Em Japandroids:

Mais Foo Fighters: Dave Grohl arma festival com Queens of the Stone Age, The Kills, Liam Gallagher e muito mais

>>

250915_qotsa1

Junto com o anúncio de seu novo disco, o Foo Fighters também divulgou que fará seu próprio festival. Ou, como disse Dave Grohl, “uma festinha no quintal de casa para 50 mil pessoas”. O evento se chamará Cal JAM 17 e acontecerá durante um dia na região de Glen Helen, em San Bernardino, na Califórnia.

Marcado para 7 de outubro, um sábado, o evento contará com um show do Foo Fighters, claro, e uma extensa lista de convidados incríveis, que incluem Queens of the Stone Age, Liam Gallagher, The Kills, Japandroids, Cage the Elephant, Royal Blood, Wolf Alice, Bob Mould, Bully, Circa Waves, Babes in Toyland, The Obsessed, White Reaper e muito mais.

Os ingressos serão colocados à venda dia 29 de junho. O Foo Fighters anunciou mais cedo que seu novo disco se chamará “Concrete and Gold” e chegará ao mercado dia 15 de setembro.

caljam17poster

>>

Japandroids fazendo Talking Heads é o que temos para hoje

>>

011116_japandroids2

No fim de janeiro, o excelente duo canadense Japandroids soltou seu primeiro disco em cinco anos. “Near to the Wild Heart of Life” é a nova aposta do antropólogo David Prowse e do físico Brian King, e já está rodando legal nas estações de rádios indies pelo mundo.

O novo álbum tem oito faixas e ganhou um acompanhamento especial em vinil 7′, comercializado apenas em algumas lojas de discos alternativas.

O vinil contém a música que dá título ao álbum e uma cover de “Love → Building On Fire”, do Talking Heads, lançada originalmente em 1977.

A versão super honesta da dupla canadense, agora, está na internet. E na Popload, claro.

>>

Japandroids, o duo formado por um antropólogo e um físico, libera audição do novo álbum

>>

011116_japandroids2

Em primeiro lugar, fora… Em segundo lugar, o mais legal de falar sobre o Japandroids, antes de tudo, é que o distinto duo canadense é uma mistura sonora formada por um antropólogo (!), David Prowse, e por um físico (!!), Brian King. E eles “lançam” hoje, virtualmente, a audição oficial de seu novo disco “Near to the Wild Heart of Life”, que tem lançamento comercial (aí sim) dia 27 de janeiro.

O novo álbum tem oito faixas, é o primeiro disco da dupla em cinco anos e sucessor do ótimo “Celebration Rock”, indicado ao Juno Awards de 2012. No fim do ano passado, o duo soltou um teaser com o anúncio e mais nada. Depois, tocaram algumas das canções inéditas em um show num clubinho de Vancouver.

“Near to the Wild Heart of Life” foi escrito durante os anos de 2014 e 2015 também em Vancouver, casa deles, e em outras cidades como Toronto, Cidade do México e Nova Orleans. A produção é de Jesse Gander e o álbum pode ser ouvido abaixo, cortesia da NPR.

Near to the Wild Heart of Life – Tracklist
01. Near to the Wild Heart of Life
02. North East South West
03. True Love and a Free Life of Free Will
04. I’m Sorry (For Not Finding You Sooner)
05. Arc of Bar
06. Midnight to Morning
07. No Known Drink or Drug
08. In a Body Like a Grave

>>

Japandroids vai lançar primeiro disco em cinco anos. E já tocou algumas novas

>>

011116_japandroids2

O distinto duo canadense Japandroids, talvez porque seja formado por um antropólogo (!), David Prowse, e por um físico (!!), Brian King, enfim deu sinal de vida e anunciou para 2017 seu aguardado novo álbum, chamado “Near to the Wild Heart of Life”.

Este será o primeiro disco da dupla em cinco anos e sucessor do ótimo “Celebration Rock”, indicado ao Juno Awards de 2012. Pensa. Eles soltaram um teaser com o anúncio e mais nada. Só que, dias atrás, eles fizeram seus primeiros shows em três anos, uma espécie de residência em um clubinho de Vancouver. No total, foram quatro apresentações e delas há registros de canções inéditas, tipo a que dá título ao disco e ainda “No Known Drink or Drug” e “Arc of Bar”.

Ainda que em gravações amadoras, já dá para ter uma pequena noção do que o duo está armando.

>>

O Japandroids e a celebração do rock

>>

O distinto duo canadense Japandroids, talvez porque seja formado por um antropólogo (!), David Prowse, e por um físico (!!), Brian King, fez uma visita ao programa do Conan O’Brien na noite de ontem para divulgar ainda mais o bom álbum “Celebration Rock”, lançado ano passado, e que está entre os concorrentes ao prêmio de melhor disco Alternativo do ano no tradicional Juno Awards.

No Conan, eles apresentaram a faixa “The Nights of Wine and Roses”, uma das boas do disco. O Japandroids, figurinha carimbada nos festivais mundo afora, é uma das atrações do colossal Coachella mês que vem. E também do Sasquatch. E também do Bonnaroo, pensa.

Ano passado eles lançaram um mini-documentário mostrando a cidade de Barcelona na época que fizeram uma apresentação em outro festival, o grande Primavera Sound.