Em justice:

Popnotas – O museu do Dylan. Um “Hey” do Gaspard, do Justice. Os faladores do Glastonbury. E r.i.p. para o Pervis Staples

>>

– Gaspard Augé, metade da dupla francesa Justice, que marcou época na eletrônica “ácida” do fim dos 2000, vem aí de álbum solo, seu primeiro. “Escapades” chega no mês que vem, mais precisamente no dia 25 de junho. Do disco já conhecemos dois singles, “Force Majeure”, que saiu há 3 semanas, e “Hey”, revelado hoje. Em declaração, Augé contou que sua viagem nessa produção é “reimaginar a música clássica europeia para o século 21”. Ambicioso, né? Mas escute “Hey”, que dá pistas auditivas para entender o que ele está falando. Só achamos engraçado que a versão do vídeo está com um minuto só, enquanto a dos streamings tem quatro e tanto. Que será que rolou? Ou perdemos algo aqui?

***

– Temos que falar da nossa chance de curtir o Glastonbury. De casa, óbvio. O evento online global Live At Worthy Farm, que rola nos dias 22 e 23 de maio, acabou de anunciar mais algumas atrações. Agora PJ Harvey, Jarvis Cocker, Kae Tempest, George The Poet, Kurupt FM, Little Amal, Caleb Femi surgem na lista do festival para uma apresentação de spoken words. Atrações de falação. Na parte musical, vale relembrar que teremos Coldplay, Damon Albarn, HAIM, IDLES e Jorja Smith em uma transmissão de cinco horas, com mais atrações a serem confirmadas, semana que vem parece. Para colar virtualmente na Pyramid Field é só comprar os ingressos em https://glastonburylivestream.seetickets.com/content/ticket-options, onde também estão disponíveis mais detalhes, tipo horários diferenciados por região e preços.

***

– Vem aí um museu em homenagem ao Bob Dylan. Nada mal para o nosso Nobel de literatura, que por acaso é o maior cantor folk da história, dizem. O Bob Dylan Center será inaugurado em 10 de maio do ano que vem com estrondosos 100 mil objetos dos arquivos do lendário músico. Manuscritos, gravações, filmes e fotografias inéditas, entre outras preciosidades relativas aos 70 anos de carreira de Dylan, vão rechear o museu. Uma das atrações mais legais parece ser uma sala de estúdio que vai reproduzir para os visitantes a experiência de uma sessão de estúdio do homem. Pensa. O Museus será em Tulsa, no Oklahoma. Quando pudermos andar pelo mundo de novo, quem sabe, né?

***

– Pervis Staples, co-fundador do grupo The Staple Singers, morreu aos 85 anos. Embora seu falecimento tenha sido no dia 6 de maio, o anúncio só aconteceu hoje, sem a divulgação da causa. Seu conjunto com o pai e suas irmas, que ficou em atividade, atenção, entre 1948 e 1994, é sem dúvida um dos principais grupos da história do soul dos Estados Unidos. Os indies mais desatentos no mínimo devem conhecer uma de suas integrantes, a Mavis Staple, irmã de Pervis e a única integrante do grupo ainda viva. Ela é uma grande amiga do Jeff Tweedy, do Wilco, que não só produziu como escreveu um disco inteiro para ela cantar, o lindo “If All I Was Was Black”, de 2017. Sobre seu irmão, Mavis escreveu: “Ele gostaria de ser lembrado como um homem justo, sempre disposto a ajudar e encorajar os outros. Ele era um dos mocinhos e viverá como uma verdadeira lenda de Chicago”. RIP, Pervis.

>>

Popnotas 2 – Tem o novo do Justin Bieber. Mas tem a nova banda do Max Cavalera pra equilibrar o universo. E o Snoop Dogg C.E.O.? E a diretora Keli Uchis?

>>

– A bombástica cantora americana Kali Uchis, de alma colombiana e foto na nossa home, lançou nesta sexta o vídeo de seu hit “Telepatía”, single de seu segundo álbum, “Sin Miedo (del Amor y Otros Demonios)”, seu primeiro em espanhol. Ou visando forte o público latino dos EUA. O vídeo de “Telepatía” foi ela mesma quem dirigiu. Foi gravado em Pereira, na Colômbia, onde ela cresceu. É esta beleza aqui:

***

– Pancadaria absoluta costumeira, o grande Max Cavalera, que um dia com o irmão Iggor estiveram à frente do “almighty” Sepultura, está com banda nova, desta vez com o filho, Amadeus Cavalera, que também tem Igor no nome e é vocalista, guitarrista e baixista. Chama-se Go Ahead and Die, nome-porrada-metal que vai dar nome ao primeiro disco, programado para sair em junho. O anúncio da nova empreitada de Max veio com o lançamento do primeiro single do projeto, “Truckload Full of Bodies”. Não sei por que, mas me parecem nomes muito apropriados para o momento, tanto o da banda quanto do single. O Go Ahead and Die é um trio, completado por Zach Coleman, que tocou no Black Curse. “Tempos extremos pedem música extrema!“, explica Igor Amadeus Cavalera. Não tem razão o moço?

