Em keith moon:

Baixou o deus Keith Moon na pequena Nandi Bushell. Baterista inglesa de 10 anos toca “My Generation”, do Who

>>

* A espetacular baterista de 10 anos de idade Nandi Bushell, que já podemos tratar como um fenômeno do rock por também tocar e bem baixo, guitarra e cantar, aprontou mais uma.

Nandi é legal por vários motivos além de ser uma prodígio por conta da idade absurda para fazer o que ela faz no Youtube, quase que mensalmente. Ela despontou na cena por se meter na bateria de bandas indies e clássicas do metal para covers impressionantes, encarou uma batalha de bateria com Dave Grohl (que entre outras tarefas no rock foi apenas o baterista do Nirvana) e sempre reconta, a seu jeito, a história da música, sob o olhar de uma criança de 10 anos que ela é.

A da vez: Nandi fez uma homenagem ao grande Ketih Moon ao espancar sua bateria na versão da icônica “My Generation”, do lendário grupo inglês The Who.

É tudo lindo aqui para além da espetacular performance dela. Nandi, 10 anos, baterista, “My Generation” (pensa qual é a geração de Nandi), Keith Moon, que senta no panteão dos bateristas.

E ela ainda fala, na legenda do vídeo: “Um das mais difíceis covers que eu fiz. Acho até que esta música combina com meu estilo. Rápida, divertida e e punk no limite”.

Para um pouco e pensa nessa frase, dita por uma inglesinha de 10 anos sobre o Keith Moon, um dos principais bateristas da história do rock.

No começo da música ela manda um “Esta é para você, Mooneyyyyy”. No final, depois do solo derradeiro na bateria, ela segura os pratos e solta um grito gutural de roqueira extasiada. Um grito de uma menina de 10 anos, agudíssimo, nada ogro. Inacreditável.

>>