Em Interlagos:

Guns N’ Roses x James Blake. Cage the Elephant x King Princess. Vampire Weekend x Kacey Musgraves. Saíram os horários (e conflitos) dos shows do Lolla Brasil

>>

acl_guns

A organização do Lollapalooza Brasil acabou de divulgar a aguardada lista de horários dos shows da edição deste ano, que vai ocupar o Autódromo de Interlagos entre os dias 3 e 5 de abril (tá chegando).

E em uma primeira olhada já ficou claro que vamos precisar chegar cedo ao evento, logo na sexta-feira, já que o incrível IDLES tocará às 13h45!!!

IDLES, SEXTA-FEIRA, UMA E QUARENTA E CINCO DA TARDE!!!

Dito isso, o primeiro drama oficial de conflitos de horários na sexta será às 17h50, quando Cage the Elephant, com disco novo forte e show sempre cheio de energia, vai dividir forças com a revelação King Princess (vamos aqui, Cage querido). Os dois shows têm uma hora de duração programadas.

Lana Del Rey vai reinar plena por volta das 19h, a não ser que você queira ver o Chris Lake (don‘t)

Outro embate forte vai rolar no fim da noite, quando o “velho” Guns N’ Roses e o “novo” James Blake batem horários. Oi, James!

060716_werchterblake

No sábado, o primeiro confronto é da nossa CENA. Por volta de 13h20, Terno Rei e MC Tha tocam em palcos diferentes. A indiezada pira.

No início das noite, pouco depois das 19h, Brockhampton e City and Colour tocam na mesma faixa de horário. O nosso Emicida vai pegar uma boa parte do show do DJ bombado Martin Garrix. Quem você vai escolher?

Já no domingo, é bom ressaltar que a balada para espantar a ressaca dos dias anteriores começa MEIO-DIA com o Fatnotronic, veterano e bom nome da nossa CENA.

Se correr para valer, dá para assistir na sequência os shows das divas Kali Uchis e Pabllo Vittar (a partir de 15h20), até porque, às 17h30, você vai ter que escolher entre a Charli XCX e o duo sul-africano balada-de-festival Goldfish.

No início da noite, por volta das 18h30, naquele fim de tarde / início de noite bonito e costumeiro, os indie chora com o conflito de horários do Vampire Weekend com a Kacey Musgraves.

Foto: Martín Bonetto

Foto: Martín Bonetto

Já no encerramento, no horário dos Strokes se apresenta também o Armin Van Buuren, talvez uma boa saída para a gente ver o Julian e seus parceiros mais de boa.

As entradas para o Lollapalooza Brasil 2020 podem ser adquiridas pelo site www.lollapaloozabr.com, bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – UnimedHall, em São Paulo) e no ponto de venda exclusivo: Armazém Entretenimento (Top Center Shopping – Av Paulista, 854).

Os horários do Lolla, todos, ficaram assim:

lollasexta

lollasabado

lolladomingo

>>

Opa, opa. Chili Peppers abrem o Lolla Brasil na sexta, em março. Anderson .Paak e Wiz Khalifa estão no festival. Escalação total sai nesta quarta

>>

050216_wiz_slider

* Na próxima quarta, 27, na parte da manhã, passado o agito louco do Rock in Rio, o próximo festival gigante, este paulistano, divulga sua escalação oficial. O Lollapalooza Brasil, que acontece no fim do mês de março no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, agora em três dias de evento, vai liberar talvez a melhor de suas escalações, pelo que a gente já sabe.

Não é certo que o festival anuncia já quem toca qual dia, mas a Popload ouviu que o primeiro headliner, o da sexta-feira, será o veterano grupo americano Red Hot Chili Peppers, que fecha a sexta-feira do evento. A maravilhosa banda indie-dance LCD Soundsystem deve tocar também no primeiro dia do Lolla-BR.

Entre os nomes já divulgados pela Popload e que estarão tocando em São Paulo no Lolla, ano que vem, além dos citados acima, estão Killers, Pearl Jam, Liam Gallagher, Lana Del Rey, Metronomy, Mac DeMarco, The National, Years & Years, Chance the Rapper, entre outros. E pode botar mais dois nomes espertos nessa conta.

O rapper Wiz Khalifa engrossa a já volumosa lista de shows interessantes do evento. Lembro que o show mais quente eu vi na minha vida de shows quentes foi um dele, num Coachella, há uns anos. A performance até estava bem divertida, mas o “quente” no caso se refere ao sol que eu peguei na cabeça para ver o mano de Pittsburgh cantar petardos como “Black & Yellow”. A apresentação dele foi tipo 14h, sol rachando a tipo 100º com sensação térmica de 200º, no deserto da Califórnia. E eu jurando para mim mesmo “Só uma música, só mais uma” antes de sair correndo para uma tenda com sombra em um show qualquer. O cara manda bem.

Quem também tocará no Autódromo de Interlagos é Anderson .Paak. O polivalente músico é uma espécie de tesouro do indie americano, que tem crescido em doses absurdas desde seu disco “Malibu”, que saiu em 2016, e rendeu ao cantor nada menos que 15 shows no South by Southwest do ano passado. Considerado um tipo de cruzamento etéreo entre o Kendrick Lamar e o Frank Ocean, ele é adorado por gente da linhagem de Dr. Dre, graças ao seu som que transita pelo soul, R&B e até hip hop.

O Lollapalooza Brasil acontece nos dias 23, 24 e 25 de março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

160816_paak2

>>

Fórmula Indie: Lollapalooza confirma Interlagos e promete atrações de peso

>>

* Hehe.

Mr. Perry Farrell está em São Paulo onde conduziu a entrevista coletiva sobre o Lollapalooza 2014. Veio para confirmar o que a gente já esperava: o Autódromo de Interlagos como novo local e as datas 5 e 6 de abril para a realização do evento.

Primeiro, o vocalista do Jane’s Addiction pegou o trem da CPTM, que vai tocar músicas das atrações do festival, e foi para o novo abrigo do Lolla.

O festival voltará a acontecer em dois dias e, pelo discurso de Perry, terá um formato mais próximo do que é o Lolla Chicago, o matriz. Serão 80 atrações ao todo. Interlagos tem cinco vezes o tamanho do Jockey Club (600 mil metros quadrados x 120 mil) e isso vai proporcionar uma adaptação estrutural maior.

Serão cinco palcos, sendo dois principais, um terceiro “alternativo”, a tenda eletrônica e o “kids”. A “má” notícia é que desta vez vai rolar shows nos palcos principais de forma simultânea e o palco alternativo deve receber atrações de peso. A organização informa que serão entre “8 e 10 headliners por noite”. As famosas “after parties” vão rolar, com bandas grandes tocando em lugares pequenos e fechados.

Perry destacou que haverá maior área de descanso, a praça de alimentação terá mesas e cadeiras e o número de banheiros será dobrado. O transporte público chega a 700 metros do Autódromo e serão cerca de 4 mil vagas no estacionamento.

No sábado, o festival acontece das 11h às 23h. No domingo, termina às 22h. Serão disponibilizadas mais linhas de ônibus e o trem ficará aberto duas horas após o encerramento da programação.

Outro ponto destacado por Farrell é a intenção de se investir na infraestrutura de comunicação via celular. A ideia é criar um wi-fi potente para explorar a conectividade de quem estará no festival.

O line up, “90% fechado”, será divulgado na última semana de outubro. A venda de ingressos começa em novembro.

O Lolla Brasil, a partir da próxima edição, será feito em parceria com a Time For Fun. O contrato de parceria tem duração de 5 anos, com opção de renovação por mais 5.

>>