***

– Depois de várias tretas com o duo francês Justice, Justin Bieber lançou hoje seu aguardado sexto álbum chamado… “Justice”. A briga não foi só por conta do nome não, mas pelo logo usado pelo canadence, que é parecido demaisssss com a marca dos franceses. O disco conta com a produção de Finneas, o irmão da Billie Eilish, e tem as colaborações de Chance The Rapper, Khalid e Burna Boy entre outros. Bieber anda sabendo amarrar bem suas relações. “Justice” fala de ativismo social, drama e romance, seguindo uma tendência da molecada aí. Para promover o álbum novo, Bieber participou ontem do programa do ótimo James Corden. Naquele esquema distanciado e tal.

***

– O rapper amigão da galeeeeeera, o gênio Snoop Dogg, lançou música nova hoje, chamada “C.E.O.”. O single vem acompanhado de um vídeo em que a lenda dança em frente a um outdoor que anuncia a marca de gin Indoggo, da qual Snoop Dogg é… “C.E.O.” Snoop tem empresa de shows, maconha, bebida, entre outras coisas. E faz música boa em torno de seu próprio umbigo empresarial. O cara é fera. E ainda por cima em abril sai o álbum do supergrupo que ele está montando com outros rappers do naipe Ice Cube, Too $hort e E-40. Pensa.

>>

Mão naquilo, aquilo na mão, e muitas luzes ousadas: o novo vídeo sensível e NSFW do Justice

>>

190917_justice2

Uh la la… Olha só o Justice causando, depois de muito tempo. Lindo duo francês formado por Gaspard e Xavier, o Justice soltou um dos melhores e mais ousados vídeos do anos para o single “Pleasure”, em versão ao vivo.

A produção visual é criação de Alexandre Courtès, famoso por um dia ter oferecido ao mundo o clipe de “Seven Nation Army”, do White Stripes, e por ter desenvolvido a famosa logo e os capacetes do Daft Punk. Só isso.

O vídeo NSFW tem cenas sutis de sexo, ainda que explícitas, com um casal fazendo amor nas mais variadas posições e até alguns closes de partes íntimas. Enquanto isso, diversos efeitos especiais de diferentes jatos de luzes saindo dos mais variados lugares.

“Pleasure” está no álbum “Woman”, lançado pelo Justice no fim do ano passado, o primeiro deles em cinco anos.

>>

Coachella para acabar. Hoje tem, ao vivo aqui, show do Future Islands, Lorde, New Order, Justice e Kendrick Lamar

>>

* Já digeriu o almoço de Páscoa? Avançando na segunda-feira, o grande rapper Kendrick Lamar (foto na home da Popload) mostra músicas ao vivo de seu tão-falado “DAMN.”, o novo disco, que foi lançado com uma barulheira danada anteontem, suscitando até o “amei-odiei” do Facebook, a ORS. O show dele tem streaming ao vivo no canal do Youtube do Coachella às 2h25 da manhã.

Lorde_umusic

O lindo Future Islands, também de delicioso álbum novo, toca num horário “decente” para os trabalhadores brasileiros: 23h20. Vai dar para ver nosso querido Sam Herring dançar esquisito e mesclar voz fofa com cavernosa em sua performance, a mais legal do rock já faz um tempo.

Oooooooooutra que deve mostrar músicas novas, de álbum ainda não lançado (“Melodrama”, junho), é a neozelandesa Lorde (foto acima), com apresentação no encerramento do primeiro final de semana do Coachella à 1h20.

Veja aqui embaixo os shows recomendados deste domingão, com apresentações entrando na segunda-feira. O número ao lado é o canal do Youtube do Coachella.

19:35 – Grace Mitchell (2)
20:25 – Whitney (1)
22:10 – Grouplove (1)
22:55 – Kaytranada (3)
23:20 – Future Islands (1)
23:55 – Tove Lo (2)
0:40 – Hans Zimmer (2)
1:20 – Lorde (1)
1:30 – Tycho (2)
1:45 – Justice (3)
2:25 – Kendrick Lamar (1)
2:30 – New Order (2)

>>

Justice na Califórnia vai para a estrada sem saída com Susan Sarandon on fire. Tipo isso

>>

Captura de Tela 2016-11-30 às 7.20.13 PM

* Patrimônio da eletrônica moderna francesa há mais de dez anos, o duo indie-disco-electro-funky Justice acabou de lançar o ótimo “Woman”, seu terceiro álbum, que já rendeu singles-bombator como “Randy” e “Safe and Sound”. Agora chega a vez de “Fire”, o mais novo exemplar a pular como single de “Woman”, que aparece em forma de vídeo com a vibe Califórnia anos 80, com a incrível Susan Sarandon no papel de babe Califórnia dos anos 80. Climão do deserto, as hélices, a cor do sol, a estrada. Dá até para lembrar o filme “Thelma and Louise”, só que em vez da Thelma temos a dupla Gaspard Augé e Xavier de Rosnay. Beleza pura.

>>