Em Jake Bugg:

Jake Bugg mostra álbum diferentão que tem até o Dan Auerbach e a irmã da Miley Cyrus

>>

jakebugg55

Menino prodígio do rock inglês, Jake Bugg lançou nesta sexta seu quarto álbum de estúdio. “Hearts That Strain” aparece tipo um ano depois do bom “On My One” e tem inspirações algo diferentes do clima brit.

Bugg viajou até o Tennessee onde gravou todo o projeto com o auxílio de músicos residentes do American Sound Studio, que já trabalharam até com o Elvis no hit “Suspicious Mind”.

Outras novidades do projeto são as presenças de Dan Auerbach, do Black Keys, que gravou participação em duas faixas, “I Can Burn Alone” e “In The Event of My Demise”, e Noah Cyrus, irmã da doidinha Miley, em “Waiting”.

O disco já está disponível nas plataformas digitais convencionais e pode ser ouvido abaixo.

>>

Jake Bugg volta ao Brasil em março para shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

>>

Pode vir, 2017!

O ano praticamente já acabou e agora o nosso foco são os shows que começam a pipocar em 2017 e estamos falando de vo-cê, Jake Bugg. O cantor-prodígio de 22 anos, que para muitos é como um “jovem Bob Dylan” nessa (não tão) nova cena britânica, se apresentará no Citibank Hall, em São Paulo (09/03), no Circo Voador no Rio de Janeiro (10/03), e no Music Hall em Belo Horizonte (11/03).

Não é a primeira vez dele por aqui, você deve se lembrar. Bugg já veio ao país em 2014 para o festival Lollapalooza e depois, no mesmo ano, para um show solo e sold-out. Conhecido pelo seu indie-folk com o violão e guitarra (e também pela personalidade forte), Bugg vem para a América do Sul com a turnê do terceiro disco, “On My One”. Além da alta produtividade para a idade, ele é o cantor britânico mais jovem a chegar no topo das paradas inglesas com um disco de estreia. Na época ele tinha 18 anos, pensa. Segundo ele, o novo disco tem este nome (uma variação de “On my own”, ou, “sozinho”, mas do jeito que se fala em sua cidade natal, Nottingham) porque foi o primeiro álbum em que ele escreveu e produziu tudo sozinho, na maior parte das músicas, tocando inclusive baixo e bateria.

No começo deste ano falamos do primeiro single deste novo trabalho, que mantinha a tradicional guitarrinha britânica de Bugg, mas que ousava na sonoridade e que tinha um lado até funky, apontando novos caminhos. “Gimme The Love” vinha com um vídeo que chamamos de “intenso”:

Os ingressos já estão à venda para os shows do Rio e BH através do queremos.com.br. Para o show de São Paulo, a partir de terça-feira que vem, dia 29/11, no ticketsforfun.com.br.

Glastonbury não acabou 3: PJ Harvey, Chvrches, James Blake, Mac DeMarco e Jake Bugg

>>

13-Glastofest-AndrewAllcock-160624-1015

* Nova leva de vídeos cools de atrações idem do último Glastonbury, começando pela musa PJ Harvey. Tem para todos os gostos indies.

** A foto que ilustra este post é de Andrew Allcock. A da home, de Anna Barclay.

>>

Em versão ousadia e alegria, Jake Bugg solta single e anuncia álbum que ele fez “sozinho”

>>

290216_jake2

Depois de falar que seus sonhos não fazem parte deste mundo (em forma de música), Jake Bugg enfim deu detalhes sobre seu próximo álbum, o terceiro da curta carreira do jovem inglês.

Dia 17 de junho, o garoto prodígio de Nottingham lança “On My One”. Junto com o anúncio, o britânico soltou o primeiro single, “Gimme the Love”, em um vídeo intenso, cheio de cortes bruscos e luzes. Fora isso, cabe destacar a sonoridade algo ousada para os padrões de Bugg até agora. As guitarrinhas brit estão lá, mas com uma pitada funky.

“Vi como um passo lógico no meu desenvolvimento enquanto compositor. Foi um desafio, mas era algo que eu sentia que deveria ser feito”, disse Bugg, que assina as 11 canções inéditas do álbum, majoritariamente tocado e produzido pelo próprio artista.

“Gimme the Love”, o single, pode ser conferido abaixo.

>>

Jake Bugg está de volta. E falando que seus sonhos não fazem parte deste mundo

>>

160216_jake2

Menino prodígio do rock inglês, Jake Bugg está de volta com música nova. Ele, que não lançava algo inédito há quase três anos, liberou a canção “On My One”, na qual ele diz ser um pobre garoto de Nottingham cheio de sonhos, mas não para este mundo.

Bugg não deu detalhes sobre um novo álbum e disse na BBC Radio 1 que “On My One” não é bem um single, mas apenas uma prévia do que vem por aí. Tanto que a faixa pode ser baixada gratuitamente no site do cantor.

Jake já lançou dois discos, o de estreia que carrega seu próprio nome e “Shangri-la”, de 2013.

>>