Em joe strummer:

POPNOTAS: Filme de Joe Strumer no festival da Cultura Inglesa, a musa Kathleen Hanna cantando “WandaVision”, a melhor música do Jupiter Apple, Ariana Grande despejando inéditas luxuosas e o Radiohead vai ao balé

>>

* Em março acontece a 24ª edição do Cultura Inglesa Festival. Todo virtual, evidentemente. E, em meio a muitas atividades que incluem de intervenções urbanas, música, vídeos, gastronomia e literatura, vai rolar, de 6 a 28/3, o Cultura Inglesa à la Carte, uma mostra de cinema britânico em parceria com o grupo Petra Belas Artes. Tudo acontecerá dentro de uma plataforma especial criada pelo festival para o público conseguir acompanhar online. Entre os filmes da mostra, está um sobre o festival de Glastonbury e um algo antigo chamado “Joe Strummer: o Futuro Está para Ser Escrito”, de 2008, documentário dirigido pelo bamba Julien Temple sobre o líder do fenomenal grupo punk The Clash. Temple era amigo íntimo do músico, morto em 2002. Tem depoimentos de Martin Scorsese, Johnny Depp e Bono, entre outros.

* Ela já foi rainha das riot-grrrls nova-iorquinas, uma das maiores musas lesbo que a cena independente já viu, liderou duas bandas punks incríveis, a Bikini Kills e Le Tigre, é “acusada” de ter dado o nome de uma certa música do Nirvana chamada “Smells Like Teen Spirit” e tem um documentário inteirinho sobre ela, o “The Punk Singer”. Então tudo bem que nesta semana aqui Kathleen Hanna cantou o tema de abertura do falaaaado seriado “WandaVision”, da Disney+. E daí?

* A marcante “Modern Kid”, música do mais que marcante cantor gaúcho Júpiter Maçã (foto na home da Popload), está para ser lançada nas plataformas de streaming em quatro versões: a original, uma radio edit e duas demos. Uma vez em inglês, então vale corrigir o nome artístico de Flavio Basso para esse evento: Jupiter Apple. Embora seja de 2008/2009, esta reedição da música ganha a estampa de comemorativa de 10 anos e já tem link para pre-save. A ótima e britpopiana (ou seria boweiana) “Modern Kid” nunca saiu em álbum de Júpiter, apenas em um EP editado por um selo dele, em 2011. Para esse aniversário de 10 anos, foi relançado ainda o vídeo da canção, espertíssimo e em 4K, que mostra uma senhora banda o acompanhando, à época: Luiz Thunderbird no baixo, Dustan Gallás na guitarra e Astronauta Pinguim nos teclados. Flavio Basso, o Júpiter ou Jupiter, morreu em 2015. Modern Kid seria a melhor canção dele?

* Que a cantora Ariana Grande sempre veio grande (dsclp) com seus lançamentos, isso não é de hoje. Ela lançou hoje a versão luxuosa de seu mais recente álbum, “Positions”, seu sexto disco, cheio de inéditas e o remix de “34+35”. Esta última canção, o remix, ganhou video oficial na semana passada, com a participação de Doja Cat e Megan Thee Stallion. Versão bombator. As inéditas são “Someone like U (Interlude)”, “Test Drive”, “Worst Behaviour” e “Main Thing”. Fancy?

* Os fãs do Radiohead já devem ter se acostumado com o relativo silêncio da banda nas redes sociais, que às vezes dura semanas, até meses inteiros. Afinal de contas, não há lançamentos do grupo planejados (até onde sabemos), e o projeto de postar shows completos no YouTube está aparentemente concluído. Porém, também é costume da banda reaparecer, mesmo que brevemente, com alguma coisa inusitada. Hoje, foi uma postagem singela no Instagram, direcionando os fãs a uma performance de balé (!) polonesa (!!) utilizando Radiohead como trilha sonora (!!!). Sem muito contexto, apenas apareceu – e deve desaparecer “dentro de 24 horas”, de acordo com o Instagram do Radiohead. A performance pode ser conferida abaixo. O trecho com músicas do Radiohead vai do início até os 27 minutos de vídeo, aproximadamente. As músicas utilizadas são:
– Daydreaming
– True Love Waits
– The Butcher
– Reckoner
– Staircase

>>