Em jack white:

Quarta de cinzas feliz. Um show “de hoje” do White Stripes na série From the Basement

>>

* Faz tempo que a gente não postava aqui um showzinho DAQUELES do From the Basement, espetacular série musical para a internet criada pelo engenheiro de som Nigel Godrich. Não sei muito bem explicar essa ausência de From the Basement na Popload. Se foram eles que pararam de postar ou a gente que andou comendo bola.

De todo modo, nada mais lindo do que retomar essa “parceria” com uma performance do White Stripes, uma das melhores bandas da nossa história. O “nossa” no caso é importante.

Captura de Tela 2021-02-17 às 2.39.07 PM

Pois o From the Basement acaba de subir essa apresentação braba de 21 minutos de Jack e Meg White, o histórico casal de irmãos rubronegro (!) do rock independente americano. A session é de novembro de 2005, realizada nos famosos estúdios de Maida Vale, em Londres, bastante usado pela Radio One e 6Music, rádios da BBC.

O White Stripes tinha lançado, uns meses antes da performance, seu quinto álbum, o “Get Behind Me Satan”. O From the Basement com eles tem cinco canções deste disco e a cover de “Party of Special Things to Do”, do grande músico americano Captain Beefheart, que virou vinil de 7 polegadas do White Stripes.

Eis o setlist, com o tempo das músicas no vídeo.

00:30​ – Blue Orchid
03:06​ – Party of Special Things to Do
05:27​ – Forever for Her (Is Over for Me)
09:22​ – As Ugly as I Seem
14:11​ – Little Ghost
16:31​ – Red Rain

>>

Jack White anuncia novo álbum ao vivo e solta versão exclusiva e explosiva de “Missing Pieces”

>>

Nesta segunda, o gênio multibandas Jack White anunciou o lançamento de mais um álbum ao vivo. “Jack White: Live at the Masonic Temple” faz parte daquele clube de assinatura supercool de sua gravadora, a Third Man Records.

vault47_banner

O disco é o registro de uma apresentação de Jack em 2014, no Templo Maçônico de Detroit, locação que não foi escolhida por acaso. O lugar tem um significado especial para o músico: sua mãe já trabalhou ali e, em 2013, Jack impediu que o lugar fosse fechado de vez. O teatro da casa, inclusive, acabou ganhando seu nome.

O show em questão, durou TRÊS HORAS (empolgado, ele), contou com a participação de seus colegas de banda do Dead Weather, Alison Mosshart (também The Kills) e Dean Fertita (também QOTSA), além de ter covers incríveis de Beck e Led Zeppelin. E, obviamente, os hits maravilhosos do White Stripes AND músicas de sua carreira solo.

A edição número 47 do Third Man Vault traz todas aquelas firulas que a gente gosta: vinis coloridos e material exclusivo. Inclusive, conta com um 7″ de sua recente performance no programa de televisão “Saturday Night Live”, aquela em que White homenageou Eddie Van Halen.

Abaixo, você confere uma faixa exclusiva desse pacotão sensacional e o tracklist completo.

***

* TRACKLIST “JACK WHITE: LIVE AT THE MASONIC TEMPLE”

1. Fell in Love with a Girl
2. Astro
3. The Big Three Killed My Baby
4. High Ball Stepper
5. Lazaretto
6. Missing Pieces
7. Just One Drink
8. Hotel Yorba
9. You Know That I Know
10. Love Interruption
11. Weep Themselves to Sleep
12. I Cut Like a Buffalo
13. Cannon
14. Hoodoo Man (Junior Wells cover)
15. Icky Thump
16. Screwdriver
17. Ramblin’ Man (Hank Williams cover)
18. Apple Blossom
19. Three Women
20. The Same Boy You’ve Always Known
21. We’re Going To Be Friends
22. Sugar Never Tasted So Good
23. Entitlement
24. Alone in My Home
25. Steady, As She Goes
26. Ball and Biscuit
27. The Lemon Song (Led Zeppelin cover)
28. The Hardest Button to Button
29. Sixteen Saltines
30. Devils Haircut (Beck cover)
31. Hypocritical Kiss
32. That Black Bat Licorice
33. Would You Fight For My Love?
34. Blue Blood Blues
35. You Don’t Know What Love Is (You Just Do As You’re Told)
36. My Doorbell
37. I Fought Piranhas
38. Seven Nation Army

>>

Saiu a coletânea do século. “The White Stripes Greatest Hits” está no ar e traz vídeo novo para “Let’s Shake Hands”

>>

Captura de Tela 2020-12-04 às 12.14.03 PM

* O bom de ter um site próprio é falar o que a gente quer e trazer aqui as novidades musicas do que a gente quer. E a Popload sempre vai querer repartir aqui qualquer coisa que saibamos do White Stripes, duo formado por Jack White (o melhor guitarrista do mundo) e sua “irmã” Meg White (a melhor pior baterista do mundo).

