Em jack white:

White Stripes celebra 20 anos do segundo álbum, “De Stijl”, que é o primeiro (em nossos corações)

>>

* O maravilhoso “De Stijl”, segundo álbum da saudoooosa e fundamental dupla The White Stripes, completa 20 anos no final de semana e vai ganhar um tributo de aniversário em forma de disco+DVD especial, com gravações raras e imagens de dois shows da tour de lançamento. A produção será da Third Man Records, a gravadora-loja de propriedade de Jack White, o guitarrista do duo.

Captura de Tela 2020-06-18 a(s) 07.25.30

O álbum pode ser o segundo de Jack & Meg White, mas foi o primeiro a dar popularidade à banda e preparar o terreno para a chegada dos Strokes e da revolução do novo rock da época, que botou as guitarras nas pistas de dança.

A primeira faixa de “De Stijl”, a música “You’re Pretty Good Looking (For a Girl)”, foi a primeira do grupo de Detroit a realmente tocar muito nas rádios americanas e inglesas, junto com “Last Nite”, a do disquinho de três faixas dos Strokes, o “The Modern Age EP”.

Dentre as raridades que vão estar no disco especial vai ter uma versão demo de “I Just Don’t Know What to Do with Myself”, do Burt Bacharat, que viria a aparecer aaaaanos depois, no álbum “Elephant”. Sobre os shows do DVD, da época do “De Stijl”, um deles aconteceu em Detroit no Ano Novo. E o White Stripes tocou cover de AC/DC e Velvet Underground.

O outro concerto que vai para o DVD é de dias antes de o disco ser lançado, 15/6/2000, em Missoula, no estado de Montana, de onde saiu este vídeo da incrível “Death Letter”, dos stripes novinhos.

>>

Direto da casa do Jack White, Broken Social Scene solta EP ao vivo

>>

200120_brokensocialscene_slider

O ótimo Broken Social Scene segue seu ritmo frenético de lançamentos. Agora, a trupe canadense soltou um EP ao vivo.

O projeto foi registrado em 2018 na Third Man Records, gravadora de Jack White. Àquela altura, a apresentação serviu para divulgar o álbum “Hug of Thunder”.

No total, foram tocadas cinco músicas novas. O EP será lançado em vinil no dia 28 de fevereiro. Entre as canções estão antigas como “Cause = Time”, que é de 2002, e “Stay Happy”, de 2017.

>>

Loucura indie: The Raconteurs toca The Strokes no México lindo. COM O JULIAN CASABLANCAS!

>>

Foto: David James Swanson

Foto: David James Swanson /// A foto da capa é de Alan Cortés

Depois do show incrível no Popload Festival, naquela que foi a estreia do Raconteurs em terras brasileiras, a banda norte-americana seguiu para o México, dando continuidade à sua turnê latina.

E eis que, na noite de ontem, o El Plaza Condesa, na Cidade do México, presenciou um grande encontro, de emocionar qualquer indie que se preze.

Já na parte final da apresentação, o Raconteurs chamou ao palco nada menos que Julian Casablancas, vocalista dos Strokes. Juntos, eles emendaram na lata o clássico “The Modern Age”, lançado em 2001 no seminal “Is This It”, o disco de estreia da banda de Nova York.

O resultado fala por si no vídeo abaixo. México lindo.

>>

Wow! Billie Eilish grava disco acústico, em processo analógico, na casa do Jack White

>>

071119_billie2

Maior fenômeno do pop hoje, Billie Eilish deu uma desacelerada de suas performances intensas e complexas para gravar um disco acústico, ao lado de seu irmão e fiel escudeiro Finneas.

A ocasião fica mais especial ainda ao saber que este álbum especial foi gravado na sede da Third Man Records, em Nashville, a casa do Jack White. A performance de 11 músicas foi capturada diretamente no disco físco.

Eilish foi apresentada pelo próprio Jack, que a definiu como “alguém que a gente realmente ama, e acreditamos que é realmente inovadora e inspiradora”. Billie devolveu o elogio no mesmo tom e agradeceu White por ser “inspirar toda uma geração de pessoas a fazerem o que elas realmente querem”.

Entre as canções cantadas por Billie estão os hits “Bad Guy” e “Bury a Friend”. A data de lançamento ainda não foi anunciada, o que deve acontecer nos próximos dias.

A Third Man liberou algumas fotos da gravação, disponíveis no final do post.

Nunca é demais lembrar que Billie Eilish vem ao Brasil pela primeira vez no ano que vem, para shows em São Paulo e Rio de Janeiro.

Já Jack White estará por aqui bem antes, mais precisamente na semana que vem, para se apresentar no Popload Festival com o Raconteurs, dia 15 de novembro, feriado nacional.

>>

Em campanha por Bernie Sanders, Jack White toca White Stripes e Bob Dylan em Detroit

>>

Foto: JEFF KOWALSKY/AFP via Getty Images

Foto: JEFF KOWALSKY/AFP via Getty Images

Com as malas quase prontas para embarcar no Brasil com o incrível The Raconteurs, naquele show especialíssimo oferecido pelo Popload Festival, Jack White andou fazendo campanha eleitoral em Detroit na noite de ontem.

Apoiando o candidato à presidência dos EUA pelos democratas, Bernie Sanders, Jack tocou por quase meia hora na Cass Techinal High School, em set que tocou canções em versões acústicas como “Icky Thump” e “Seven Nation Army”, do White Stripes, e ainda uma cover de “License to Kill”, de Bob Dylan.

Depois da performance, Jack discursou e falou a razão pela qual apoia Bernie. “Eu não me associo particularmente a nenhum partido. Eu apenas ouço as coisas, quem está mentindo para mim e em quem eu posso confiar. Bernie Sanders está dizendo a verdade e é alguém em quem confio”.

A apresentação pode ser conferida na primeira meia hora do vídeo abaixo. O Raconteurs se apresenta no Popload Festival dia 15 de novembro, no Memorial da América Latina, em SP, ao lado de Patti Smith, Hot Chip, CSS e muito mais.

>>