Em jimmy fallon:

Cinzeiro cheio, garrafa vazia. Parquet Courts pega leve em performance incrível na TV americana

>>

* Ashtray is crowded, bottle is empty.

Captura de Tela 2017-01-30 às 8.35.43 AM

O brilhante grupo indie americano Parquet Courts compareceu sexta-passada no “Tonight Show” do Jimmy Fallon para tocar para milhões na TV americana. A banda de Nova York, que tem um twist texano explícito, até que esteve comportada, porque a faixa escolhida para a performance humana no programa foi “Human Performance”, que também é o título de seu delicioso novo disco, o quinto, lançado em abril de 2016.

Para uma banda podrinha de garagem, o Parquet Courts experimenta tempos de “fama”. Não bastasse tocar em um programa noturno popular, o quarteto dos excelentes guitarristas-vocalistas Andrew Savage e Austin Brown vai começar amanhã na Philadelphia a primeira parte de uma turnê 2017 pelos EUA que vai culminar, até agora divulgado, no festival de verão Governor’s Ball, em Nova York, em junho.

A Popload, se tudo correr como o previsto, deve vê-los ao vivo, mais uma vez, na semana que vem, quando a tour passar por Miami.

>>

Diga algo carinhoso. The XX no Jimmy Fallon, ontem

>>

Captura de Tela 2017-01-18 às 9.09.30 AM

* No calor do lançamento de seu lindo terceiro álbum, “I See You”, o trio inglês The XX baixou ontem no programa do Jimmy Fallon, da TV americana. O grupo interpretou seu atual single, o segundo do novo disco, a especialíssima “Say Something Loving”, que tem samplers bem costurado de uma canção do final dos anos 70: “Do You Feel It?”, do duo americano Alessi Brothers.

I don’t know, I don’t know, I don’t know.

* O XX toca em São Paulo em março, no Lollapalooza de Interlagos, em show único no Brasil.

>>

Sampha e a apresentação de cortar o coração no Fallon. Ao piano, claro

>>

160117_sampha2

Sai dia 3 de fevereiro o aguardado álbum novo do Sampha, esperto produtor, músico e crooner britânico, que tem no currículo alguns EPs lançados. Disco cheio é o primeiro e se chama “Process”.

Ele, nome forte na cena e sempre procurado por artistas do calibre de Kanye West e Solange, por exemplo, lançou semana passada o novo single “(No One Knows Me) Like The Piano” e foi este o som escolhido para a apresentação no programa do Jimmy Fallon, na última sexta.

“Process” fará Sampha cair na estrada para um rolê pela América do Norte em fevereiro, antes de viajar também pela Europa e Austrália.

160117_sampha_slider

>>

Warpaint mostra no Fallon sua ótima “New Song” (que já está ficando “old”)

>>

191216_warpaint2

Música que já foi retrabalhada por gênios como Mike D (Beastie Boys) e os irmãos Soulwax, “New Song” foi mostrada em rede nacional pelas meninas do Warpaint em apresentação no programa de Jimmy Fallon. O som está em “Heads Up”, disco mais recente das garotas da Califórnia, lançado em setembro.

“Heads Up” é o terceiro disco delas e o primeiro da banda em dois anos. Neste novo álbum do quarteto dream-pop de Los Angeles, pela primeira vez as meninas gravaram separadamente. As sessions aconteceram de forma individual ou em duplas.

Entre as influências sonoras das 11 canções novas elas citaram nomes como Björk, Kendrick Lamar, Janet Jackson e OutKast. Nice. A “New Song” no Fallon ficou ainda melhor que a versão de estúdio, achei.

>>

Deslumbrante, Solange mostra na TV por que é uma das melhores artistas do ano

>>

161216_solange2

É o que a gente sempre diz: sorry, Beyoncé, mas a melhor Knowles é a Solange. Ela, se você ainda não sabe ou esqueceu, é a irmã “indie” da Beyoncé, alocada em um R&B fino e mais do que agradável aos nossos ouvidos. Toda fashion, ela também abusa na pegada visual, desde o tipo de roupa que veste às mil facetas de seu belo cabelo. Já tocou no Popload Gig e tudo. Solange é incrível.

Talentosa, a cantora lançou um dos melhores discos deste ano, “A Seat at the Table”. Com 21 faixas no total, foi lançado em novembro. Semana passada, saiu em vinil. Para ajudar, o disco conta com um time de convidados de responsa, que inclui Dev Hynes, Moses Sumney e Lil Wayne, só para citar três.

E é no rolê de divulgação do álbum que Solange se mostra uma artista completa. No palco, em uma vibe toda teatral, consegue exprimir o sentimento de cada canção. Foi assim no programa do Jimmy Fallon, na noite de ontem, onde ela mixou em uma só as canções “Rise” e “Weary”, em performance hipnotizante que pode ser vista abaixo.

>>