O White Stripes salvou a lavoura no comecinho dos anos 2000, quando junto com o Strokes ajudou a remodelar o rock, ainda com elementos antigos e portanto naaaaada novos, mas necessários para aquela época. Enfim, uma pequena revolução.

Para dar uma ideia, a Popload nasceu nas brumas dessa época indie dourada. Os feitos do White Stripes são tantos que nós levaríamos a sexta-feira toda para contar aqui, mas fiquemos com um corte bem humilde. O duo já tocou no Amazonas e tem uma música que virou o maior hino do futebol de todos os tempos, tanto que é cantada em arquibancadas do mundo todo e virou tema oficial das copas do mundo e duvidamos aqui se 10% das pessoas que a cantam sabe qual música é e de que banda ela vem.

Enfim, hoje o White Stripes, que acabou em 2011 depois de seis álbums editados e ser headliner dos principais festivais do planeta em sua era gorda, lançou sua primeira coletânea da vida. É a “The White Stripes Greatest Hits” da qual já falamos umas mil vezes nas últimas semanas.

O disco saiu hoje em formato digital e em fevereiro, por causa do corona, ganha lançamento em vinil e CD.

Para comemorar esse novo White Stripes que chega ao mercado, a dupla traz um empolgante vídeo novo, para a música “Let’s Shake Hands”, primeira gravação da história do White Stripes que só saiu como single, em 1998, e não foi colocada no disco de estreia da banda, o homônimo. Mas a edição japonesa trazia a canção.

“Let’s Shake Hands”, o áudio, que mostra bem o que a guitarra de Jack White ia fazer nos anos vindouros na cena mundial, brilha na abertura do “Greatest Hits”.

Era isso o que a gente tinha para falar agora em 2020, Jack! Obrigado por tudo.

>>

Jack White faz homenagem a Eddie Van Halen, toca White Stripes, Beyoncé e gospel pandêmico no “Saturday Night Live”

>>

Captura de Tela 2020-10-11 às 11.55.07 PM

* O convidado musical do famoso programa “Saturday Night Live”, sketches de comédia e música que agita os sábados à noite nova-iorquinos desde os anos 70, seria o cantor country Morgan Wallen, se este não fosse desconvidado porque apareceram fotos dele nas redes sociais sem máscara numa festa clandestina.

Daí, de última hora, chamaram mister Jack White. Ele foi e tocou “Ball and Biscuit”, o hit indie que vai estar na coletânea do White Stripes, que sai em novembro. Tocou tudo junto “Don’t Hurt Yourself”, que é uma collab dele do disco “Lemonade” da Beyoncé, misturada a “Jesus Is Coming Soon”, um hino gospel famoso feito no meio da pandemia da Gripe Espanhola, em 1918.

No segundo número, num ambiente azul, Jack empunhou sua guitarra azul e mandou “Lazaretto”. A guitarra foi desenhada pelo já lendário guitarrista Eddie Van Halen, lamentavelmente morto no começo da semana. “Eu não vou insultar o talento do homem tentando tocar uma de suas canções nesta noite”, disse Jack White em seu instagram antes da apresentação no “SNL”. “Muito obrigado por esta guitarra, Eddie, e descance em paz”, finalizou o post.

>>

Sdd, Meg! Vem aí a primeira coletânea oficial do fenomenal The White Stripes, com b-sides

>>

Captura de Tela 2020-10-06 às 12.16.15 PM

* Dá até um calorzinho no coração, hahaha. Não resisti, dsclp. Mas é que o guitarrista e empresário e multibandas Jack White anunciou hoje nas redes sociais que sai em dezembro o primeiro “Greatest Hits” oficial da bela história do White Stripes, sua maior e mais fantástica banda.

O extinto duo, formado por Jack e sua “sister” Meg White, vai ganhar sua coletânea em CD, vinil duplo e digital, num lançamento do selo do músico, a Third Man Records, e da mega Columbia Records. Uma versão deluxe limitada vai ter edição exclusiva da Third Man. Tudo sai no dia 4/12.

“The White Stripes – Greatest Hits” vai ter 26 músicas em sua versão básica. E b-sides com raridades e versões ao vivo no vinil e deluxe. Nessas, para comemorar o anúncio da coletânea, desencavaram um inédito vídeo de “Ball and Biscuit” tirada de um show do White Stripes no Shibuya-AX, em Tóquio, Japão, no dia 22 de outubro de 2003. A música vai estar na coletânea.

“Ball and Biscuit”, assombrosa de boa, é uma das músicas que mais definem o estilo garagem indie-country do White Stripes e de onde Jack tirou o nome de seu empreendimento que é selo, loja, estúdio etc., o Third Man.

O vídeo, no canal oficial do White Stripes no Youtube, traz a info de que foi filmado em filmadoras camcorders portátil básica, na mão, naquela que foi àquela altura a terceira visita de Jack & Meg no Japão e a segunda das seis turnês pelo país. Essa, em especial, aconteceu poucos meses depois de o duo lançar seu quarto disco, o absurdo “Elephant”.

>>