Em jack white:

Saiu a coletânea do século. “The White Stripes Greatest Hits” está no ar e traz vídeo novo para “Let’s Shake Hands”

>>

Captura de Tela 2020-12-04 às 12.14.03 PM

* O bom de ter um site próprio é falar o que a gente quer e trazer aqui as novidades musicas do que a gente quer. E a Popload sempre vai querer repartir aqui qualquer coisa que saibamos do White Stripes, duo formado por Jack White (o melhor guitarrista do mundo) e sua “irmã” Meg White (a melhor pior baterista do mundo).

O White Stripes salvou a lavoura no comecinho dos anos 2000, quando junto com o Strokes ajudou a remodelar o rock, ainda com elementos antigos e portanto naaaaada novos, mas necessários para aquela época. Enfim, uma pequena revolução.

Para dar uma ideia, a Popload nasceu nas brumas dessa época indie dourada. Os feitos do White Stripes são tantos que nós levaríamos a sexta-feira toda para contar aqui, mas fiquemos com um corte bem humilde. O duo já tocou no Amazonas e tem uma música que virou o maior hino do futebol de todos os tempos, tanto que é cantada em arquibancadas do mundo todo e virou tema oficial das copas do mundo e duvidamos aqui se 10% das pessoas que a cantam sabe qual música é e de que banda ela vem.

Enfim, hoje o White Stripes, que acabou em 2011 depois de seis álbums editados e ser headliner dos principais festivais do planeta em sua era gorda, lançou sua primeira coletânea da vida. É a “The White Stripes Greatest Hits” da qual já falamos umas mil vezes nas últimas semanas.

O disco saiu hoje em formato digital e em fevereiro, por causa do corona, ganha lançamento em vinil e CD.

Para comemorar esse novo White Stripes que chega ao mercado, a dupla traz um empolgante vídeo novo, para a música “Let’s Shake Hands”, primeira gravação da história do White Stripes que só saiu como single, em 1998, e não foi colocada no disco de estreia da banda, o homônimo. Mas a edição japonesa trazia a canção.

“Let’s Shake Hands”, o áudio, que mostra bem o que a guitarra de Jack White ia fazer nos anos vindouros na cena mundial, brilha na abertura do “Greatest Hits”.

Era isso o que a gente tinha para falar agora em 2020, Jack! Obrigado por tudo.

>>

Jack White faz homenagem a Eddie Van Halen, toca White Stripes, Beyoncé e gospel pandêmico no “Saturday Night Live”

>>

Captura de Tela 2020-10-11 às 11.55.07 PM

* O convidado musical do famoso programa “Saturday Night Live”, sketches de comédia e música que agita os sábados à noite nova-iorquinos desde os anos 70, seria o cantor country Morgan Wallen, se este não fosse desconvidado porque apareceram fotos dele nas redes sociais sem máscara numa festa clandestina.

Daí, de última hora, chamaram mister Jack White. Ele foi e tocou “Ball and Biscuit”, o hit indie que vai estar na coletânea do White Stripes, que sai em novembro. Tocou tudo junto “Don’t Hurt Yourself”, que é uma collab dele do disco “Lemonade” da Beyoncé, misturada a “Jesus Is Coming Soon”, um hino gospel famoso feito no meio da pandemia da Gripe Espanhola, em 1918.

No segundo número, num ambiente azul, Jack empunhou sua guitarra azul e mandou “Lazaretto”. A guitarra foi desenhada pelo já lendário guitarrista Eddie Van Halen, lamentavelmente morto no começo da semana. “Eu não vou insultar o talento do homem tentando tocar uma de suas canções nesta noite”, disse Jack White em seu instagram antes da apresentação no “SNL”. “Muito obrigado por esta guitarra, Eddie, e descance em paz”, finalizou o post.

>>

Sdd, Meg! Vem aí a primeira coletânea oficial do fenomenal The White Stripes, com b-sides

>>

Captura de Tela 2020-10-06 às 12.16.15 PM

* Dá até um calorzinho no coração, hahaha. Não resisti, dsclp. Mas é que o guitarrista e empresário e multibandas Jack White anunciou hoje nas redes sociais que sai em dezembro o primeiro “Greatest Hits” oficial da bela história do White Stripes, sua maior e mais fantástica banda.

O extinto duo, formado por Jack e sua “sister” Meg White, vai ganhar sua coletânea em CD, vinil duplo e digital, num lançamento do selo do músico, a Third Man Records, e da mega Columbia Records. Uma versão deluxe limitada vai ter edição exclusiva da Third Man. Tudo sai no dia 4/12.

