Em jmascis:

Baianada 2015. Caetano Veloso muda o tom do Bananada (GO)

>>

* Proclamando uma certa celebração à diversidade, o festival Bananada, um dos nobres (hehe) eventos indies do Brasil, realizado em Goiânia pelas mãos fazedoras da Construtora Música e Cultura e atingindo sua 17ª edição, anunciou 15 nomes de sua programação, encabeçados pelo cantor baiano Caetano Veloso, um dos astros mais indies do país, hoje em dia.

caetano_veloso_02

Caetano, que foi grande atração do espanhol Primavera Festival no ano passado, um dos grandes festivais independentes do mundo hoje, puxa uma lista que inclui o grande guitarrista J.Mascis, líder do grande Dinosaur Jr, os “locais” Boogarins, o auê do Bonde do Rolê e mais uma banda do extrafamoso selo americano Sub Pop, além do músico dinossauro: a banda King Tuff, de Vermont, EUA.

Completando a bagunça sonora do Bananada 2015, que acontece de 11 a 17 de maio e tem Caetano cantando na noite de estreia, uma segunda-feira, o festival de Goiânia “Rock” City vai ter também shows da rapper curitibana Karol Conka, os metaleiros do pedaço Hellbenders, o indie gaúcho do Wannabe Jalva, a breguice electrocool paraense do Jaloo, além de Camarones Orquestra Guitarrística (Natal), Do Amor (Rio), Marrero (São Paulo) e a cantora goiana Bruna Mendez estão no grande elenco do Bananada. Nomes como Magaly Fiels, do Chile, e Caddywhompus, EUA, completam a programação revelada hoje.

Mais nomes serão anunciados pelo festival em abril.

Abaixo, o pôster “Tropicália Moderna” feito para o festival pela galera fera do Bicicleta sem Freios, artistas de Goiânia.

260215_bananadaposter

>>

J.Mascis e King Tuff tocam em SP e Goiânia em maio

>>

* No ano passado vieram Mudhoney, Metz e The Obits. Neste ano, a lendária gravadora americana manda ao Brasil, para shows em maio, o guitarrista J.Mascis (Dinosaur Jr.) e a banda indie de garagem psicodélica ou quase isso King Tuff.

A parceria com a Sub Pop, de Seattle, é costurada pela A Construtora Música e Cultura, de Goiânia. Chamado neste ano de Sub Pop Action, o projeto é de certa forma um festival dentro de um festival. O acordo é para trazer as bandas do nobre selo americano para tocar dentro do Bananada Festival 2015 (de 11 a 17 de maio) e botá-las para se apresentar em São Paulo na mesma época, com possibilidade de acontecer em outras cidades, também.

J.Mascis, o grisalho que mais toca alto no rock mundial, frontman do poderoso Dinosaur Jr., vem solo com a turnê do disco “Tied to a Star”, lançado em agosto do ano passado. Pedrada.

O King Tuff, grupo de Vermont, em nove anos de estrada lançou cinco álbuns. O último deles, que deve municiar os shows do Brasil com canções ao vivo, é “Black Moon Spell”, lançado no final de 2014. A música-título toca direto desde o ano passado na Sirius XMU e nas rádios da NPR.

Uma outra banda da Sub Pop pode vir na carona de Mascis e Tuff. O line-up do Bananada 2015 está prestes a ser divulgado. Sabe-se que o festival neste ano terá a estrela indie CAETANO VELOSO.

E esta é uma foto conjunta de J.Mascis e Kyle Thomas, que lidera o King Tuff.

1 - Tuff Mascis

>>

Bomba: o show secreto do NIRVANA nesta madrugada no Brooklyn, NYC

>>

* Ontem à noite, na verdade já na madrugada desta sexta, depois da cerimônia do Rock & Roll Hall of Fame, o Nirvana, ou o que sobrou da banda sem o mentor Kurt Cobain, ou mais apropriadamente dizendo Krist Novoselic, Dave Grohl e Pat Smear, se dirigiram rumo ao bar Saint Vitus, no Brooklyn, para tocar para 200 pessoas. Acompanhados de vários amigos.

A galera do canal Noisey, da revista Vice, esteve presente ao mais inusitado show dos últimos tempos.

Para começar, olha a lista das músicas tocadas e veja quem assumiu o microfone de Kurt Cobain nas canções:

nirvana-setlist

Fora a galera que “fez o Cobain” na festa do Hall of Fame, participaram deste show do Nirvana J.Mascis, do Dinosaur Jr, e John McCauley, do grupo Deer Tick. Lorde não foi ao clubinho.

Concerto do Nirvana em 2014 que começa com “Smells Like Teen Spirit” cantado por Joan Jett e termina com “Moist Vagina”, interpretada por Kim Gordon (ex-Sonic Youth), é para entrar na galeria dos shows históricos deste século.

Abaixo tem Joan Jett fazendo “Teen Spirit” e a incrível Annie Clark (St. Vincent) mandando “Heart-Shaped Box”

Galera do Mudhoney, outro mitológico grupo de Seattle e o produtor Jack Endino (produtor do álbum “Bleach”) estiveram na cerimônia e depois foram ao show secreto. Veja a foto abaixo do momento histórico do grunge: Dan Peters, baterista do Mudhoney, Jack Endino, Dale Crover, do Melvins (amigo de Cobain e baterista das demos do “early Nirvana”) e Chad Channing (o ex-baterista do Nirvana antes de Grohl e que tocou no “Bleach”).

Screen Shot 2014-04-11 at 14.30.52

>>