o disco dez vezes?

>>

Tudo ok: o maravilhoso Underworld tocando no festival da maravilhosa BBC 6 Music

>>

* A britânica BBC 6 Music, uma das rádios mais importantes do planeta, que de uns anos para cá voltou a ter rádios importantes e ainda vai ganhar uma logo mais (cóf.), além de ter programação incrível e DJs na mesma linha, tem “apresentadores” como Iggy Pop e Jarvis Cocker, para ficar por aqui na babação de ovo sobre a emissora.

A rádio, que existe só na internet e hoje tem 2.2 milhões de ouvintes, foi fundada em 2002, mas só foi ganhar “atenção” mesmo em 2010, quando a BBC resolveu mudar de ideia quanto a fechá-la para sempre e em vez disso investir em talentos e programação. Uma das primeiras mudanças foi tirar o genial DJ Steve Lamacq da Radio 1 e levá-lo para o exclusivo mundo online, o que causou um mal-estar profundo em fãs, em mim inclusive. Mas a BBC estava certo e “nós”, errados. A BBC 6 Music hoje salva vidas humanas. Tanto que levou o líder do Suede, o ainda-cheio-de-gás Brett Anderson, dizer que “o horizonte da música britânica seria bem diferente se não existisse a 6 Music”. Eu acrescento que ouvir qualquer meia hora do dia, por dia, da 6 Music ajuda as pessoas a ficarem melhores.

Screen Shot 2016-02-22 at 11.27.42

Todo esse blablablá é para dizer que a BBC 6 Music não só é importante como recentemente criou um festival superimportante também. E a edição de 2016 foi realizada no final de semana retrasado em Bristol, isso a gente já falou e mostrou um pouquinho aqui, semana passada.

O 6 Music Festival em sua terceira edição teve, em sua escalação, gente como o próprio Suede, mais Primal Scream, Savages, Kurt Vile, Julia Holter, Daughter, Buzzcocks, Laura Marling, Roots Manuva, Foals, Tricky, Blue Aeroplanes, Roni Size e outra galera.

E teve o Underworld, uma das formações eletrônicas mais seminais desde que o primeiro computador foi construído, em 1936. O Underworld vai lançar novo álbum em março, daqui um mês, chamado “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”, nono disco que tem como faixa de abertura a viciante “I Exhale”, que esteve em performance no festival da BBC. Temos o vídeo. Desta e da conhecidíssima “Cowgirl”, que é do disco “dubnobasswithmyheadman”, de 1994, época em que a eletrônica estava pronta para dominar o mundo, virar comercial, popularizar as raves etc. “Cowgirl” veio uma etapa anterior ao Underworld lançar o single “Born Slippy” e daí…

Abaixo, então, o Underworld no BBC 6 Music, semana passada, novamente fazendo uma pequena história.

IMPORTANTE: Aqui tem um monte de vídeos das atrações acima se apresentando no festival da BBC. De Primal Scream tocando “Loaded” até Savages. Bom proveito.

>>