“The White Stripes – Greatest Hits” vai ter 26 músicas em sua versão básica. E b-sides com raridades e versões ao vivo no vinil e deluxe. Nessas, para comemorar o anúncio da coletânea, desencavaram um inédito vídeo de “Ball and Biscuit” tirada de um show do White Stripes no Shibuya-AX, em Tóquio, Japão, no dia 22 de outubro de 2003. A música vai estar na coletânea.

“Ball and Biscuit”, assombrosa de boa, é uma das músicas que mais definem o estilo garagem indie-country do White Stripes e de onde Jack tirou o nome de seu empreendimento que é selo, loja, estúdio etc., o Third Man.

O vídeo, no canal oficial do White Stripes no Youtube, traz a info de que foi filmado em filmadoras camcorders portátil básica, na mão, naquela que foi àquela altura a terceira visita de Jack & Meg no Japão e a segunda das seis turnês pelo país. Essa, em especial, aconteceu poucos meses depois de o duo lançar seu quarto disco, o absurdo “Elephant”.

>>

Tick tick boooooom. Saiu o primeiro disco ao vivo do Hives, sob a benção do Jack White

>>

* Uma das bandas mais explosivas ao vivo da última década, quando pulsava linda na onda do novo rock, e não que tenha acabado, a entidade sueca The Hives misturou-se ao Jack White no quarto azul mais legal do Tennessee para resultar num disco ao vivo digital e em vinil preto que nós já queremos muito.

Ainda nos cascos indies quando o assunto é show, embora não lance um disco novo desde 2012, o Hives fez uma turnê lotada nos EUA em 2019 e deu uma parada nos domínios da gravadora de White em Nashville para registrar no famoso Blue Room alguns de seus principais sucessos, com plateia.

Saiu sexta passada o “The Hives Live at Third Man Records”, primeiro disco ao vivo do grupo sueco. “Achamos que era necessário mostrar uma performance ao vivo, algo que sentimos muito falta em uma época em que shows assim não são uma opção”, foi o comunicado da banda nas redes sociais.

hives

A versão deste disco para o megahit indie “Hate to Say I Told You So” já era conhecida. Mais seis músicas espertas do Hives compõe o disco da Third Man, incluindo “Come On!” e “My Time Is Coming”, do último disco deles, “Lex Hives”.

Parece que um novo disco do Hives vai sair em 2021, com colaborações de Jack White, porque essa relação tem dado jogo faz algum tempo.

Ouça esta belezura dos suecos em Nashville! As versões de “Walk Idiot Walk” e “Main Offender”, para variar, são primorosas de tão garagem. Dá até para “ver” as estripulias de palco do malucaço “Pelle” Almqvist, ouvindo as músicas.

O vinil vai ficar assim:

THE HIVES
LIVE AT THIRD MAN RECORDS
(THIRD MAN RECORDS)

Lado 1
1. Come On!
2. Walk Idiot Walk
3. Main Offender
4. My Time Is Coming

Lado 2
1. Hate To Say I Told You So
2. I’m Alive
3. Tick Tick Boom

>>

White Stripes celebra 20 anos do segundo álbum, “De Stijl”, que é o primeiro (em nossos corações)

>>

* O maravilhoso “De Stijl”, segundo álbum da saudoooosa e fundamental dupla The White Stripes, completa 20 anos no final de semana e vai ganhar um tributo de aniversário em forma de disco+DVD especial, com gravações raras e imagens de dois shows da tour de lançamento. A produção será da Third Man Records, a gravadora-loja de propriedade de Jack White, o guitarrista do duo.

Captura de Tela 2020-06-18 a(s) 07.25.30

O álbum pode ser o segundo de Jack & Meg White, mas foi o primeiro a dar popularidade à banda e preparar o terreno para a chegada dos Strokes e da revolução do novo rock da época, que botou as guitarras nas pistas de dança.

A primeira faixa de “De Stijl”, a música “You’re Pretty Good Looking (For a Girl)”, foi a primeira do grupo de Detroit a realmente tocar muito nas rádios americanas e inglesas, junto com “Last Nite”, a do disquinho de três faixas dos Strokes, o “The Modern Age EP”.

Dentre as raridades que vão estar no disco especial vai ter uma versão demo de “I Just Don’t Know What to Do with Myself”, do Burt Bacharat, que viria a aparecer aaaaanos depois, no álbum “Elephant”. Sobre os shows do DVD, da época do “De Stijl”, um deles aconteceu em Detroit no Ano Novo. E o White Stripes tocou cover de AC/DC e Velvet Underground.

O outro concerto que vai para o DVD é de dias antes de o disco ser lançado, 15/6/2000, em Missoula, no estado de Montana, de onde saiu este vídeo da incrível “Death Letter”, dos stripes novinhos.

>>