Em john cale:

David Bowie ganha homenagem classe em Londres. Com John Cale, Amanda Palmer e orquestra

>>

010816_amanda_neil

Neste final de semana, David Bowie recebeu mais uma homenagem em solo britânico. O astro inglês, que nos deixou logo no início deste ano, foi reverenciado no BBC Proms, evento anual promovido pela BBC que consiste em concertos de orquestra.

O show em tributo a Bowie aconteceu no tradicional Royal Albert Hall e contou com músicos como John Cale, Amanda Palmer, Anna Calvi e até o sumido Neil Hannon, do Divine Comedy.

A BBC está liberando aos poucos alguns vídeos das apresentações. A Popload destaca Amanda Palmer fazendo “Station to Station” com o Neil Hannon. Em seguida, a mesma Amanda reeditando “Heroes”. Em vídeo separado, o chamado “segmento final” com as faixas “Sorrow”, “Space Oddity” e “After All”, interpretadas por John Cale, Anna Calvi e Marc Almond.

>>

John Cale celebra o Velvet Underground com alguns amigos, tipo o Doherty e o Carl

>>

040416_johncale2

O grande John Cale fez um show especialíssimo na noite de ontem, na Philharmonie de Paris, celebrando o clássico álbum de estreia do seu Velvet Underground, “The Velvet Underground & Nico”.

Cale apresentou todas as músicas (fora da ordem original) e ainda encorpou o set com canções do segundo álbum de sua banda com Lou Reed, “White Light/White Heat”.

Não bastasse a ótima notícia do show em si, a noite ainda contou com um time respeitável de convidados cantando com Cale, entre eles a dupla Pete Doherty e Carl Barât (Libertines), Mark Lanegan, Animal Collective, Étienne Daho, Lou Doillon.

Abaixo alguns registros que aos poucos estão aparecendo.

>>

Mirando o futuro, John Cale revisita o passado e anuncia novo álbum

>>

171115_cale2

O lendário John Cale, que fez fama internacional com o seminal The Velvet Underground nos anos 60, anunciou para o início de 2016 um novo disco, seu primeiro em quatro anos.

“M:FANS” será lançado dia 22 de janeiro pelo selo cool Domino Records e foi inspirado em uma de suas principais obras solo, “Music For a New Society”, lançado em 1982. O álbum novo é uma revisão do disco clássico, que também será relançado com todo seu conteúdo original remasterizado mais três faixas bônus, tudo integrando uma espécie de “segunda parte” do novo álbum. O músico informou que os dois discos também serão comercializados separadamente.

Em nota, Cale disse que a morte de seu ex-parceiro Lou Reed em 2013 influenciou na proposta da releitura. “Perder Lou (muito doloroso para entender) me forçou a recomeçar do zero o processo de gravação com uma perspectiva diferente, um novo sentido de urgência de se contar uma história a partir de um ponto de vista completamente oposto. O que antes era tristeza, se transformou em um tipo de raiva. Um terreno fértil para exorcizar coisas que deram errado e reconhecer que não dava para mudá-las”.

O primeiro single de “M:FANS” é a canção “Close Watch”, que conta com a participação de Amber Coffman, do Dirty Projectors. A faixa ganhou um vídeo ambientado em um baile de máscaras. Existe a expectativa que Jon Cale, 73 anos, faça shows aleatórios pelo mundo em 2016.

M:FANS
01 Prelude
02 If You Were Still Around
03 Taking Your Life In Your Hands
04 Thoughtless Kind
05 Sanctus (Sanities Mix)
06 Broken Bird
07 Chinese Envoy
08 Changes Made
09 Library Of Force [ft. Man In The Book excerpt]
10 Close Watch
11 If You Were Still Around (Choir Reprise)
12 Back To The End

Music For a New Society
01 Taking Your Life In Your Hands
02 Thoughtless Kind
03 Sanctus (Sanities)
04 If You Were Still Around
05 Close Watch
06 Broken Bird
07 Chinese Envoy
08 Changes Made
09 Damn Life
10 Risé, Sam And Rimsky Korsakov
11 Library Of Force (Unreleased)
12 Chinese Envoy (Outtakes)
13 Thoughtless kind (Outtakes)

>>

Alerta para corações partidos: Courtney Barnett faz cover matadora de John Cale

>>

15abr_courtneybarnett

Nome mais emergente do novo-novo-indie, a incrível Courtney Barnett não para de ver seu nome envolvido em notícias deliciosas.

A cantora australiana, com disco de estreia bombado em todos os cantos, lançou no último fim de semana um single especial para o Record Store Day, com a faixa “Kim’s Caravan”, um dos pontos altos de seu disco novo.

Como b-side, Courtney reeditou a clássica “Close Watch”, de John Cale, ex-Velvet Underground, lançada originalmente na década de 70. Com sua voz doce e traços de melancolia, a versão ficou de partir o coração.

Atualmente, Barnett excursiona pela sua terra natal e inicia turnê na América do Norte no mês que vem.

>>

Mark Lanegan e Las Vegas enquanto cidade miserável

>>

* Dia destes nosso brother Mark Lanegan, importante voz do rock americano desde os Screaming Trees, Seattle, o pré-grunge, o grunge, o pós-grunge, o Queens of the Stone Age, o Popload Gig, lançou um belo disco de covers, chamado bem de “Imitations”.

Deste disco saiu o single para “I’m Not the Loving Kind”, música original do grande John Cale, que gerou um vídeo cool de tão triste, quase assombrado. Porque Cale e Lanegan e o cowboy de Las Vegas não são tipo adoráveis. Nem os imitadores de Elvis são.

>>